Novo vídeo mostra apoiador de Bolsonaro batendo boca com petista antes de matá-lo; Assista

Imagens de uma câmera de segurança externa registraram o momento em que o policial penal federal Jorge Guaranho discute com o tesoureiro do PT, Marcelo Aloizio de Arruda, antes de matá-lo a tiros na noite deste sábado (09), em Foz do Iguaçu (PR).
A vítima de 50 anos era guarda municipal e foi morta na própria festa de aniversário. Na gravação, Guaranho chega de carro e para na porta da festa. Nesse momento, ele faz uma manobra e vira o carro.
Marcelo e a esposa saem, quando uma discussão começa, mas segundos depois, Jorge vai embora. Minutos depois, ele volta ao local no mesmo carro, desce do veículo e atira ainda do lado de fora. Em seguida, entra no salão de festas, onde disparou outros tiros contra Marcelo.
Os registros da câmera de fora do salão onde ocorria a festa de Marcelo mostram que, após discutir com a vítima e sair do local, Guaranho retornou atirando. A esposa do tesoureiro tentou impedir os tiros, mas não conseguiu.