Em 1 ano vence a concessão da Globo.

Começou a contagem regressiva. Em 1 ano, no dia 5 de outubro de 2022, venceu a concessão pública da TV Globo. A partir desta terça (5), Jair Bolsonaro já pode decidir sobre a renovação ou não da autorização de funcionamento do canal da família Marinho.
Em guerra particular contra o Grupo Globo desde antes de ser eleito, o presidente já enviou recados nada amistosos à maior empresa de comunicação do País. Um deles aconteceu numa live, há dois anos.
“Temos uma conversa em 2022. Eu tenho que estar morto até lá, no processo de renovação da concessão de vocês. Não vai ser perseguição. Mas o processo tem que estar enxuto, tem que estar legal. Não vai ter jeitinho para vocês nem para ninguém”, avisou.
Para ter a licença renovada, qualquer emissora precisa comprovar situação fiscal regularizada, sustentabilidade econômica e condições de realizar suas operações de transmissão.
Na prática, a Constituição Federal impede que o presidente da República, sozinho, suspenda ou cancele a concessão de uma TV. Dois quintos do Congresso — onde há vários parlamentares donos de emissoras e retransmissoras, inclusive da própria Globo — precisam aprovar em votação que um canal seja tirado do ar.

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232