http://www.afogadosveiculos.com/p/blog-page_15.html?m=1/

Faculdades de Pernambuco criam alternativas para alunos afetados por crise do coronavírus

Enquanto as escolas privadas ainda não decidiram que medidas adotar para flexibilizar as mensalidades, a preocupação com a manutenção dos alunos e com os respectivos pagamentos de mensalidades levou algumas faculdades a criarem programas de bolsas e seguros educacionais para alunos prejudicados pela crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), após uma pesquisa da Associação Brasileira das Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) apontar que 41% dos estudantes deve ter dificuldade pagar pagar as próximas mensalidades do curso, e 20% deles pode desistir dos estudos como consequência da redução da renda.
Na UniFBV Wyden, os estudantes podem requerer um seguro educacional que cobre até seis meses, no caso de demissões, a partir de 1º de abril de 2020, do responsável financeiro do contrato educacional do aluno, muitas vezes o próprio estudante. “Estamos criando esta alternativa para dar a chance para que os nossos alunos não tenham sua formação prejudicada”, conta o reitor do UniFBV, Stephan Filippo, segundo quem, bem qualificados os estudantes terão menos dificuldades para se recuperar economicamente.
A requisição do benefício está disponível desde o dia 1º de maio, no portal Integrees, e é válido para os alunos dos cursos de graduação, nas modalidades presencial e EAD. O seguro será integralmente custeado pela Wyden.
Seguindo a mesma linha, a Estácio garantiu um pagamento de até seis vezes o valor da mensalidade em caso de desemprego ou morte acidental do responsável por pagar as prestações. O seguro vale para alunos de todo País, matriculados nos cursos de graduação presenciais ou a distância. “Não queremos que o nosso aluno desista do projeto de concluir o ensino superior”, diz o vice-presidente de operações presenciais da Estácio, Adriano Pistore, lembrando todos estão sujeitos às dificuldades financeiras, principalmente neste momento que vivemos. Assim como na UniFBV Wyden, os alunos da Estácio não precisarão devolver o valor quando os pagamentos forem tomados.
Além disso, a instituição lançou o programa “Estácio com você”, que oferece bolsas integrais e flexibilização de pagamento de mensalidades para cada mês de quarentena. Podem solicitar as bolsas os alunos dos cursos de graduação renovados e matriculados no 1º semestre letivo de 2020 e que não tenham sido beneficiados pelo Seguro Educacional.
Plataforma para negociação
Outra alternativa para pagamento dos cursos é a plataforma Pravaler, que oferece financiamento privado em cursos de ensino superior. Com isso, a instituição que aderir à plataforma pode oferecer aos alunos a possibilidade de pagamento de apenas 20% do valor da mensalidade e o parcelamento dos outros 80% em até 15 meses, sem a incidência de juros. São elegíveis ao financiamento alunos que pagam o valor integral da mensalidade e não têm nenhum financiamento vigente com o Pravaler. A iniciativa faz avaliação de crédito e demanda a indicação de um fiador. (Via: Jc Online)