Mostrando postagens de Janeiro 27, 2013Mostrar tudo

Revelado a identidade do homem que foi encontrado morto em Tabira

Os policiais foram acionados por uma pessoa que passou pelo local. De acordo com a Polícia Civil, a vítima Manuel Gerivaldo da Silva teria sido morta com pedradas na cabeça. A Polícia Civil investiga o caso.
Fonte: Flávio Marques

CORPO ENCONTRADO NA PE 402 EM TABIRA-PE

 
Foi encontrado um corpo na manhã deste domingo 27/01/2013 na PE-402 que liga Tabira a Água Branca-PB, próximo a Chára do prefeito Sebastião Dias e Rádio Cultura FM
Aguarde mais informações
Fotos Pedro Pereira e Robson Pereira  (Blog Tabira de Todos)

Policial pegando seus pertences boné ,chinelo, nada foi roubado.

Pelo menos 245 pessoas morrem em incêndio em Casa Noturna

 
Um incêndio deixou cerca de 245 mortos e mais de 200 feridos em uma casa noturna localizada em Santa no Rio Grande do Sul. Está já caracterizada como a pior tragédia do Estado. Ainda não há um número oficial de mortos e feridos.

O fogo teria iniciado por volta das 2h30 deste domingo (27). O delegado Sandro Luís Meinerz, titular da 3ª Delegacia de Polícia de Santa Maria, disse que, a princípio, as pessoas não morreram queimadas, e sim asfixiadas pela fumaça por não terem conseguido sair do local.

A boate possui apenas uma saída, o que gerou tumulto na hora da fuga das chamas. Os bombeiros tiveram que abrir um buraco na parede externa para auxiliar no salvamento.

Últimas Informações

Segundo informações preliminares, o fogo teria começado na espuma de isolamento acústico, no teto. As chamas se espalharam rapidamente e todo o ambiente encoberto por uma fumaça preta. O integrante de uma das bandas que se apresentou nesta noite, teria acendido um fogo de artifício - uma espécie de sinalizador - que teria iniciado o incêndio.

O local possuiria apenas uma porta de saída e houve tumulto na tentativa de fuga. Bombeiros e populares abriram um buraco na parede externa para possibilitar que mais pessoas consigam sair.

Equipes do corpo de bombeiros, Base Aérea de Santa Maria, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Rodoviária Estadual, Brigada Militar, Batalhão de Operações Especiais e Samu contam, também, com o auxílio do serviço de ambulâncias de urgência e emergência de diversos hospitais e clínicas da cidade.

A Rua dos Andradas, entre a André Marques e Avenida Rio Branco, estão interditadas. Bombeiros ainda trabalham no local. Peritos do IGP, de Porto Alegre, farão perícia sobre as causa do incêndio.
Catve.tv / Diário de Santa Maria


MAIS FOTOS E LISTA DE FERIDOS CLIC EM VEJA MAIS

Família encontra jabuti sumido há 30 anos na bagunça de casa no Rio

Manuela tinha uma vida normal de jabuti. Acordava, passeava pelo jardim, comia suas folhas e adorava se esconder pela casa. Um belo dia resolveu se esconder muito bem e ficou sumida por 30 anos.
Aconteceu em Realengo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A jabuti da família Almeida foi reencontrada numa caixa de som após 30 anos sumida dentro da própria casa da rua Padre Sabóia de Medeiros.
No início da década de 1980, durante uma reforma da casa, os Almeida deram por falta do bicho. "Eu achei que ela tinha fugido, porque o pedreiro que fazia a obra da casa deixava o portão aberto”, disse a dona da jabuti, Sueli de Almeida. A família perguntou para a vizinhança, mas ninguém encontrava uma ‘tartaruga fugitiva’ por Realengo. Até que Manuela foi esquecida.
No início de 2013, o patriarca da família, Leonel Almeida, morreu. Ele tinha a mania de acumular objetos e equipamentos eletrônicos dentro da própria casa. Esse hábito era tão arraigado que chegou a ocupar um quarto e o segundo andar da residência.
“Tudo que ele achasse que dava para consertar na rua, ele pegava. Se achasse uma televisão velha, pensava que no futuro poderia usar alguma peça para consertar uma nova e, assim, foi acumulando as coisas”, explica a filha Lenita de Almeida.
Após a morte de Leonel, o filho começou a desobstruir as áreas intransitáveis da casa. Até que veio a surpresa dentro de um dos sacos de lixo.
“Eu coloquei o saco de lixo no chão e o vizinho só me avisou ‘vai jogar fora a tartaruga também?’. Nesse momento, eu fiquei branco e não acreditei”, disse o filho Leandro.
A família toda ficou emocionada. Afinal, a querida ‘tartaruga’ Manuela tinha voltado. Mas como ela conseguiu viver dentro de um quarto cheio de equipamentos eletrônicos durante anos?
O professor e veterinário Jeferson Pires explicou ao Fantástico como os jabutis são resistentes.
“Apesar das situações adversas, eles podem ficar muito tempo sem comer. Mesmo sem ter um dado cientifico comprovando, eles podem ficar de dois a três anos sem comer. Na natureza, eles comem frutas, folhas, fezes, animais mortos”, disse.
A família, apaixonada por animais, acha que a jabuti se alimentava de cupins no local e, para eles, não há a possibilidade de alguém ter colocado ela dentro do quarto.
Manuela é um jabuti da espécie Chelonoides carbonaria, conhecida como jabuti piranga. Mas, para os Almeida, não tem jeito, é a tartaruga da casa. Agora, Manuela anda por toda a residência e diverte as gerações que já conhecia e as novas da família Almeida. (G1)