Desemprego cai e população ocupada bate recorde em série de pesquisa

O total de pessoas trabalhando no Brasil bateu novo recorde da série história da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, iniciada no ano de 2012, chegando a 94,4 milhões no trimestre móvel de setembro, outubro e novembro. O levantamento foi divulgado nesta sexta-feira (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A pesquisa mostra que a taxa cresceu em ambas as comparações: 0,8% (mais 785 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior (junho, julho e agosto) e 1,6% (mais 1,5 milhão de pessoas) em relação ao mesmo trimestre de 2018 (setembro, outubro e novembro). A taxa de desemprego também caiu nas duas comparações, 0,7 ponto percentual em relação ao trimestre junho de a agosto de 2019 e 4,4 ponto percentual em relação ao semestre de setembro a novembro de 2018.
Carteira de trabalho
Também cresceu o número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado. O número chegou a 33,4 milhões e aumentou em ambas as comparações: 1,1% (mais 378 mil pessoas) em relação ao trimestre móvel anterior (agosto, setembro e outubro) e 1,6% (mais 516 mil pessoas) contra o mesmo trimestre de 2018 (setembro, outubro e novembro).
Já a categoria dos empregados sem carteira de trabalho assinada no setor privado (11,8 milhões de pessoas) ficou estatisticamente estável em ambas as comparações. (Via: Jc Online)