Queiroga provoca governadores: “Galinha cantando em cima de ovos da outra”

Em live transmitida neste domingo (25), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, provocou governadores dizendo que todos os imunizantes do país foram comprados pelo governo federal.
“Tem muita galinha cantando em cima dos ovos que outra pôs. Todas as vacinas foram enviadas pelo governo federal, sem exceção”, disse o ministro, que participou da transmissão ao vivo ao lado do ministro do Turismo, o sanfoneiro Gilson Machado.
Queiroga já provocou governadores antes sobre a compra de vacinas contra a covid-19. Em junho, João Doria (PSDB-SP), anunciou que até 15 de setembro toda a população adulta de São Paulo estaria vacinada com a 1ª dose. “Planejamento, trabalho e senso de urgência”, disse.
O ministro da Saúde respondeu que o avanço da vacinação aconteceria “com as doses enviadas pelo governo federal, por intermédio do Ministério da Saúde”.
Na época, a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) respondeu a Doria dizendo o mesmo que Queiroga declarou neste domingo na live: “Uma galinha cantando nos ovos que outra botou”.
Capitais têm registrado escassez de vacinas nos últimos dias. As prefeituras do Rio de Janeiro e de Salvador, por exemplo, anunciaram na sexta-feira (23) a suspensão da aplicação da 1ª dose dos imunizantes.
Segundo o jornal O Globo, o Ministério da Saúde deve enviar 10,2 milhões de doses aos Estados e municípios nesta semana. O órgão, no entanto, teria afirmado que a responsabilidade de levar vacinas aos municípios é dos estados, e não do governo federal.
Durante a transmissão ao vivo, o ministro ainda reafirmou que até setembro toda a população brasileira adulta estará vacinada com a 1ª dose de vacinas contra a covid-19. Ele já havia feito a promessa em junho, dias depois de Doria antecipar o cronograma de vacinação e assegurar que todos os adultos de São Paulo estariam vacinados até 15 de setembro.
O cronograma paulista já foi antecipado mais uma vez desde então. Segundo anúncio mais recente, o governo de São Paulo deve vacinar a população adulta até 20 de agosto. Neste domingo, no entanto, a prefeitura da capital paulista suspendeu a vacinação de pessoas de 28 anos e não anunciou uma nova data.

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232