Bolsonaro acredita em segundo turno com PT e vê candidatura de Huck como piada

 O retorno do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no jogo eleitoral não mudou a certeza do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), de que disputará o segundo turno com o Partido dos Trabalhadores (PT).
A diferença é que ele acreditava que a vitória, contra outro nome do partido, poderia ser um passeio se chegasse a 2022 bem avaliado. Com o ex-presidente na cédula, a conversa é outra, segundo apurou a colunista da Folha, Mônica Bergamo.
Bolsonaro sempre disse a auxiliares que a eleição se resolveria entre ele e os petistas. De acordo com um de seus mais frequentes interlocutores, o presidente trata a eventual candidatura de Luciano Huck como piada e acredita que Sergio Moro está, salvo algum acidente, está fora do jogo. Já em relação ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB), ele acredita que não conseguirá superar o desgaste que todos os governadores devem ter por causa da epidemia de Covid-19. O PT, no quadro geral, teria mais músculo para enfrentá-lo.
"Com Lula em campo, o presidente não pode mais errar", diz o mesmo auxiliar ouvido pela colunista da Folha. Ele, que até agora “jogava brincando”, terá que cuidar da estratégia e do ritmo do jogo.

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232