Destroços de dois navios são encontrados perto de galeão que afundou com tesouro de US$ 17 bilhões

Embarcação espanhola foi naufragada no Caribe por corsários britânicos em 1708 e seus restos são alvo de disputa internacional
Em 1708, o galeão espanhol San José foi afundado por corsários britânicos no mar do Caribe. A bordo do navio, estava uma carga composta por ouro, prata e esmeraldas, um tesouro estimado em US$ 17 bilhões. Há sete anos seus destroços foram encontrados na Colômbia e agora os restos de mais duas embarcações foram localizados em sua volta.
Disputa pelo tesouro do galeão San José:
A nova descoberta foi feita com um veículo operado remotamente durante uma excursão de monitoramento realizada pela marinha colombiana. As autoridades disseram que os dois destroços parecem ser de um barco colonial e de uma escuna. Ivan Duque, presidente da Colômbia, afirmou durante um pronunciamento que uma das embarcações é do período colonial e a outra da fase republicana do país.
Durante a mesma operação, a marinha da Colômbia fez novos vídeos dos destroços do galeão San José. As imagens mostram punhados de moedas de ouro na areia, perto de um dos canhões do navio. Um grande número de objetos que parecem ser xícaras de chá também aparecem espalhados no fundo do mar.
Os destroços do galeão San José são alvo de uma disputa legal internacional. A Espanha diz que o barco e seus tesouros são um "navio do Estado", pois pertenciam à marinha espanhola quando foram afundados. Por outro lado, a Colômbia argumenta que a embarcação se encontra dentro de suas águas territoriais e que foi descoberta pela marinha do país. Além disso, uma empresa dos Estados Unidos que participou da localização do navio também reivindica uma parte do tesouro.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232