Monumento da ONU gera discussão por lembrar a “besta de Apocalipse”


Nas redes sociais, o monumento foi apontado como uma representação da “besta” profetizada para os últimos dias.
A descrição bíblica sobre o que seria a imagem da besta veio a memória de internautas diante da imagem compartilhada pela Missão do Brasil junto à Organização das Nações Unidas (ONU) no Instagram.
O texto de Apocalipse 13:2 diz: “A besta que vi era semelhante a um leopardo, mas tinha pés como os de urso e boca como a de leão. O dragão deu à besta o seu poder, o seu trono e grande autoridade.”
Essa também pode ser a descrição usada para o monumento que faz parte do acervo de obras de arte das Nações Unidas, chamado de “Guardião da Paz e da Segurança Internacional”. A doação foi feita pelo México e chamou a atenção dos internautas.
Nas redes sociais, o monumento foi apontado como uma representação da “besta” profetizada para os últimos dias.
O monumento foi apontado como um “alebrije”, um tipo de obra de artesanato popular no México, sendo descrita pela ONU como “uma fusão de onça e águia, visto que são animais fortes e muito representativos em nossa história pré-hispânica e nacional”.