https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

TSE divulga distribuição dos R$ 2 bilhões do fundo eleitoral aos partidos; PT receberá a maior quantia, R$ 200 milhões

Faltando pouco mais de três meses para as eleições municipais, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou na noite dessa segunda-feira (8) como ficou a repartição dos recursos oriundos do fundo eleitoral entre os partidos. O montante, no valor de R$ 2 bilhões, vai abastecer as campanhas de prefeitos e vereadores.
O primeiro turno está marcado para o dia 4 de outubro, mas pode ser adiado em virtude da da pandemia do novo coronavírus. Ainda no bojo eleitoral, o calendário prevê ainda para o período pré-campanha, as convenções partidárias e os testes das urnas eletrônicas, agendas tradicionais que podem sofrer mudanças devido aos protocolos de saúde ocasionados pela Covid-19.
R$ 2 bilhões
O dinheiro destinado aos partidos políticos é destinado de acordo com o tamanho das bancadas de cada sigla no Congresso Nacional, sendo o PT, PSL e PSD os detentores da maior quantidade de cadeiras na Câmara. Esses ficarão com R$ 200 milhões, R$ 193 milhões e R$ 157 milhões, respectivamente.
Confira a lista completa:
PT: R$ 200.925.914,05
PSL: R$ 193.680.822,47
PSD: R$ 157.180.452,52
MDB: R$ 154.867.266,21
PP: R$ 140.245.548,54
PSDB: R$ 26.028.246,07
PL: R$ 123.291.771,52
DEM: R$ 114.582.014,53
PSB: R$ 109.473.374,53
Republicanos: R$ 104.420.877,14
PDT: R$ 99.268.623,40
Podemos: R$ 88.650.237,68
PROS: R$ 44.662.782,92
Solidariedade: R$ 42.226.143,46
PSOL: R$ 40.671.705,00
Cidadania: R$ 39.432.103,26
Novo: R$ 36.593.934,06
PTB: R$ 35.104.450,75
PSC: R$ 33.174.133,61
PCdoB: R$ 30.975.329,95
Avante: R$ 28.147.299,59
Patriotas: R$ 27.486.008,90
PV: R$ 20.513.797,41
Rede: R$ 20.420.046,72
PMN: R$ 5.872.173,76
PTC: R$ 5.634.758,31
DC: R$ 4.025.171,90
PCB: R$ 1.233.305,95
PCO: R$ 1.233.305,95
PMB: R$ 1.233.305,95
PRTB: R$ 1.233.305,95
PSTU: R$ 1.233.305,95
UP: R$ 1.233.305,95

Total: R$ 2.034.954.823,96
Distribuição – Apesar dos valores já pré-estabelecidos para cada partido, os recursos do Fundo Eleitoral só serão disponibilizados às siglas, após serem definidos os critérios para a sua distribuição. Essa definição deve ser aprovada pela maioria absoluta da executiva nacional de cada partido e, depois, divulgada ao público.