PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Blogueira é processada após comentários negativos contra criança com Down


Uma publicação em rede social em homenagem a uma criança com Síndrome de Down se transformou em Boletim de Ocorrência por injúria nesta sexta-feira (24) . O caso aconteceu no Recife e a acusada é a jornalista, modelo e blogueira de Moda Julia Salgueiro, que assina o blog ModaModaModa.
Na terça-feira (21), data em que é comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down, a jornalista Juliana Preto postou no Facebook uma foto com o sobrinho, uma criança de 11 meses, portador de Síndrome de Down. O post foi publicado em modo público como forma de homenagear e dar visibilidade às pessoas que têm essa síndrome. Entre os comentários, o da blogueira Julia Salgueiro chamou a atenção por fazer uma infeliz comparação. “É que nem filhote de cachorro. Lindos quando são pequenos (...)”, escreveu ela, entre outras palavras de teor negativo.
A blogueira ainda fez comentários negativos sobre pessoas adultas com Síndrome de Down que têm relações sexuais. “É nojento” e “Vai sair um monte de filhote de toin toin”, escreveu a blogueira na publicação de Julia. Após a recepção negativa de seus comentários, em sua rede social, Julia escreveu uma publicação sobre ser hostilizada por “pensar diferente”. "Voltei a aprimorar minha fama de 'má' (...), 'monstra' entre outras coisas que denominam os seres pensantes que raciocinam diferente da boiada".
Ao fim da publicação, ela pedia sugestões de séries “pensantes”, mas, entre os comentários, acabou por ratificar sua opinião sobre as pessoas com deficiências. "Não vale aquela dos zumbis. Sei que apesar de ser muito filosófica, ela é nojenta (assim como o sexo entre deficientes mentais)". De acordo com livro "Diversidade - Mídia e Deficiência", publicado pela Agência de Notícias dos Direitos da Infância, a terminologia mais correta para se referir a alguém que tem déficit intelectual ou transtorno mental é “pessoa com deficiência/doença mental”. A adequação da fala e uso da terminologia correta se dá para promover a inclusão social das pessoas.
A mãe da criança, Maria Cláudia Albuquerque, registrou um Boletim de Ocorrência contra a blogueira nesta sexta na Delegacia de Casa Amarela. Apesar de Julia ter apagado os comentários, a família registrou todos por meio de prints, que servirão como provas do comportamento da acusada. Em sua página numa rede social, Maria manifestou sua tristeza com o caso. "Sim, existem pessoas cruéis e ruins nesse mundo. Mas jamais nos calaremos. JAMAIS!!! Preconceituosos não terão vez. Faço e farei de tudo para que os direitos do meu filho e de todos os outros sejam respeitados."
“Ela fez um comentário extremamente ofensivo aos portadores de Síndrome de Down”, classificou o delegado Paulo Rameh, da Delegacia de Casa Amarela, que cuidará do caso. Ele explica que o caso será tratado como “injúria qualificada”, em razão da condição da vítima ser uma criança portadora de deficiência. Ainda de acordo com o delegado, a tia da vítima não conhecia a blogueira pessoalmente, mas a conhecia por meio de redes sociais.
Para Paulo Rameh, os prints com os comentários da blogueira são suficientes como provas e o processo seguirá. “A expectativa é que ela [Julia Salgueiro] seja intimada já nesta segunda-feira (27) e compareça à delegacia na quarta-feira”, informa. Procurada pela reportagem do portal FolhaPE, Julia não se manifestou.
Blogueira Julia Salgueiro responderá por injúria qualificada após fazer comentários preconceituosos contra pessoas portadoras da Síndrome de Dow

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Homem tenta roubar escola e acaba preso em grade na fuga

Um homem que tentou roubar uma escola primária em Tucson (Arizona, EUA) acabou passando vergonha ao pular a grade do colégio na última sexta-feira (24/3):
Ladrão fica preso em grade de escola | Reprodução/Facebook(Jesse Sensibar)
Após desequilíbrio, a calça do ladrão ficou presa na grade e ele acabou "exibido" de cueca para todos que passavam.
De acordo com afiliada da rede ABC, o homem tentou escapar ao perceber que estava sendo gravado por câmera de segurança. Não deu certo.
Jesse Sensibar testemunhou o incidente, registrou, postou no Facebook (imagem acima), mas não revelou como a história terminou.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Frigorífico tritura animais inteiros para usar em hambúrguer! Será verdade?

 
Vídeo mostra uma enorme máquina que tritura animais inteiros em poucos segundos! Será que as empresas usam essa carne nos hambúrgueres?
O vídeo apareceu com força nas redes sociais na segunda quinzena de março de 2017, poucos dias após o anúncio da Operação Carne Fraca pela Polícia Federal. De acordo com o texto que acompanha essa filmagem, os animais são colocados inteiros nessa trituradora para gerar a matéria-prima de hambúrgueres, salsichas e embutidos em geral!!!
Será que essa história é real? Será que o hambúrguer e a salsicha que compramos congelados no supermercado são feitos de animais inteiros moídos?
Assista ao vídeo abaixo e veja o que descobrimos (CUIDADO, IMAGENS FORTES):
Verdadeiro ou falso?
Apesar do vídeo (e suas várias versões) circular com força em março de 2017, ele é bem mais antigo. Encontramos postagens semelhantes feitas no YouTube em 2014.
O vídeo abaixo é de 2012 e mostra uma máquina semelhante, mas antes que você fique assustado com as imagens, precisamos avisar que os animais já estavam mortos antes de entrarem no triturador e não servem para o consumo:

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Homens se passam por clientes de motel em Serra Talhada fizeram a limpesa no local, roubam dinheiro e TV

 
No balanço do fim de semana, a Delegacia local registrou assalto a um motel, localizado às margens da BR-232, em Serra Talhada/PE, no Sertão do Pajeú, nesse domingo (26).
Em conversa com o Farol de Notícias, a Polícia Civil informou que três homens entraram no recinto em um Gol prata se passando por clientes. No quarto, o trio consumiu bebidas alcoólicas do frigobar do motel e depois tentou fugir sem pagar.
Na fuga, arrombaram o portão principal e aproveitaram para roubar R$ 150 e uma TV de 22 polegadas que estavam na recepção. A polícia usará imagens de câmeras de segurança do local para tentar identificar os suspeitos. O crime ocorreu por volta das 2h da manhã.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Serra Talhada promove 1º Seminário de Educação Inclusiva sobre Síndrome de Down

 
A Prefeitura de Serra Talhada realiza na próxima sexta-feira, 31 de março, o “1º Seminário de Educação Inclusiva: Diga Não ao Preconceito, Ser Diferente é Normal”, promovido pelo Centro de Atendimento Especializado da Educação, da Secretaria Municipal de Educação.
O foco do seminário é discutir a inclusão escolar das crianças com Síndrome de Down, em virtude do Dia Internacional da Síndrome de Down, 21 de março.
“Nós vamos discutir junto com as famílias a inclusão escolar, principalmente das crianças portadoras de síndrome de Down. Um momento onde essas famílias poderão compartilhar suas experiências de inclusão, discutir os desafios e compartilhar aprendizados”, explica Núbia Sampaio, coordenadora do Centro de Atendimento Especializado da Educação.
O seminário vai acontecer no CEU das Artes, na Caxixola, a partir das 08h, e será aberto ao público. Haverá palestra sobre a inclusão das crianças com Síndrome de Down, apresentações, exibição do filme “Filho Eterno”, recreação e produção de um documentário com as famílias participantes.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Mais um carro-forte é explodido na PE-120 em Bonito, no Agreste de PE

Um carro-forte foi assaltado no fim da manhã desta segunda-feira (27) na PE-120 em Bonito, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu em um local conhecido como “trevo do formigueiro”.
Há três meses, um carro-forte foi explodido no mesmo trecho da rodovia. Segundo a PM, ainda não há informações sobre quantos suspeitos participaram da ação, quantia levada pelos bandidos e se alguém ficou ferido. (Via: G1 Caruaru)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Assaltantes fazem arrastão na PE 360 entre Floresta e Ibimirim, entre as vítimas, quatro vereadores de Belém do São Francisco

Na noite deste último sábado dia (25), bandidos fizeram um arrastão na PE 360 entre os municípios de Floresta e Ibimirim, no Sertão pernambucano, entre as vítimas, quatro vereadores de Belém do São Francisco.
Eles retornavam da cidade de Bonito, onde participavam da eleição para escolha da nova diretoria da UVP. Segundo informações do nosso parceiro do Blog Didi Galvão, que conversou com Joase Campos, presidente da câmara de vereadores de Belém do São Francisco, por telefone, ele informou que estava em seu veículo na companhia do vereador Vandinho Marcula e das vereadoras, Aida Nogueira e de Aurora Guedes. Joase disse ainda que os bandidos fizeram um arrastão, forçando os motorista a pararem os veículos e em seguida levavam dinheiro e os pertences dos ocupantes dos carros.
Os assaltantes levaram dos parlamentares todos os documentos, aparelhos de celular, dinheiro em espécie e outros objetos. Joase Campos também disse que passaram pela cidade de Floresta e prestaram queixa, o Boletim de Ocorrência foi feito cabe agora as autoridades adotarem as providencias. Lembrando que nesse mesmo trecho o ex prefeito de Belém do São Francisco, Gustavo Caribé, também foi vítima desse tipo de prática criminosa. Resta saber quando as autoridades do estado de Pernambuco, vão adotar algum tipo de medida para acabar com os assaltos que vem acontecendo quase todos os dias em estradas que cortam o sertão do estado.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Correios poderá fazer demissões em massa

Acumulando prejuízos, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) avalia uma medida radical para fechar o rombo em seus cofres: uma forma de driblar a estabilidade dos empregados e fazer demissões motivadas", com o objetivo de reduzir o quadro de pessoal; estimativas preliminares indicam a necessidade de enxugamento de 20 mil a 25 mil funcionários para equilibrar as despesas operacionais e dar sustentabilidade aos Correios; possibilidade já enfurece sindicato de trabalhadores da empresa. Caso a medida realmente vá adiante, seria um precedente importante para outras estatais em crise, ao relativizar a estabilidade de trabalhadores que ingressaram por meio de concurso

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Adutora do Pajeú “deu pau” de novo

 
A Companhia Pernambucana de Saneamento – COMPESA – Comunica a População em geral que desde as 10h do domingo, dia 26 de março, o sistema da Adutora do Pajeú está parado devido a um estouramento ocorrido entre a Estação Elevatória 04 e 05 entre Serra Talhada e Flores.
Com isso, está paralisada a distribuição nas cidades de Flores, Carnaiba, Quixaba, Afogados da Ingazeira, Tabira, Solidão, Tuparetama, Iguaracy, Ingazeira, além dos Distritos de Jabitacá e Borborema, além de redução de vazão em São José do Egito.
Serra Talhada escapou dessa vez, mas na cidade aumentaram muito as queixas contra a Compesa. Com queda no principal manancial, a cidade é cada vez mais dependente da Adutora. O tema chegou à Câmara de Vereadores, onde a Compesa foi alvo de muitas críticas.
“Por tal motivo ficará com o abastecimento suspenso com previsão de retorno para o final do dia de hoje, mas assim que o problema for resolvido volta a comunicar através dos meios de comunicação”, diz a nota.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Ciro diz que receberia "turma" do juiz Moro "na bala"

O ex-ministro da Integração Nacional no governo Lula, Ciro Gomes (PDT) — que também é pré-candidato a presidente para as eleições de 2018 — gravou um vídeo, na última terça-feira, no qual desafia o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, a prendê-lo. Gomes afirma que, se isso vier a acontecer, ele receberá a "turma" de Moro "na bala".
As declarações foram dadas em uma entrevista ao jornal GGN no dia em que a Polícia Federal cumpriu, em São Paulo, mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva contra o blogueiro Eduardo Guimarães, que edita o site Blog da Cidadania.
"Hoje esse Moro resolveu prender um blogueiro. Ele que mande me prender. Eu vou receber a turma dele na bala", diz o pedetista no vídeo que circula na internet e em grupos de WhatsApp.
Na entrevista, Ciro faz ainda uma ressalva: "Se eu não tiver cometido nada errado".
Em outro trecho da entrevista, Ciro critica o coordenador da força-tarefa da Operação Lava-Jato em Curitiba, o procurador Deltan Dallagnol, pela entrevista coletiva na qual apresentou os fundamentos da denúncia contra o ex-presidente Lula.
"Você pegar um garoto como esse Dallagnol... chamar a imprensa, em tempo real, eu assisti àquilo, o Power Point com aquele negócio todo. O que é isso? E se no futuro, o cidadão por ele acusado dessa forma midiática, exibicionista, espetaculosa, for absolvido? Sabe o que vai acontecer? O estado brasileiro vai ter que indenizar esse cidadão com uma fortuna, e não acontece nada com ele (Dallagnol)", diz.
O ex-ministro faz críticas constantes à atuação de Moro. No ano passado, Ciro chegou a sugerir que, caso o ex-presidente Lula fosse preso no âmbito da Operação Lava-Jato, ele poderia "sequestrar" o petista e levá-lo a uma embaixada com pedido de asilo para que ele possa se defender “de forma plena e isenta”.
— Pensei: se a gente formar um grupo de juristas, a gente pode pegar o Lula e entregar numa embaixada. À luz de uma prisão arbitrária, um ato de solidariedade particular pode ir até esse limite. Proteger uma pessoa de uma ilegalidade é um direito — disse Ciro ao GLOBO na ocasião.
Pré-candidato à Presidência, Ciro aparecia com 1,2% das intenções de voto, em oitavo lugar, na pesquisa realizada pelo instituto MDA de fevereiro, feita sob encomenda da Confederação Nacional dos Transportes (CNT). A margem de erro da pesquisa era de 2,2 pontos percentuais, e o nível de confiança, de 95%. (O Globo)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Em meio à crise, brasileiro volta ao celular básico

Em tempos de crise, o mercado brasileiro de celulares deu um passo atrás: a venda de celulares básicos, sem acesso à internet, cresceu 18,5% no ano de 2016, na comparação com o ano anterior, segundo dados da consultoria IDC Brasil. Ao todo, 4,9 milhões de aparelhos do tipo foram vendidos no país durante o ano passado.
“A crise e a desvalorização do real frente ao dólar, especialmente no início do ano, influenciaram bastante nesse movimento”, diz Leonardo Munin, analista de pesquisas da IDC Brasil. Como muitos dos componentes de smartphones são importados – a maioria dos aparelhos é apenas montada no país -, a influência do dólar fez o mercado de smartphones de entrada ficar pouco acessível para muitos brasileiros. “O usuário que queria comprar um novo celular inteligente acabou tendo de voltar para um modelo mais básico”, avalia Munin.
“O consumidor pode ficar sem um produto de alta especificação, mas não fica sem telefone”, diz Francisco Hagmeyer Jr., diretor comercial da DL, uma das principais fabricantes que se beneficiaram com a busca por aparelhos mais básicos – chamados de feature phones.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Foi aprovada oficialmente a vacina que pode curar o diabetes de forma definitiva

Foi no mês de fevereiro deste ano que a FDA anunciou que foi aprovado um teste de fase intermediário para a #vacina chamada ‘Bacilo Calmette-Guerin’ (BCG), que tem como objetivo, agir contra o diabetes ou até mesmo curar a doença de forma definitiva. Os testes serão realizados em 150 adultos que estão em estágio avançado da doença, inicialmente para saber como a medicação age no corpo dos doentes a longo prazo.
A notícia que já está sendo comemorada pelo mundo todo, foi divulgada pela Dra. Denise Faustman, na 75ª Sessão Científica da Associação Americana de #Diabetes. A médica atualmente é diretora e investigadora principal do Laboratório de Imunologia do hospital Geral de Massachusetts, que fica em Boston, nos Estados Unidos.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Trabalhar pra quê? Em Serra Talhada, beneficiário do Bolsa Família recebeu R$ 52 mil em quatro anos

Vida Mansa: Em Serra Talhada, homem é 4 vezes o maior beneficiário anual do Bolsa Família e acumula R$ 52 mil
Instituído em janeiro de 2004, no primeiro governo do ex-presidente Lula, o programa de transferência de renda Bolsa Família já foi destaque no mundo inteiro, inclusive, com perspectiva para ser copiado por outros países. Em Serra Talhada (PE), o programa é um dos carros-chefes na questão de movimentação financeira do comércio local.
Com uma média entre 10 mil e 12 mil beneficiários, o Bolsa Família ao longo desses 13 anos ajudou bastante para diminuir o grau de miséria da população local. Apesar do perfil prioritário de beneficiárias é ser mulheres mães de família na linha da pobreza, uma coisa chamou a atenção nos últimos 8 (oito) anos. Um homem, de nome Reginaldo Gomes Pacifico, foi tetracampeão em arrecadação como beneficiário do programa Bolsa Família. Desde o ano de 2013, ele é o beneficiário líder em arrecadação no município de Serra Talhada. 
Em consulta realizada no Portal da Transparência pelo site OPAJEU.COM.BR, vejamos que para ser campeão desse titulo inusitado, Reginaldo, já aparecia anteriormente, desde 2009, na luta como um dos maiores beneficiários. O que surpreende na pesquisa é que para ser tetracampeão, Reginaldo recebeu nesses últimos 4 (quatro) anos um valor maior que o próprio salário mínimo (chegando aos incríveis R$ 11,2 mil anuais), que tem por cálculo base a remuneração que um trabalhador deve receber da empresa que trabalha.
Se juntarmos os valores de todos os anos, Reginaldo recebeu uma ótima quantia de R$ 52.510,00 mil reais, que sem sombra de dúvidas deve ter ajudado bastante a família, já que desde o corte nacional realizado outubro de 2016, ele (Reginaldo) não consta mais como beneficiário do Bolsa Família.
Clique aqui e leia a matéria na íntegra do site opajeu.com.br:


Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Ministério Público mira 26 matadouros pernambucanos, Floresta e Carnaíba estão na lista

Um galpão no meio de um descampado é a primeira vista que os olhos alcançam do cenário de uma matança. Os urubus insistentes e o cheiro forte conduzido pelo vento são só os primeiros e incômodos sinais da irresponsabilidade que está prestes a se revelar. Por trás das paredes com pintura desgastada, carne bovina é manipulada sem que o mínimo de higiene pareça ter significado. Cães conformados com as vísceras que carregam na boca deitam-se sob a sombra.
Dois funcionários que persistem no local recolhem e guardam materiais que ainda serão usados mais duas vezes ao longo da semana. Em poucos dias, o curral estará cheio de gado novamente, o mesmo cuja carne chegará a mesas não muito distantes dali. A poucos metros dali, urubus sobrevoam o curral, já sem bois após uma madrugada de matança. Estão interessados nas carcaças de chifres e cabeças descartadas próximo ao matadouro.
Razoável seria se essa situação, encontrada no Matadouro Público de Jurema, no Agreste de Pernambuco, fosse uma exceção. Não é. Se o Brasil ficou chocado com os resultados da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que investiga crimes que macularam a credibilidade da produção de frigoríficos grandes e donos de marcas conhecidas, por outro lado, parece negligenciar há décadas o que ocorre em abatedouros públicos em situação precária no Estado.
O de Jurema foi interditado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) um dia após a Folha de Pernambuco ir ao local. Pelos menos outros três tiveram as portas cerradas neste ano por condições precárias entre eles os de Floresta e Carnaíba, no Sertão, e São João, no Agreste. Outros 26 tiveram o pedido de fechamento feito por promotores. E nos últimos seis anos, 57 estabelecimentos do tipo foram interditados ou desativados por irregularidades semelhantes.
“Verificamos que muitos matadouros funcionam há anos gerando riscos ao meio ambiente e com ilegalidades em todo o processo sanitário, o que é um risco evidente à saúde do consumidor. Do jeito que está, não pode continuar”, avalia a promotora Liliane Fonseca, coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça (Caop) de Defesa do Consumidor do MPPE.
Em parceria com promotorias municipais, a instituição desenvolve, desde 2011, o programa Carne de Primeira, que já resultou em 19 inquéritos civis e 24 ações civis públicas acerca de matadouros em situação irregular.
Normas
Para funcionar de forma adequada, um matadouro deve atender normas não só relativas à qualidade da carne, mas ambientais e trabalhistas. O de Jurema parece padecer de boa parte dos males gerados pela falta de atenção a essas regras. A água residual do abate, imunda, corre por vários sulcos na terra. Cachorros defecaram próximo à porta do estabelecimento, perto de onde as carnes costumam ser manipuladas. Moscas estão presentes às dezenas, atraídas pela sujeira.
Com um misto de vergonha e resignação, um funcionário do matadouro resmunga: “É isso aqui que alimenta a boca de dez famílias”. Servidor público que é, não teme propriamente por si, mas pelas pessoas que, indiretamente, se beneficiam da atividade precária: negociadores de gado, vendedores e até mesmo pedintes em busca de sobras às terças, sextas e sábados, dias de matança dos bois.O matadouro foi interditado na última quarta-feira, um dia após a visita da reportagem da Folha de Pernambuco ao local.
Conforme a promotora de Justiça de Jurema, Mariana Cândido, o estabelecimento será alvo de uma reunião daqui a 15 dias para avaliar a adoção de medidas. Por enquanto, o abate passará a ser feito em Canhotinho.
“Um inquérito civil foi instaurado para apurar essa situação. Sabemos que a atividade de abate é naturalmente poluente e tem manutenção muito cara. Já era difícil e, com a crise, ficou ainda mais”, avaliou. Nenhum representante da prefeitura foi encontrado pela reportagem in loco ou por telefone.
O impasse das exigências
Uma placa afixada na entrada do Matadouro Municipal de Cupira,também no Agreste, indica que o local foi reformado há oito anos. As expectativas geradas pelo aviso são correspondidas em parte.
Dentro do prédio, um ambiente bem mais limpo afasta a repugnância causada pelas passagens anteriores por abatedouros em situação precária. Mas a presença de um gato por perto e o pouso insistente de moscas sobre a carne prestes a ser transportada para açougues só evidencia que, quando se fala em produção de carne bovina, responsabilidade pela metade não deveria ser admitida. Não à toa, se não passar por novas adequações, o local pode ser fechado em até três meses.
A deliberação foi tomada após uma fiscalização da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária (Adagro), em janeiro, após acionada pelo MPPE. Entre as necessidades, estão a construção de passarelas que permitam o acesso dos funcionários ao curral sem contato direto com os animais e a aquisição de mais equipamentos de proteção individual. Serras para uso em diferentes partes da carcaça do animal também são exigidas pelas normas. Lá, só há uma para tudo.
Outra cobrança dos fiscais é a utilização de uma pistola pneumática durante a matança. O equipamento, com ar comprimido, deve ser disparado, de preferência uma só vez, sobre a parte frontal da cabeça do boi, desnorteando-o para “evitar” um sofrimento maior e um estresse antemorte.
Nesse processo, o animal é pendurado pelas patas traseiras, ainda inconsciente, e segue para a fase da sangria. A vida se esvai quando é feito um corte na carótida e da jugular do bovino. Em Cupira, Jurema e boa parte dos matadouros do Interior, porém, o abate é feito de um modo ainda mais cruel: o boi é tombado e recebe marretadas na cabeça. Quando dá o último suspiro, geralmente, está com o crânio esfacelado e os olhos esbugalhados.
Em Cupira, todas as terças e sextas-feiras, cerca de cem bois são abatidos e abastecem mercados e feiras da própria cidade, além de Agrestina e Panelas, na mesma região. “Ninguém nunca teve problema com a carne. Para o nosso padrão, ninguém reclama”, ameniza o diretor do matadouro, Gustavo Danilo. O secretário municipal de Agricultura, Edson Calado, completa com uma dose de pragmatismo: a prefeitura não tem condição de adequar o estabelecimento às condições exigidas. “Só a pistola custa R$ 30 mil, a cadeira também é algo complicado. Fazer essas adaptações, que vão custar mais de R$ 800 mil, é muito pesado para cidades como a nossa”, declara.
Concorrência
A situação precária de alguns matadouros, além de expor os riscos da carne produzida em várias regiões do Interior do Estado, revela um problema de viabilidade econômica. Como manter o equilíbrio financeiro e investir em estabelecimentos que sofrem a concorrência de cidades vizinhas?
Em Jurema, por exemplo, segundo funcionários, cerca de dez bovinos são abatidos em cada um dos três dias de matança. No restante da semana, as instalações e os funcionários ficam ociosos.
A apenas 36 quilômetros dali, há outro matadouro em atividade. “O número de abates não justifica cada município ter um abatedouro. Não conseguem se manter, o custo é alto, e acabam funcionando de forma irregular, sem que saibamos a procedência da carne, tampouco como ocorre seu transporte e armazenamento”, afirma a promotora Liliane Fonseca, do Caop de Defesa do Consumidor.
O que parece ser consenso entre MPPE, prefeituras e Governo do Estado para solucionar as precariedades desses estabelecimentos é a instalação de matadouros regionais. Grupos de municípios formariam consórcios para investir em locais que atendessem, conjuntamente, às necessidades de produção de carne de uma população maior.
É o caso de Cupira, Panelas, Lagoa dos Gatos e Agrestina, próximas entre si. “É uma tendência acabar com os matadouros municipais. É uma ideia interessante, porque investir quase R$ 1 milhão para adequar o nosso matadouro, que tem uma estrutura antiga, e não ter retorno econômico, é algo bastante complicado”, explica o secretário de Agricultura de Cupira, Edson Calado.
Prefeito de Barra de Guabiraba, também no Agreste, Wilson Madeiro viu o matadouro da cidade ser alvo de uma fiscalização há poucos dias. O desfecho não foi diferente dos de regiões vizinhas: o estabelecimento terá que ser fechado em até 20 dias. Como solução, o gestor defende algo parecido à cobrança pelo cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos, que, apesar dos atrasos, vem gerando ações compartilhadas entre municípios para dar fim a lixões e destinar produtos descartados de forma correta.
“Vencer esses desafios exige ações cooperadas. Se sobrar só para cada município, não se está preparado para adquirir verba e construir [um matadouro], muito menos num tempo curto”, conclui.
Da Folha de Pernambuco

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Primeira morte por afogamento é registrada em canal da transposição

 
Um homem identificado Jurandir Silva, o Dudão, morador do Sítio Lage da Onça, foi a primeira pessoa a morrer por afogamento nas águas do Canal da Transposição em Sertânia. Ele mergulhava com amigos na tarde deste domingo (26), quando tomava banho.
O fato aconteceu na barragem Campos no sítio Caldeirão, município de Sertânia. Os relatos dão conta de que Jurandir mergulhou e não submergiu. Os banhos são proibidos nos canais e barragens na área da Transposição em todo o seu curso.
O Ministério da Integração costuma informar que é proibido o banho em spots nas emissoras de rádio por onde passa o canal. Em vão. Desde o período carnavalesco, flagrantes indicam a presença de um grande número de pessoas mergulhando na área. O risco existe porque em algumas situações o volume de água sobe muito rapidamente.
Para se ter uma ideia, a última estação de bombeamento do Eixo Leste deve entrar em operação plena nesta quarta-feira (29). A EBV-6 aguarda a instalação da segunda motobomba, que estava em fase de testes. “Com as duas em operação, a vazão da água no leito do rio Paraíba, em Monteiro (PB), será duplicada, atingindo 9 metros cúbicos por segundo. Os reservatórios Campos (onde ocorreu o acidente) e Barro Branco estão em fase final de enchimento. Com a chegada da nova motobomba, o manancial receberá o volume total previsto no projeto”, diz o Ministério em nota.
Ou seja, o volume vai aumentar ainda mais. O problema é a falta de fiscalização: nem federação, nem estado, nem municípios tomam de conta… (Nill Júnior)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Boletim na íntegra das ocorrências registradas nos dias 25 e 26 de março 2017.

Ocorrências registradas na área desta OME, no dia 26 de março 2017.
B-99 (VIOLÊNCIA DOMÉSTICA)
Município Iguaracy-PE
Local Ditrito de Jabitacá, Iguaracy-PE
Data/Hora 261540MAR2017
Imputado J. B. T., 25 anos, casado, agricultor.
Endereço Zona Rural, Iguaracy-PE
Vítima A. R. B., 22 anos, casada, agricultora.
Endereço Zona Rural, Iguaracy-PE
B. O. Nº: 558/2017
Efetivo: ROCAM
Resumo: Populares solicitaram a ROCAM para seguirem até o endereço citado. Lá chegando foi informado que o imputado invadiu a residência onde sua esposa se encontrava e teria lhe agredido com socos e empurrões. As testemunhas presentes no local seguraram o imputado e o retiraram da residência, acabando assim com as agressões, porém o imputado, foi até sua própria casa e se armou com uma faca peixeira e retornou ao endereço com o intuito de ferir a vítima. As testemunhas voltaram a interferir, segurando o imputado e tomando a faca peixeira. A faca foi apreendida e os envolvidos foram encaminhados juntamente com as testemunhas para a DP local para as providências cabíveis.
_________________________________________________________________________________
H - 02 (ACIDENTE COM LESÃO CORPORAL)
Município Itapetim-PE
Local Centro, Itapetim-PE
Data/Hora 261700MAR2017
Condutor F. J. L., 29 anos, solteiro, agricultor
Endereço São João, Itapetim-PE
Vítima S. A. L., 20 anos, solteiro, agricultor
Endereço Cohab, Itapetim-PE
B. O. Nº: 559/2017
Resumo: A GT local realizava rondas, quando se deparou com um acidente de trânsito, tipo queda, onde a vítima caiu do bagageiro da motocicleta Honda FAN 125, cor vermelha, ano 2009, placa KGO 7216, conduzida pelo envolvido 01. A vítima foi socorrida para o hospital local com pequenos ferimentos. A ocorrência foi passada a disposição da DP local.
__________________________________________________________________________________
J-02 (INCÊNDIO COMERCIAL)
Município Tabira-PE
Local Centro, Tabira-PE
Data/Hora 261720MAR2017
Vítima R. F. N., 47 anos, casado, comerciante
Endereço zona rural, Tabira-PE
B. O. Nº: 560/2017
Efetivo: GT LOCAL
Resumo: A GT local foi solicitada pela central da 2ª CPM para averiguar uma solicitação de incêndio a estabelecimento comercial. Chegado ao local constatou-se a veracidade, sendo relatado pela vítima os danos causado pelo o fogo, que foram: 01 (uma) porta, 04 (quatro) manequins, e diversas peças de roupas. A vítima encontrou no chão do estabelecimento 01 ( um) palito de fósforo queimado. A ocorrência foi repassada a Depol local para medidas cabíveis.
_________________________________________________________________________________
B-04 LESÃO CORPORAL
Município Afogados da Ingazeira-PE
Local Zona Rural, Afogados da Ingazeira-PE
Data/Hora 261830MAR2017
Imputado F. A. S., 37 anos, amasiado, agricultor.
Endereço Zona Rural, Afogados da Ingazeira-PE
Vítima D. M. S., demais dados não informados.
Endereço: Não informado.
B. O. Nº: 561/2017
Efetivo: ROCAM
Resumo: A ROCAM foi acionada pela central, para atender a uma ocorrência de lesão corporal no endereço citado. Chegando ao local, a vítima informou que ao aproximar-se de sua casa, flagrou o imputado agredindo sua filha em frente da residência. Ele também informou que quando foi intervir, o imputado estava de posse de uma faca peixeira com a qual esfaqueou a vítima na virilha, atingindo o testículo direito. O imputado evadiu-se pela caatinga. Segundo a vítima, ele estava embriagado e a mesma desconhece os motivos das agressões. A vítima apresenta sinais de embriaguez alcoólica e foi socorrida para o Hospital Regional e em seguida apresentada na DP Local. Foram realizadas diligências, porém o imputado não foi localizado.
__________________________________________________________________________________
B-99 (ALCOOLEMIA)
Município São José do Egito-PE
Local Centro, São José do Egito-PE
Data/Hora 262100MAR2017
Imputado A. P. A., 37 anos, amasiado, músico
Endereço Novo Horizonte, São José do Egito-PE
B. O. Nº: 562/2017
Efetivo: GT LOCAL
Resumo: A GT local foi solicitada pela central da 3ª CPM, a qual informou que na pizzaria Guillas estava ocorrendo um perturbação de sossego. O policiamento fez deslocamento ao local, onde o imputado havia batido numa mesa e se evadido, onde o mesmo foi interceptado, sendo realizada abordagem ao seu veículo VW Parati, cor vermelha, ano 1996, placa KLA 3943. O imputado apresentava visíveis sinais de embriaguez alcoólica, sendo o mesmo juntamente com seu veículo conduzidos a DP e em seguida o imputado foi submetido a exame no hospital local onde foi constatada a alcoolemia. O imputado foi conduzido a DP de Afogados da Ingazeira, onde foi autuado em flagrante.

Ocorrências registradas na área desta OME, no dia 25 de março 2017.
FURTO
Município : São José do Egito – PE.
Local : Conj. Hab. Jr. Valadares, São José do Egito – PE.
Data/Hora : 251000MAR2017.
Imputado-1 : M F P Filho, 31 anos, estado civil não identificado, agricultora.
Endereço : Conj. Hab. Jr. Valadares, São José do Egito – PE.
Vítima-1 : R S de Souza, 80 anos, casado, aposentado.
Endereço : Conj. Hab. Jr. Valadares, São José do Egito – PE.
Resumo : A GT ordinária foi solicitada através da central de rádio da 3ª CPM para fazer deslocamento até o endereço mencionado onde havia ocorrido um furto. No local, o efetivo tomou conhecimento que a imputada estava ingerindo bebida alcoólica no bar da vítima que fica na sua residência, quando ela pediu para ir ao banheiro que fica dentro da casa e ao retornar, a vítima observou que a imputada saiu com uma bolsa. Diante dos fatos, os envolvidos foram conduzidos à DP local para serem tomadas as medidas cabíveis, onde a imputada entregou todos os documentos da vítima que a mesma havia subtraído, porém, a vítima desistiu de representar contra a imputada.
__________________________________________________________________________________
AMEAÇA
Município : Tabira – PE.
Local : Bairro Fátima I, Tabira – PE.
Data/Hora : 251630MAR2017.
Imputado : M J de B Filho, 59 anos, separado, agricultor.
Endereço : Bairro Fátima I, Tabira – PE.
Vítima : V A dos Santos, 62 anos , amasiada, agricultora.
Endereço : Bairro Fátima I, Tabira – PE.
Resumo : A guarnição ordinária foi solicitada pela vítima relatando que o imputado, com o qual possui uma desavença, foi até sua residência para ameaçá-la com um facão. O policiamento foi até o local e o acusado apresentava visíveis sinais de embriaguez alcoólica, porém a arma branca não foi encontrada. As partes foram conduzidas a delegacia local para as providências cabíveis.
__________________________________________________________________________________
ACIDENTE DE TRÂNSITO COM LESÃO CORPORAL
Município : Afogados da Ingazeira – PE.
Local : Bairro São Braz, Afogados da Ingazeira – PE.
Data/Hora : 251515MAR2017.
Envolvido 1 : D S Silva, 38 anos, casado, agricultor.
Endereço : Bairro São Braz, Afogados da Ingazeira – PE.
Envolvido 2 : N K P Nunes, 37 anos, casado, comerciante.
Endereço : Manoel Valadares, Afogados da Ingazeira – PE.
Resumo : O envolvido 2 trafegava em seu veículo Ranger, cor preta, placa QFU 6000 pela rua Valdeci Xavier de Menezes, quando o envolvido 1, que seguia na motocicleta Honda CG 125, cor vermelha, placa PFB 8818, pela rua Dinamérico Lopes, não obedeceu à sinalização e negou preferência ao envolvido 2, abalroando na Ranger. O envolvido 02 socorreu o piloto ao Hospital Regional Emília Câmara, deixando o mesmo aos cuidados médicos e, voluntariamente, apresentou-se à DP local para confecção do boletim de ocorrência. No momento em que a guarnição chegou ao local do fato, a motocicleta havia sido retirada do local, por uma pessoa não identificada. A ocorrência foi repassada a DP para as providências locais.
__________________________________________________________________________________
VIAS DE FATO
Município : Afogados da Ingazeira – PE
Local : Bairro Padre Pedro Pereira, Afogados da Ingazeira – PE
Data/Hora : 251740MAR2017
Imputado-1 : A Soares, 49 anos, amasiado, agricultor
Endereço : Padre Pedro Pereira, Afogados da Ingazeira – PE
Imputado-2 : J W F Barbosa, 24 anos, casado, operador de máquina
Endereço : Bairro Padre Pedro Pereira, Afogados da Ingazeira – PE
Imputado -3 : W L F Barbosa, 25 anos, solteiro, agricultor
Endereço : Bairro Padre Pedro Pereira, Afogados da Ingazeira – PE
Resumo : O policiamento foi acionado pela Central de Operações para fazer deslocamento ao endereço acima citado onde havia uma ocorrência de vias de fato. Os imputados 2 e 3, informaram que o imputado-1, levando consigo uma foice e uma faca peixeira, foi até a casa dos imputados 2 e 3 perturbar o sossego, proferindo palavras de calão contra os mesmos, por este motivo entraram em vias de fato, onde o imputado-1 ficou lesionado na boca, na cabeça e no olho esquerdo, o mesmo apresentava visíveis sinais de embriaguez alcoólica e estava bastante exaltado, mesmo com a chegada do efetivo. Diante dos fatos, os materiais apreendidos e os envolvidos foram encaminhados à DP local onde a ocorrência foi registrada e passada à disposição do delegado de plantão.
__________________________________________________________________________________
AGRESSÃO / LESÃO CORPORAL / DANO
Município : Afogados da Ingazeira – PE.
Local : Bairro São Braz, Afogados da Ingazeira – PE.
Data/Hora : 251830MAR2017.
Imputado-1 : C G do N Melo, 19 anos, solteiro agricultor.
Endereço : Bairro São Braz, Afogados da Ingazeira – PE.
Vítima-1 : E da S G, 14 anos, solteira, estudante.
Endereço : São Braz, Afogados da Ingazeira – PE
Vítima-2 : J R da Silva, 42 anos, viúva, aposentada.
Endereço : Bairro São Braz, Afogados da Ingazeira – PE.
Resumo : O policiamento foi acionado pela central, que informou que no endereço citado, havia um homem espancando uma menor que é filha da vítima-2, bem como, atirava pedras na residência desta. O imputado afirmou que agrediu a vítima-1 que é sua prima, que por sua vez, jogou um copo de vidro no rosto do acusado causando-lhe uma lesão, e segundo o mesmo, a vítima pegou um faca e feriu-lhe o lado esquerdo do abdômen. A vítima-1 disse que não lembrava ter pego faca e relatou que o imputado afirmou que iria matá-la após sair da cadeia. Diante dos fatos, a ocorrência foi repassada a DP local para as providências cabíveis.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...