https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Consumo de eletricidade aumenta 2,9% em setembro e avançará em outubro


As altas temperaturas e o início de uma recuperação da economia estão fazendo o consumo de energia disparar, depois de meses em queda. Segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), o avanço no consumo de eletricidade do Brasil foi de 2,9% em setembro na comparação com mesmo mês de 2019, o melhor desempenho desde o início da pandemia global do novo coronavírus. Por isso, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) projeta aumento de carga (que é o consumo, mais as perdas do sistema) de 6,3% no Sistema Interligado Nacional (SIN) em todos os submercados para a semana de 10 a 16 de outubro, na comparação com outubro de 2019.
Todas as regiões tiveram expansão de consumo, inclusive o Nordeste, com 3,4%. Conforme o ONS, para os subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Sul, a alta será de 6,9%, com 43.546 MW médios e 12.509 MW médios, respectivamente. Já o Norte obteve incremento de 6%, com 5.999 MW médios. Em menor ritmo de expansão entre as regiões, o Nordeste sobe apenas 3,4%, com 11.803 MW médios.
Ainda segundo dados do ONS, a situação dos reservatórios não é confortável: no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, estão em 29,82%; no Sul, em 35,04%; no Nordeste, em 63,10%; e no Norte, em 44,46%. Em nota, o Comitê de Monitoramento do Sistema Elétrico (CMSE) garantiu “o suprimento de energia elétrica em 2020 aos consumidores do país, com o compromisso da manutenção plena da prestação dos serviços pelo setor elétrico”.