Preço do gás de cozinha terá novo reajuste nas distribuidoras em setembro

O botijão de 13 quilos do gás de cozinha vai subir novamente a partir do próximo mês de setembro. E, desta vez não se trata de um reajuste oficial anunciado pela Petrobras. Nesta quarta-feira (25), as distribuidoras de gás começaram a enviar para as revendas de suas redes comunicado de reajuste de até R$ 7,42 a partir de 1º de setembro, a exemplo da Copagaz (Leia abaixo).
Já o comunicado oficial da Nacional Gás Distribuidora, que representa a Brasil Gás, a Nacional Gás e a Para Gás, esse reajuste será de R$ 5,89 por botijão.
Com esse reajuste anunciado pelas distribuidoras para setembro, a expectativa das revendas é que o preço do botijão de 13 quilos de gás possa chegar a R$ 115 em algumas capitais.
Anunciar mais um reajuste num momento tão difícil como este, quando há uma queda na renda da população e muita gente desempregada, é prevê que o aumento provoque uma queda maior nas vendas e leve muitos pequenos depósitos a fechar as portas por causa das dificuldades no repasse do aumento.
Leia na íntegra o comunicado da Copagaz as revendas:
“Reajuste de Preço
Prezado parceiro, amigo e cliente Copagaz, boa tarde.
Como acontece em todos os anos, no mês de setembro é realizada a revisão anual dos preços de venda do GLP para a rede de revendedores. Esta analise decorre dos impactos inflacionários em nossa estrutura de custos, além do aumento de despesas com frete, folha de pagamento, insumos e custos operacionais.
Diante dessa situação e buscando equalizar de forma equilibrada, informamos que será realizado um incremento do preço do GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) de R$ 7,42 a partir de 01.09.2021.
Este comunicado reafirma o compromisso em mantê-los informados em relação ao que ocorro no nosso segmento. Sempre buscando mostrar e dialogar sobre o segmento, onde temos a Petrobras e as Pautas Estaduais como indicadores de reajustes de preços”.

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232