Mostrando postagens de Fevereiro 16, 2016Mostrar tudo

Assaltantes são presos por Policiais Militares do 8ºBPM Mirandiba, inclusive acusado de assalto á lotérica

Policiais Militares do 8ºBPM, em ação conjunta com o efetivo do NIS-3, GATI e MALHAS DA LEI, realizaram nesta segunda-feira (15) diligências no município de Mirandiba-PE e divisa com o município de Serra Talhada-PE, onde prenderam WELINGTON DOUGLAS MESSIAS LEITE, por força de Mandado de Prisão expedido pela Comarca de Mirandiba, sendo esse, acusado de roubo a casa lotérica daquele município e SÉRGIO RICARDO PEREIRA DA SILVA,
O acusado portava um Revolver calibre 38, abastecido com 05 munições intactas e ainda ser suspeito de comandar vários roubos na região, inclusive já foi preso por porte ilegal de arma de fogo. Após as prisões, os incriminados foram conduzidos para a 193ªDEPOL Salgueiro, aonde SÉRGIO foi autuado e após pagar fiança foi liberado, já o WELINGTON foi recolhido para o presídio local, ficando a disposição da justiça.

Anvisa registra teste rápido para detecção do vírus Zika em até 20 minutos

Agência Brasil – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu hoje (15) registro de um teste rápido para detecção do vírus Zika. O produto, do laboratório canadense Biocan Diagnostics, é capaz de detectar se o paciente está ou esteve infectado pelo Zika em até 20 minutos.
Atualmente o exame mais comum no Brasil para diagnosticar o Zika é o PCR, que só detecta o vírus na fase aguda da doença. Este teste rápido é o quarto produto aprovado pela Anvisa para o diagnóstico do Zika e o terceiro capaz de identificar se o paciente teve a doença mesmo após a eliminação do vírus, pois faz a detecção pela presença de anticorpos.
A necessidade de ter mais exames disponíveis para a detecção do Zika aumentou depois que o Ministério da Saúde confirmou que quando gestantes são infectadas pelo vírus podem vir a ter bebês com microcefalia, uma malformação no cérebro.
Enquanto em 2014, quando o vírus ainda não circulava fortemente no país, foram registrados 147 casos da malformação, entre outubro de 2015 e o começo de fevereiro de 2016 foram confirmados mais de 460 casos, sendo que 41 têm relação confirmada com o vírus Zika. Mais 3.852 registros de suspeita de microcefalia estão em investigação.

Presente de Grego: Um ano após morte de conselheiros, cinco mulheres assumem o Conselho Tutelar em Poção

Um ano após a morte de três conselheiros tutelares no município de Poção, no Agreste, cinco mulheres foram escolhidas para trabalhar em defesa dos direitos das crianças e dos adolescente do município que fica a 237 km do Recife. Depois de tomarem posse no dia 10 de janeiro, as novas conselheiras uniram forças para dar continuidade ao trabalho dos colegas assassinados no dia 6 de fevereiro de 2015. Na ocasião, uma idosa também foi morta. Os sete suspeitos do crime foram indiciados e apenas um continua foragido. O crime, segundo a Polícia Civil, foi encomendado por R$ 45 mil pela avó paterna da criança que estava sendo conduzida de carro pelos conselheiros tutelares.
A função de um conselheiro tutelar consiste, em geral, em investigar a incidência da violação de direitos de crianças e adolescentes, atender às reclamações da comunidade e identificar problemas relacionados a agressões no ambiente familiar, além de tomar as medidas necessárias para proteger as vítimas. Os conselheiros mortos no dia 6 de fevereiro de 2015 estavam exatamente desempenhando suas funções, voltando da cidade de Arcoverde com uma criança cujas famílias paterna e materna disputavam sua guarda. A outra vítima da chacina foi Ana Rita Venâncio, 62, a avó materna da criança de apenas três anos, que assistiu às execuções.
acacia queirozApesar do esforço da polícia, uma pessoa envoldida no crime ainda não foi presa. De acordo com o delegado Erick Lessa, responsável pelas investigações, o suspeito Wellington Silvestre dos Santos segue foragido. Durante a investigação, a polícia descobriu que as execuções dos familiares da criança estavam sendo planejadas desde o ano de 2013.
Casos de assassinatos de conselheiros sempre existiram, é só fazer uma rápida pesquisa na internet, porém, o caso de Poção ganhou notoriedade pelo número de conselheiros mortos de uma só vez! Na foto ao lado, Conselheira Tutelar foi assassinada dentro do próprio Fórum na cidade de Serrinha na Bahia!

O QUE O CONSELHO TUTELAR NÃO FAZ E O QUE PODE FAZER?

Conselheiras de Rio Claro tomaram a iniciativa de iniciaar uma campanha nas redes sociais de conscientização da sociedade a respeito do Conselho Tutelar, órgão tão importante para defesa dos direitos e deveres de nossa crianças e adolescentes.
Veja abaixo a campanha das Conselheiras de Rio Claro:
https://canalconselhotutelar.files.wordpress.com/2014/12/conselheiras.jpg
O CONSELHO TUTELAR NÃO FAZ
• Não aplica medidas sócio-educativas para adolescentes autores de ato infracional;
• O Conselheiro Tutelar não é policial, não é delegado, não é promotor e nem juiz;
• Não faz busca e apreensão de Crianças, Adolescentes ou pertences dos mesmos; (quem faz isso é o oficial de Justiça, por ordem judicial);
• Não realiza ação policial, sendo assim, não efetua diligências, nem prisões;
• Não pratica ação assistencial, ou seja, não distribui cestas básicas ou qualquer outro tipo de benefício;
• Não determina pensão, guarda, visitas ou qualquer outro tipo de medida judicial (quem faz isso é o juiz, através de um advogado);
• Não faz autorização para viajar ou para desfilar;
• Não realiza fiscalização em motéis, bares, festas, shows, bailes e congêneres.
O CONSELHO TUTELAR FAZ
O Conselho Tutelar “Defende e promove os direitos das crianças e adolescentes”, é “Zelador de Direitos”. A função do Conselho Tutelar é Orientar, Aconselhar, Encaminhar, Acompanhar e Executar.
Toda criança e adolescente tem DIREITO à VIDA, à SAÚDE, à EDUCAÇÃO, à LIBERDADE, à CONVIVÊNCIA FAMILIAR e COMUNITÁRIA. 
A manifestação vem desde o ano de 2014, Conselheiros e Conselheiras tutelares o Canal Conselho Tutelar aproveitaram a ideia das Conselheiras Tutelares de Rio Claro – SP e abriram a campanha de Conscientização da sociedade e de repudio a mini serie da rede Record com reais atribuições do Conselho Tutelar, para participar da manifestação bastava cada Conselho Tutelar tirar uma foto igual das conselheiras com os cinco conselheiros e posta no Grupo Canal Conselho Tutelar com a hashtag #‎repúdioaminisserieconselhotutelar, para que na 2° temporada a rede Record corrigisse os erros da 1° colocando as verdadeiras atribuições do órgão Conselho Tutelar. Pelo visto isso não aconteceu, a 2° temporada deu inicio com o assassinato de uma conselheiro no exercício de sua função!