Prefeito de Iguaracy prestigia lançamento do 13º do Bolsa Família. Outras autoridades municipais e do Pajeú estiveram junto com o prefeito.

Pajeuzeiros na foto com o governador Paulo Câmara.
O prefeito de Iguaracy, Zeinha Torres, na companhia do vereador Manoel Olímpio (presidente da casa) juntamente com outras autoridades políticas do Pajeú, estiveram participando, nesta última quinta-feira (4), do anúncio do pagamento do 13º do Bolsa Família, feito pelo governador Paulo Câmara.
Para o prefeito Zeinha, o décimo terceiro do Bolsa Família além de melhorar a renda financeira das famílias atendidas, vai gerar também um aquecimento do comércio e outros setores, e ao final, todos serão beneficiados. O prefeito disse que o governador está de parabéns pela iniciativa.
O evento aconteceu no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, e contou com a participação de representantes dos poderes Executivo e Legislativo do Estado. O pagamento deve começar a ser feito em 2020 às 1.178.450 famílias que recebem o Bolsa Família no Estado.
O benefício é de uma parcela adicional, de até R$ 150, pelo programa. Os beneficiários que recebem menos de R$ 150 do Bolsa Família vão passar a receber valor equivalente, no programa 13º, ao oferecido pelo Governo Federal - por exemplo, quem recebe R$ 80 no Bolsa Família receberá R$ 80 também como décimo-terceiro. O valor do pagamento pode chegar a R$ 150, caso a família cadastre o CPF na Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) ao comprar alimento, gás de cozinha, roupas, calçados, materiais de limpeza, higiene pessoal e medicamentos.
Para reconhecer quem terá direito ao benefício, o período de apuração inicial vai de 29 de março deste ano a 31 de janeiro de 2020. Terão direito a ganhar o valor do benefício aqueles que receberem o Bolsa Família durante, pelo menos, metade dos meses do período de apuração, intercalado ou em meses seguidos. Em 2020, a apuração será feita do dia 1 de fevereiro a 31 de janeiro de 2021. Nesse caso, somente a pessoa que receber pelo menos seis desses 12 meses de apuraçã, estará apta a receber o décimo-terceiro.
Para tirar dúvida, a população pode entrar em contato com o serviço de ouvidoria da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude através telefone 0800.0814421.