https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Entenda por que ano bissexto só acontece de quatro em quatro anos

Você já deve ter notado que este sábado é dia 29 de fevereiro. A data se dá porque 2020 é um ano bissexto. Ou seja, 2020 será um ano com duração de 366 dias. Mas você sabe o porquê do ano bissexto acontecer?
O que chamamos de ano, na verdade, é o movimento de translação da Terra (movimento que a Terra realiza ao redor do Sol), que demora 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 56 segundos para ser realizado. Ou seja, quando o relógio bate à meia-noite do dia 31 de dezembro de cada ano, ainda sobram algumas horas, minutos e segundos para completar o movimento de translação. Esse tempo, portanto, é compensado a cada quatro anos, no dia 29 de fevereiro.
Calendário
O calendário de 365 dias, divididos em 12 meses, foi definido pelo ditador romano Júlio César (100-44 a.C), que também criou o ano bissexto. Por não ser uma divisão exata, alguns meses possuem 30 dias e outros 31. Mas por que fevereiro? Júlio César determinou a repetição do sexto dia antes das calendas (primeiros dias do mês) de março. Com isso, o dia 24 de fevereiro é "repetido" e o mês termina no dia 29.
O mês de fevereiro possui menos dias que os outros meses porque, após a morte de Júlio César, o senado romano decidiu homenageá-lo, alterando o nome do mês Quintilis (31 dias), para Julius (julho). No entanto, também decidiram homenagear o imperador César Augusto, alterando o nome do mês Sextilis (30 dias) para Augustus (agosto). Mas devido ao fato de agosto só contar com 30 dias na época, foi decidido acrescentar mais um dia para que as homenagens se igualassem. Por conta da decisão, foi preciso retirar um dia de algum mês e o escolhido foi fevereiro, por já contar com um dia a menos. Assim, ficou definido 28 dias para o mês de fevereiro em anos com 365 dias e, 29 em anos bissextos. (Via: Jc Online)