Ansiedade: Como a Bíblia nos ensina a enfrentar o mal do século

“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” (1 Pedro 5.7)
Segundo o psiquiatra cristão Augusto Cury a ansiedade é o mal do século e este mal é decorrente da Síndrome do Pensamento Acelerado. Essa síndrome, segundo as palavras do pesquisador, decorre de muitos excessos em nossas vidas, como o excesso de informação, o excesso de preocupações, o excesso de trabalho, entre outros. Mas qual a orientação da Palavra de Deus sobre este mal?
O próprio Cristo fez uma análise apurada sobre a Ansiedade, conforme lemos em Mateus 6: 25 ao 30 e nos versículos 33 e 34. Nesta análise Jesus Cristo admitiu que a pouca fé era uma das principais causas para a ansiedade. Como a psicologia define a ansiedade como uma série de medos, fobias e perturbações do sistema nervoso, podemos dizer que este medo seria uma decorrência imediata de uma fé vacilante.
Devido aos sentimentos de inquietação diante dos acontecimentos do mundo, que muitas vezes trazem insegurança e preocupações demasiadas com o futuro, muitas pessoas acabam tendo sua fé na onipotência de Deus abalada. Esta falta de fé acaba colocando em prioridade na vida desta pessoa a busca por ascensão social, busca desenfreada pelo acúmulo de bens materiais, além do medo de perder o que já possui.
Por outro lado, quando damos prioridade a Deus, a ansiedade acaba perdendo sua força, resultando em uma saúde mental equilibrada. Deus deve estar em primeiro lugar em nossas finanças (Mateus 6.19-34). Evitando desta forma a avareza e a busca demasiada por bens materiais (1 Timóteo 6.6-11). Não devemos ter preocupações demasiadas quanto as nossas necessidades cotidianas (Mateus 6.25-32). Além de ser de vital importância confiarmos na provisão divina (Mateus 6.1,25).
Não devemos andar ansiosos, mas em tudo devemos buscar a presença de Deus e seu Reino (Salmos 42.1). O futuro pertence a Deus, que tudo criou e que é capaz de nos dar o fim que esperamos (Jeremias 29.11). Como seres humanos, temos dificuldades em descansar na provisão divina, mas precisamos aprender a confiar no Senhor. Mesmo que sejamos atingidos por situações indesejadas, Deus nunca perde o controle.

Share/Bookmark

0 comentários: