Gestão Municipal apresenta regulamentação sobre desastres a Comissão Municipal de Defesa Civil

Aconteceu na manhã desta sexta-feira (03/06), uma reunião no gabinete do prefeito com a participação do prefeito Zeinha Torres e membros da Comissão Municipal de Defesa Civil - COMDEC, que contou com a participação de Marcos Melo e Geraldo Messias, representantes da Prefeitura, Fábio Torres, representante da Câmara de Vereadores, Josefa Maria (Branca), representante da Igreja Católica, Cícero Flávio, representante das Igrejas Evangélicas, Ângela Moura, representante dos Líderes Comunitários, Claudionor Airton (Itinho) e Aldineide Veras, representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.
Ao lado do prefeito Zeinha Torres, o secretário de Administração e Desenvolvimento Econômico, Marcos Melo, apresentou aos membros do COMDEC para que pudessem avaliar, as documentações que foram entregues junto a Defesa Civil Estadual e Federal, onde explicou que o município de Iguaracy está todo em dias, totalmente reconhecido tanto na esfera Estadual, como na esfera Federal, e com a documentação toda inserida no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres S2ID, sendo estas documentações compostas pelo Decreto Municipal, a Portaria da Comissão, o Formulário de Informações do Desastre - FIDE e o DMATE, que são os formulários de preenchimento para regularização do reconhecimento Nacional, através do Ministério da Integração Nacional, e toda esta documentação está em ordem e em vigência do município disse o secretário. 
Marquinhos afirmou que atualmente o município de Iguaracy está totalmente regulamentado e reconhecido para situações de desastre, quer sejam por situações de escassez hídrica, como também por excesso de chuvas.
"O reconhecimento foi feito no início de fevereiro e tem validade de 6 meses, quando for em agosto, o município terá que renovar toda a documentação junto a Defesa Civil Estadual e Federal através do S2I|D", disse Marquinhos. "O município tem que estar com toda essa documentação regulamentada porque se caso vier acontecer algum fenômeno, algum desastre, o município terá que estar com toda essa documentação inserida no sistema S2ID', frisou o secretário.
O prefeito Zeinha Torres em sua fala, disse que espera não precisar de utilizar nenhum tipo destes recursos advindos através de qualquer tipo de desastre natural, porém, se vier a precisar, o importante é que o município esteja completamente regulamentado e com a documentação toda em dias.
Além dos documentos citados, existe também uma série de relatórios que tem que ser inclusos no sistema S2ID, um Relatório de Prejuízo Econômico da Agricultura, um Relatório Técnico da Assistência Social, um Relatório Técnico da Secretaria de Saúde e um Relatório Técnico de Administração Municipal, onde monitora e informa toda situação do município para que este possa receber algum recurso em uma inesperada situação de emergência.



Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232