Mostrando postagens de Janeiro 20, 2013Mostrar tudo

Devotos de SÃO SEBASTIÃO percorrem as ruas de Iguaracy em procissão até a Igreja Matriz onde foi realizado missa solene com a presença do Bispo Dom Egídio Bisol e o Pe. Fabiano Alves de Lima


SÃO SEBASTIÃO nasceu em Narbonna em 250 d.C. em Roma. Era um valente soldado, tendo ingressado no exército com cerca de 19 anos de idade. Sua fama de bom soldado era tamanha que tornou-se estimado pelos imperadores Diocleciano e Maximiano; tanto que confiaram o comando do primeiro exército pretoriano a ele. Era sem dúvida nenhuma um soldado exemplar!
Mas se era tão querido e exemplar, então porque o mataram?
Sebastião vivia num tempo em que era proibido confessar que era seguidor de Jesus. Os soldados prendiam sem dó nem piedade os cristãos.
Acontece que Sebastião era um cristão, e o imperador não sabia disso. E Sebastião ajudou tanto aos demais cristãos que foi conhecido depois como o DEFENSOR DA IGREJA. A atuação de Sebastião nesse sentido consistia, principalmente, em confortar aos cristãos que eram perseguidos, e especialmente aos que padeciam no martírio. Até mesmo pessoas em altos postos do sistema carcerário romano se converteram à fé em Jesus por meio do seu testemunho.
Então, Sebastião foi denunciado ao imperador Diocleciano que ficou indignado e irado, pois o homem em que pusera sua confiança era um cristão (e cristão de ação!); e o condenou à morte. Levaram-no para um campo aberto, e os arqueiros da Mauritânia o flecharam. Dando-o por morto, abandonaram-no preso a uma árvore.
Acontece que, como Deus não abandona aos seus servos, Sebastião, por um milagre, resistiu às flechadas e sobreviveu. Não muito depois, foi encontrado por uma piedosa viúva, que cuidou de suas feridas. Após sua recuperação, o valente Sebastião se apresentou ao imperador Diocleciano, censurando-o por sua crueldade e exortando-o a deixar de adorar os falsos deuses, mediante suas imagens de escultura. O imperador ficou estarrecido ao ver em sua presença aquele que cria estar morto. Preso novamente foi açoitado até morrer.
Prezado amigo leitor deste blog, SÃO SEBASTIÃO é, sem sombra de dúvidas, um exemplo a ser seguido por todos nós. Por Jesus ele viveu e morreu. Muitas pessoas conheceram o amor de Deus, manifestando em Jesus, por intermédio da pregação desse jovem soldado romano. E o que ele tanto desejava era que o imperador e todas as pessoas do mundo abandonassem a idolatria e adorassem somente a Deus. Ele sabia que as imagens usadas na adoração pelo imperador e pelos demais eram contrárias à vontade de Deus. (Salmo 135:15 a 17) (Jeremias 10:5) (Êxodo 20:4 e 5).
O nosso povo vive cheio de crendices e superstições em busca de algo que possa preencher o vazio do seu coração, homens e mulheres sem razão para viver. Desesperados, entregam-se aos prazeres e vícios; ao ocultismo e idolatria. Há somente uma resposta para os anseios e problemas da alma: Jesus, o Salvador, em quem todos os mártires cristãos criam (incluindo Sebastião) e milhões de pessoas hoje creem, e desfrutam da perfeita paz e alegria que só Jesus pode dar.
Confie no Jesus que venceu a morte e o diabo por você. Ele lhe oferece vida abundante e paz real.
Fotos Rubens Klebson - Blog Tv Web Sertão


Festa profana do padroeiro São Sebastião da cidade de Iguaracy, foi encerrada no dia de ontem em um clima de muita paz e harmonia.

Localizada no Alto Sertão do Pajeú Pernambucano, Iguaracy é uma terra de povo ordeiro, alegre, festivo e acolhedor, berço de grandes artistas, e neste sábado (19), esteve realizando a ultima noite da  festa profana em homenagem ao padroeiro São Sebastião que este ano completou 99 anos de história. Devido às dificuldades decorrentes da seca, baixo FPM e inicio de governo, a mesma foi realizada com os pés no chão pela atual gestão municipal.
Vista aérea da Praça Antonio Rabelo
A festa de rua, evento que é realizado todos os anos pela prefeitura da cidade, fez o seu encerramento com a apresentação das bandas do cantor Sandrino Ferraz e da banda Circuito Musical.
Bandas que se apresentaram durante a noite

Foram três noites de festividades, onde a Praça Antônio Rabelo, foi palco de encontro de amigos e familiares que hoje moram espalhados por este Brasil afora e que sempre que podem realizam esta viagem para participar da tão conhecida e querida “festa de janeiro” como assim é conhecida.
Encontro de familias, aqui em especial a familia Coelho

Nesta postagem algumas imagens inesquecíveis desta festa em seu aspecto social. As fotos foram tiradas pelo fotografo freelance Rubens Klebson que mostra a simpatia de um povo acolhedor e hospitaleiro que gosta de curtir e prestigiar o que tem de bom na terrinha do grande e renomado pintor Marcone Melo!

Prefeito Dessoles com amigos e o vice-Prefeito Luiz
prestigiando a festa de São Sebastião


PASSAGEM DE ÔNIBUS INTERMUNICIPAL VAI AUMENTAR

Depois do aumento das tarifas do transporte público no Grande Recife, as empresas do Sistema Intermunicipal de Transportes de Passageiros de Pernambuco também anunciaram que vão aumentar o valor das passagens para viagens entre municípios. A tarifa estará mais salgada a partir desta segunda-feira (21). O reajuste, segundo os empresários, é de 5,8%. O percentual já foi homologado pela Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe).

GRAVE ACIDENTE NA PE 239 ENTRE QUIXABA E CARNAIBA MATA DOIS CARNAIBANOS

Um grave acidente com vitimas fatais foi registrado na manhã deste domingo no Km 07 da PE 239, no sitio Lagoa Grande entre as cidades da Quixaba e Carnaíba, sertão de Pernambuco. O carro Monza, de cor cinza, placas KLD-8787 - Recife -PE, seguia com dois ocupantes no sentido Carnaíba após participarem dos festejos em homenagens ao padroeiro São Sebastião na Quixaba. Segundo informações de populares, o acidente aconteceu entre às 03:40 hs e 04:00 hs vitimando José Adécio Augusto da Silva (Adelson de Nina Salvador), de 60 anos, vigilante, morador da rua José Martins, centro de Carnaíba, que guiava o automóvel e Ruberval Alves Pereira (Berval), de 42 anos, desempregado, separado, pai de dois filho, um de oito anos e outro de nove, residente no Bairro Santa Luzia em Carnaíba. Informações dão conta de que o carro seguia em alta velocidade perdendo o controle em uma perigosa curva. O corpo de Roberval teria sido arremessado pra fora do carro. Os dois morreram no local e os corpos foram encaminhados para o Hospital municipal Drº José de Sousa Dantas Filho em Carnaíba.
Informações de Cauê Rodrigues


Estado do Rio cria ‘Lei dos bons costumes’ e gera polêmica

Agora é lei: o projeto que institui no Estado do Rio o nebuloso “Programa de Resgate de Valores Morais, Sociais, Éticos e Espirituais” foi sancionado anteontem pelo governador Sérgio Cabral (PMDB). A responsável pela iniciativa é a deputada Myrian Rios (PSD), atriz e também missionária da Renovação Carismática Católica.

Ontem, a chamada “lei dos bons costumes” foi um dos assuntos mais comentados – e criticados – no Twitter entre usuários brasileiros. A finalidade do programa não está clara. Na justificativa do projeto apresentada à assembleia e divulgada ontem (18) pela deputada em redes sociais, ela afirma que a sociedade “vem cada dia mais se desvencilhando dos valores morais, sociais, éticos e espirituais”, acrescentando que, sem eles, “tudo é permitido, perde-se o conceito do bom e ruim, do certo e errado”. Segundo Myrian, que posou nua para revistas masculinas no fim da década de 1970, quando se casou com o cantor Roberto Carlos, o objetivo principal é “conscientizar e reinserir valores para construir um futuro melhor”.

O texto da lei estabelece que o programa deverá envolver “diretamente a comunidade escolar, a família, lideranças comunitárias, empresas públicas e privadas, meios de comunicação, autoridades locais e estaduais, organizações não governamentais e comunidades religiosas” na chamada revisão dos valores.

Após uma chuva de críticas, a deputada escreveu no Twitter que “em momento algum se faz discriminação contra qualquer religião ou sexualidade”. Um dos críticos havia escrito para ela que “a discriminação é clara, evidente, preconceituosa e ilegal; em especial contra gays e ateus”.

Eleita em 2010, Myrian já declarou no plenário da assembleia: “Ora, se somos todos iguais, com os mesmos direitos, eu também tenho que ter o direito de não querer um funcionário homossexual, se for da minha vontade”. No mesmo discurso, ela insinuou que a luta contra a homofobia estimularia a pedofilia, depois disse que foi mal interpretada e pediu desculpas. Ontem, a deputada disse que o projeto trata do “resgate de valores da vida”. Perguntada sobre como a questão do aborto seria abordada no programa, ela declarou: “Sou completamente contra. Isso é um valor moral.”

Segundo Myrian, a definição das prioridades será uma atribuição do governo estadual. Estão previstos convênios com prefeituras e ONGs. Indicada como órgão gestor, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos foi procurada pela reportagem, mas divulgou apenas uma nota, informando que a lei “ainda precisa de um decreto regulamentando-a e indicando os critérios de execução”. “Ao publicá-la, o governador entende que se trata de um programa importante, mas não é uma lei autoaplicável”, acrescentou. O secretário Zaqueu Teixeira (PT) não quis dar entrevista.

Professora da Faculdade de Educação da UFRJ, Tania Zagury avalia que seria mais válido o governo investir na qualificação do magistério. “Cidadania e valores éticos não surgem por meio de decretos ou leis. É quase uma volta da moral e cívica, com o risco de se misturar a questões religiosas. O Estado deve ser laico, não pode interferir nisso.”
(O Estado de S. Paulo)