Conselho da Europa decide expulsar a Rússia do Grupo


O Conselho da Europa expulsou nesta quarta-feira (16) a Rússia do principal órgão dos direitos humanos do continente, por conta da invasão à Ucrânia, matando diversos civis e destruindo diversas cidades pelo país.
O comitê composto por 47 Estados-membros afirmou em comunicado que "a Federação Russa deixou de ser membro do Conselho da Europa a partir de hoje, 26 anos após adesão".
A decisão acontece semanas depois da condenação das ações da Rússia no território Ucraniano. Foi no início desta semana que a assembleia iniciou o processo de expulsão, que foi aprovado por unanimidade.
Ainda nesta quarta-feira (16), a delegação russa informou ao secretário-geral do Conselho Europeu que iria se retirar da organização e que tinha como pensamento denunciar a Convenção Europeia dos Direitos do Homem.
O país liderado por Putin aderiu ao Conselho Europeu em 28 de fevereiro de 1996.
"A retirada da Rússia do Conselho da Europa é uma tragédia para as vítimas de abusos do Kremlin", afirmou a Anistia Internacional.
"Na Rússia, todas as partes interessadas, incluindo os legisladores, devem tomar medidas para se opor a esse movimento imprudente e evitar que o país caia, cada vez mais fundo, em abismo de total desrespeito pelos direitos humanos", clamou Marie Struthers.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232