PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

CONVITE: Emancipação Política - Iguaracy 53 Anos

 
O Governo Municipal de Iguaracy, tem a honra de convidar a todos para prestigiarem nesta terça-feira, dia 20.12.2016, as Comemorações alusivas aos 53 anos de Emancipação Política do nosso querido município.
Programação em 20.12.2016
05h - Alvorada Festiva;
07h30min - Hasteamento dos Pavilhões;
08h - 1ª Feira Empreendedora de Iguaracy com o Grupo de Mulheres Mãos que Criam promovido pela Secretaria Municipal de Desenvilvimento e Assistência Social e em seguida o Corte do Bolo (Praça Antônio Rabêlo)
09h - Apresentação de toda a Frota de Veículos adquirida pelo Governo Municipal (Praça Antonio Rabelo);
16h - Inauguração da Creche em Jabitacá.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Dia amanhece com chuva em Pernambuco

Chuva em Caruaru na manhã de ontem (17). Foto: Sistema Liberdade de Comunicação
O domingo amanheceu com chuva em várias cidades de Pernambuco, para alegria da população, já que nos últimos dias o estado tem registrado sol forte e temperaturas elevadíssimas.
Várias fotos circulam nas redes sociais de moradores da região comemorando a chegada da chuva. Além da Região Metropolitana cidades do Agreste e Sertão amanheceram com o céu carregado por nuvens, confira:
Boa Viagem no início da manhã de hoje (18) . Foto: (Reprodução/Whatsapp)
Glória do Goitá no início da manhã de hoje (18). Foto: (Reprodução/Whatsapp)
De acordo com a Apac o dia deve continuar nublado em todo estado, com pancadas de chuva de fraca a moderada.
Por Pernambuco Notícias

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Chuvas deste domingo (18) provocou alagamento na cidade de Toritama no agreste pernambucano.

As chuvas que caíram na tarde deste domingo (18), na cidade de Toritama, no Agreste de Pernambuco, chegaram provocar princípio de alagamento.
De acordo com informações repassadas por leitores à redação do Blog Merece Destaque, uma grande quantidade de água ficou acumulada em ruas que ficam às margens da BR-104 e nas proximidades do Parque das Feiras.
De acordo com informações o alagamento foi só na parte do pátio, onde fica o estacionamento. O interior do parque não foi atingido pelas águas e não houve prejuízos a comerciantes.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Choveu forte no Sertão do Pajeú neste fim de semana

Somente em Tabira houve registro de queda de árvores, alagamentos e casas inundadas
Chuva causou estragos em várias partes de Tabira
Foto: Anchieta Santos/Cortesia
JC Online
Municípios do Sertão do Pajeú, no interior de Pernambuco, registraram chuvas fortes durante toda a noite desse sábado (17) e madrugada deste domingo (18). De acordo com informações do repórter Anchieta Santos, da Rádio Pajeú, ruas foram alagadas, parte da parede de um hospital caiu e árvores foram arrancadas pela força do vento. Mesmo com os estragos, não registro de vítimas por conta do mau tempo.
As chuvas fortes foram registradas nos municípios de Afogados da Ingazeira, Carnaíba e Tabira, nesse foram registrados fortes ventos e chove ainda na noite deste domingo.
Ainda em Tabira, há registro de casas que foram invadidas pela água, árvores arrancadas pela força do vento, diversas ruas alagadas, queda de parte de uma parede de uma arena em construção, três postos de combustível com cobertura arrancada e prédio de uma universidade com aulas a distância em parte destruído.
Previsão do tempo
A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) não possui equipamentos de monitoramento pluviométrico nos três municípios citados. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), nesta segunda-feira (19), o dia deve permanecer nublado com vento fraco a moderado com rajadas durante a manhã. Já pela tarde, a previsão é de chuva com trovoadas isoladas.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Chuva atinge pelo menos 12 cidades do Sertão da Paraíba

Assim como no Sertão pernambucano, a mesma região da Paraíba presenciou fortes chuvas neste fim de semana
A chuva mais intensa teria ocorrido em Pombal, a 371 km de João Pessoa
Foto: Reprodução/Portal Correio
JC Online
Além da chuva e ventos fortes registrados no Sertão do Pajeú, em Pernambuco, durante este fim de semana. O mau tempo também chegou ao Sertão do estado vizinho da Paraiba. Segundo informações do Portal Correio, pelo menos em 12 cidades da região houve grandes precipitações.
A chuva mais intensa teria ocorrido em Pombal, a 371 km de João Pessoa, onde, segundo as publicações, teria chovido por cerca de uma hora.
Moradores de Sousa, Cajazeiras, Patos, Catolé do Rocha, Aparecida, São Francisco, Santa Cruz, Lastro, Marizópolis, Nazarezinho e São José da Lagoa Tapada também relataram a ocorrência de chuvas.
Segundo o site, a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) só divulgará lista completa de municípios que receberam chuva, bem como o volume registrado em cada uma delas, nesta segunda-feira (19).

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Asteroide poderia extinguir humanidade, e a Nasa não sabe como nos proteger

Um dos maiores medos dos terráqueos é o de que um objeto vindo do céu caia sobre nossas cabeças. E não adianta pensar que a tecnologia espacial já evoluiu o bastante para nos proteger. Segundo astrônomos, caso um grande asteroide seja detectado em direção à Terra, não haveria nada que pudesse ser feito hoje em dia.
Os pesquisadores possuem diversas estratégias no papel. O difícil seria colocá-las em prática em momento de emergência. "No momento, não há nenhuma tecnologia em meio a um monte de coisas que pudesse ser utilizada", disse Joseph Nuth, do centro espacial Goddard, da Nasa, em um encontro que debateu o tema em San Francisco, nos EUA.
Segundo os astrônomos, grandes asteroides, com o poder de acabar com a civilização na Terra, são extremamente raros. A probabilidade de um deles atingir a Terra é de uma vez a cada 50 ou 60 milhões de anos. Contudo, o objeto que exterminou os dinossauros se chocou contra a Terra há 65 milhões de anos. Pensando assim, o próximo que teria a Terra como alvo já estaria atrasado.
E o pior é que os últimos asteroides que despertaram alerta na Terra só foram detectados quando já não havia tempo para evitar um possível evento catastrófico. Em 2014, um cometa que passou perigosamente perto de Marte - e causou calafrios nos cientistas - foi percebido apenas 22 meses antes de quase se chocar contra o planeta vermelho.
"Se olharmos para o tempo que demora a programação de missões espaciais, levaríamos cinco anos para lançar uma espaçonave [para deter um meteoro]. Nesse caso, tivemos 22 meses [1 ano e 10 meses] de total aviso", diz Nuth. Com o exemplo, o especialista mostra que não daria tempo de afastar o risco se o pedregulho estivesse na direção da Terra.
Parte da preocupação dos cientistas é com a falta de conhecimento sobre asteroides. "Nós não temos muitos dados sobre como é o interior de asteroides e cometas. Apenas podemos supor, nos baseando no que sabemos sobre física, rochas e gelo", diz Cathy Plesko, cientista do Laboratório Nacional de Los Alamos.
Como precaução, Nuth sugere que a Nasa construa um foguete para ser guardado e utilizado em caso de aproximação de um grande asteroide ou cometa. O artefato precisaria estar pronto para ser lançado dentro do prazo de um ano. "É o que poderia mitigar riscos da surpresa de um asteroide sorrateiro vindo de um lugar de difícil observação, como do sol".
RyanJLane/Getty Images
 
Um asteroide de 100 metros de diâmetro (o comprimento de um campo de futebol) que atingisse a Califórnia destruiria cidades e mataria dezenas de milhares de pessoas
"Estamos fazendo a nossa lição de casa antes de um evento desses. Não queremos fazer nossos cálculos em cima da hora, quando algo já estiver a caminho", disse Plesko. A Nasa e a o órgão dos EUA responsável por segurança nuclear têm estudado asteroides conjuntamente. Em outubro, foi realizada uma simulação do que aconteceria se um enorme asteroide atingisse Los Angeles.
Quais são as armas na cabeça dos cientistas?
Ainda não há nada disponível. Mas as ideias para conter, bloquear, desviar ou destruir um asteroide ou cometa que esteja na rota de colisão com a Terra são várias. A mais comum é a de lançar um foguete com explosivos potentes, como bombas atômicas. A explosão poderia desviar a rota do objeto destruidor.
O uso de ogivas nucleares contra asteroides tem a vantagem da rapidez. Contudo, seus efeitos colaterais incluem estilhaços radiativos caindo sobre a Terra. A alternativa seria o uso de explosivos convencionais ou o lançamento de um objeto que desviasse o asteroide com o impacto. Contudo, a grande carga a ser levada e o tempo que demoraria para calcular a trajetória de choque para desviar o corpo celeste pesam contra esses métodos.
Do UOL

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

STJ decide que desacato a autoridade não é mais crime

Do UOL Notícias
Manifestante é detido na avenida Paulista, na área central de São Paulo, por violência e desacato a autoridade
A Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu nesta quinta-feira (15) que desacato a autoridade não pode ser considerado crime porque contraria leis internacionais de direitos humanos.
Os ministros votaram com o relator do caso, Ribeiro Dantas. Ele escreveu em seu parecer que "não há dúvida de que a criminalização do desacato está na contramão do humanismo porque ressalta a preponderância do Estado --personificado em seus agentes-- sobre o indivíduo".
"A existência de tal normativo em nosso ordenamento jurídico é anacrônica, pois traduz desigualdade entre funcionários e particulares, o que é inaceitável no Estado Democrático de Direito preconizado pela Constituição Federal de 88 e pela Convenção Americana de Direitos Humanos", acrescentou.
Segundo o artigo 331 do Código Penal, é crime "desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela". A pena prevista é seis meses a dois anos de detenção ou multa.
Origem da decisão
A decisão tomada hoje pelos ministros do STJ teve origem em um recurso especial da Defensoria Pública contra a condenação de um homem pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo a mais de cinco anos de prisão por roubar uma garrafa de conhaque, desacatar policiais militares e resistir à prisão. Os ministros da Quarta Turma do STJ anularam a condenação por desacato.
Em seu relatório, o ministro Dantas afirmou que "a Comissão Interamericana de Direitos Humanos já se manifestou no sentido de que as leis de desacato se prestam ao abuso, como meio para silenciar ideias e opiniões consideradas incômodas pelo establishment, bem assim proporcionam maior nível de proteção aos agentes do Estado do que aos particulares, em contravenção aos princípios democrático e igualitário".
Por fim, o relator observou que a descriminalização da conduta não significa que qualquer pessoa tenha liberdade para agredir verbalmente agentes públicos.
"O afastamento da tipificação criminal do desacato não impede a responsabilidade ulterior, civil ou até mesmo de outra figura típica penal (calúnia, injúria, difamação etc.), pela ocorrência de abuso na expressão verbal ou gestual ofensiva, utilizada perante o funcionário público".

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Tudo é permitido: reality show promete chegar ao limite da selvageria humana

Um reality show promete levar os participantes ao limite da selvageria humana, permitindo que eles “lutem, matem e estuprem” em nome de sua sobrevivência – para ganhar o equivalente a mais ou menos R$ 5,5 milhões.
O “Game 2: Winter” deve ser realizado na Rússia e já foi apelidado pela imprensa de Jogos Vorazes da vida real, afinal seria como a escritora norte-americana Suzanne Collins descreve em seus livros uma aventura pós-apolicalíptica.
E o responsável pela criação desse formato é o excêntrico milionário Yevgeny Pyatkovsky, de 35 anos, que já disse que lá tudo será permitido. Trinta pessoas sendo 15 homens e 15 mulheres serão deixados à própria sorte no interior da Sibéria para tentar sobreviver a ataques de ursos e lobos, além de temperaturas de até 40 graus negativos por nove meses.
Todos que toparem participar estarão munidos apenas de facas, ou seja, nada de armas de fogo por lá. O milionário afirma que seu programa não se responsabilizará por nada de mal que possa acontecer aos aventureiros. E tudo estará em contrato, explicando que cada um será responsável por suas próprias escolhas. Pyatkovsky lembra que apesar do lugar não ter regras, como a Sibéria é um território russo, os participantes estarão sujeitos à aplicação das leis do país assim que saírem do programa.
Em entrevista ao jornal Siberian Times, o criador do game ainda comentou que as pessoas não serão simplesmentes largadas, afinal todos carregarão consigo um “botão de pânico”, ligado a um satélite. Assim, caso alguém queira desistir, basta apertá-lo para acionar o resgate por helicópteros. O prêmio sera dividido aos que permanecerem até o final.
Ainda de acordo com ele, várias emissoras de televisão querem transmitir o reality que será traduzido simultaneamente em inglês, francês, espanhol, alemão, árabe e chinês.
Com informações do Daily Mail e do Huffington Post.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Sobe número de brasileiros que usam 13º para pagar contas

Pesquisa de empresa de crédito indica que o porcentual de brasileiros que pretende usar o recurso para quitar dívidas subiu de 51% em 2015 para 56% em 2016
A pesquisa da Lendico foi realizada com mais de 5.000 pessoas com renda média na casa dos 3.000 reais por mês,
O fim do ano chegou e o brasileiro ainda não terminou de pagar as contas de 2016. Em ano de crise, o uso do 13.º salário para saldar dívidas, quitar ou adiantar financiamentos – já tão tradicional quanto a ceia de Natal – se tornou realidade para um número maior de pessoas. O movimento, porém, tem pouca influência para reduzir a inadimplência.
Uma pesquisa da Lendico, fintech que atua no ramo do crédito pessoal, apontou que o porcentual de consumidores que vão usar o 13.º salário para quitar dívidas subiu de 51% em 2015 para 56% em 2016. A pesquisa, feita com mais de 5.000 pessoas com renda média na casa dos 3.000 reais por mês, revelou ainda uma mudança importante de comportamento do consumidor, que agora está mais preocupado em poupar e investir do que em gastar com viagens e itens supérfluos.
Fundador da Lendico, Marcelo Ciampolini não vê uma alteração definitiva no padrão de gastos. “É mais uma reação à crise do que uma mudança definitiva. Provavelmente, no fim do ano que vem, se a economia tiver melhorado, as pessoas vão preferir gastar a poupar.”
Abrangência
A estratégia que se tornou a saída para uma parcela da população este ano já era usada há mais tempo por quem tem renda menor. A diferença é que, este ano, ficou mais apertado. “Muitas pessoas nem terão 13.º salário, ou porque estão desempregadas, ou porque são trabalhadores autônomos ou informais. Para completar, o crédito secou”, diz Maurício de Almeida Prado, sócio-diretor da consultoria Plano CDE, especializada nas classes C, D e E. Para o executivo, no entanto, se há um ano a percepção era de que a crise não duraria, hoje as pessoas são mais racionais em relação aos gastos.
Para o professor Rodrigo Alves, o ano foi de corte de custos, mas 2017 promete ter algum alívio. Por ter adquirido um apartamento em São Paulo, ele vendeu o carro e ainda busca comprador para outra propriedade que tem fora do estado. A primeira parcela do 13.º foi usada para amortizar o financiamento do imóvel. A outra metade vai para gastos correntes e investimento. “Quero aplicar a segunda parte em uma poupança para quitar futuras parcelas.”
Economista do birô de crédito Boa Vista SCPC, Flávio Calife diz que o uso do 13.º salário para quitar dívidas tem pouca influência sobre a inadimplência (contas em atraso por mais de 90 dias), já que os índices têm se mantido estáveis em relação a 2015. “As pessoas têm menos dinheiro, mas estão gastando menos e, também, mais preocupadas em honrar seus pagamentos”, diz. Além disso, as contas do início do ano são uma forte razão para o consumidor poupar, explica o economista.
Segundo Eduardo Jurcevic, superintendente de produtos do Santander, as pessoas devem começar 2017 com dívidas, porém, com pagamentos que cabem em seu orçamento. “Ano que vem será um ano de transição. O primeiro semestre será justo para o consumidor, mas haverá mudança de forma gradual no restante do ano.”
(Com Estadão Conteúdo)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Donald Trump poderá mudar os planos da NASA

Presidente eleito dos EUA, Donald Trump, poderá mudar foco da NASA: Marte ficaria de lado e atenções se voltariam para Europa, a lua de Júpiter.
Recentemente, o telescópio Hubble confirmou a existência de gêiseres de água que alcançam os 200 metros de altura na lua jupiteriana. Além disso, a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla original) já colocou o satélite como objetivo principal em sua corrida espacial, tendo previsto para 2022 o lançamento da missão JUICE (Jupiter Icymoons Explorer).
O interesse por Europa está no fato de que se trata de um satélite com grandes probabilidades de conter um oceano debaixo da crosta congelada de sua superfície. Uma missão para esta lua de Júpiter poderia recolher amostras desses gêiseres, para obter dados acerca de seu hipotético oceano interior e, com isso, ter também mais informações sobre as possibilidades de vida extraterrestre em Europa.
Fonte: Hipertextual

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

4 cidades misteriosas de origem desconhecida

Quatro cidades antigas e misteriosas despertam a curiosidade e alimentam variadas teorias sobre suas origens há séculos.
Leia abaixo quais são os recantos desse mundo que mais atiçam a imaginação dos viajantes.
Baalbek: Localizada no atual território libanês, essa cidade milenar é um dos sítios arqueológicos mais importantes do Oriente Próximo. Ela teve seu auge no Império Romano, mas, antes, havia sido ocupada pelos gregos e consagrada pelos fenícios em adoração ao deus Baal. Ninguém conhece a origem deste lugar, que parece estar lá desde sempre.
Derinkuyu: É a maior cidade subterrânea do planeta. Localizada na Turquia, seu nome significa “poço profundo”. Embora se acredite que ela tenha sido construída no início do século VII, alguns arqueólogos afirmam que data do ano de 1.400 a.C. Nela, há de 18 a 20 níveis cavados debaixo da terra, provavelmente pensados para o refúgio de ataques estrangeiros.
Puma Punku: A sudoeste do templo de Kalasasaya, no complexo monumental de Tiauanaco, na Bolívia, estão as ruínas de Puma Punku. Construído com blocos gigantes de pedras provenientes de uma jazida localizada a mais de 80 km do local, a cidade parece ter sido construída por volta do século VI, embora ainda não se saiba por quem.
Ggantija: Localizado em Malta, a lenda diz que esse antigo assentamento neolítico foi construído por uma mulher gigante, que transportava as pedras enormes de granito (algumas de até 5 metros de altura) sobre sua cabeça. Erguidos entre os anos 3.600 e 2.500 a.C., os templos Ggantija são as construções religiosas mais antigas do planeta.
Fonte: SuperCurioso

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Facebook declara guerra aos boatos.

Facebook vai combater boatos → Todos os dias o Facebook, uma das redes sociais mais usadas do mundo, é invadida por uma série de boatos. Depois de muitos anos, o Face decidiu que vai combater o compartilhamento de informações falsas por meio de uma ferramenta que sinalizará as notícias cuja veracidade esteja em discussão.
Como funcionará? Bom! De acordo com empresa, a nova ferramenta consistirá num pequeno sinal de advertência que será acrescentado ao lado das notícias consideradas duvidosas. Então, os verificadores independentes serão responsáveis por analisar as notícias que os usuários denunciarem como falsas. Depois disso, será emitido um sinal de alerta se a informação for considerada boato. Sendo assim, essas informações deverão ser eliminadas do feed de notícias.
Impacto positivo → O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, usou seu perfil na rede social para anunciar a novidade. Ele disse que a nova medida tem como objetivo combater a avalanche de notícias sem embasamento na internet. "Temos a responsabilidade de garantir que o Facebook tenha impacto mais positivo no mundo", disse Zuckerberg.
Washington Luiz, repórter do Momento Verdadeiro.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Novo pacote prevê jornada flexível para trabalhadores

O governo deve anunciar na próxima semana uma série de propostas para mudanças nas regras trabalhistas. O pacote, que ainda está em discussão, prevê a criação da modalidade de contratação por hora trabalhada, com jornada flexível.
Sob esse regime de jornada intermitente, o trabalhador poderá ter mais de um patrão, que poderá acioná-lo a qualquer hora do dia, sem necessidade de cumprir horário comercial. Os direitos trabalhistas serão pagos proporcionalmente.
Na última segunda-feira, dia 12, o Broadcast - serviço em tempo real do Grupo Estado - antecipou que o projeto que regulamenta o trabalho intermitente pode ser votado, em caráter terminativo, na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado na quarta-feira (21).
O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, porém, disse ao Estado que essa questão ainda não está pacificada e que o governo só vai avançar nos temas a respeito dos quais houver um "amplo entendimento" entre os trabalhadores e os empregadores.
A jornada intermitente vem sendo estudada como uma maneira de estimular a geração de empregos, mas encontra resistência entre movimentos sindicais, que veem na iniciativa uma forma de precarização dos direitos trabalhistas.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...