Órfãos da terceira via já discutem opção entre Lula e Bolsonaro

A indefinição sobre um candidato único para a chamada terceira via, assim como a baixa popularidade nas pesquisas têm feito com que os órfãos abram discussões sobre uma escolha entre Lula (PT) ou Bolsonaro (PL).
Enquanto os próprios pré-candidatos respondem com evasivas sobre sua opção em um eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro, dando apenas indicações, opiniões de outros líderes políticos que passaram meses defendendo um caminho do meio começam a vir à luz.
Enquanto os próprios pré-candidatos respondem com evasivas sobre sua opção em um eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro, opiniões de outros líderes políticos que passaram meses defendendo um caminho do meio começam a vir à luz.
O assunto se tornou frequente entre articuladores de campanhas e representantes da sociedade e do empresariado que são entusiastas de uma alternativa competitiva aos dois favoritos.
Ainda tratada sob reserva, a possibilidade de outros setores e agentes envolvidos nas conversas abandonarem o barco antipolarização e declararem apoio à reeleição do atual mandatário está colocada, apesar do discurso de que o grupo repele igualmente os dois protagonistas do certame.
O ex-presidente Michel Temer (MDB) já antecipou em entrevista à Folha que em um cenário Lula x Bolsonaro apoiará Bolsonaro. Lula também começa a atrair gente desse campo. O ex-ministro Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) confirmou nesta sexta-feira (13) ao jornal O Estado de S. Paulo que apoiará o petista já no primeiro turno, no intuito de "salvar o Brasil da tragédia de Bolsonaro".
O fim da saga da terceira via está marcado para a próxima quarta-feira (18) com o anúncio de uma candidatura unificada, baseada em respostas de pesquisas. No entanto, apesar das escolhas circulares entre os nomes de Doria e Tebet, até o momento, nada foi definido.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232