Bolsonaro assume presidência do Mercosul

 
Nesta quinta-feira (8), em evento virtual comandado pelo presidente argentino Alberto Fernández, seu homólogo brasileiro, o presidente Jair Bolsonaro, assumirá a presidência pro tempore do Mercosul.
Independentemente das diferenças ideológicas entre as lideranças de cada país, há questões que opõem os sócios do bloco regional a tal ponto que muitos temem que, caso não cheguem as soluções, possa ocorrer uma ruptura.
Durante sua presidência, que se estenderá até dezembro de 2021, o Brasil buscará dar continuidade ao processo de modernização do MERCOSUL, caracterizado pela retomada da vocação econômico-comercial, intensificação da negociação de acordos comerciais externos, fortalecimento do marco normativo econômico-comercial e continuidade dos esforços de racionalização do funcionamento do bloco, com diminuição de custos e burocracia.
O Brasil pretende que o MERCOSUL mantenha seu pleno compromisso com os valores democráticos e que, na dimensão intra e extra-bloco, adote enfoque pragmático, a fim de gerar resultados concretos para os cidadãos.