Mostrando postagens de Setembro 10, 2015Mostrar tudo

Recapeamento da PE 292 foi paralisado, reclamam motoristas

Motoristas que circulam diariamente pela PE 292 denunciaram ao blog que as obras de recapeamento da via pararam mais uma vez. No local onde a empresa Esse Engenharia mantém a usina de asfalto e maquinário, nenhuma movimentação importante de trabalhadores foi registrada esta semana. É a primeira paralisação identificada depois que a obra foi retomada pra valer pela empresa.
Antes, em novembro de 2014, a obra parou sob a alegação de fechamento do ano fiscal da gestão João Lyra, depois de retomada em setembro. O prazo de oito meses para seu termino não havia sido cumprido, quebrando a promessa do Secretário de Infraestrutura João Bosco. O pouco que foi feito se perdeu.
Agora, os trabalhos avançaram mais rapidamente desde março, quando na primeira visita oficial ao Sertão, Paulo Câmara assinou a ordem de serviço para retomada das obras de restauração da PE-280, que liga o distrito de Rio da Barra ao entroncamento com a BR-232, no povoado de Waldemar Siqueira e para a restauração do trecho de 40,2 quilômetros da PE-292, ligando o distrito de Albuquerque Né Afogados. Há receio de que a obra seja vítima do contingenciamento vivido pelo Estado. (Nill Júnior)

Sinédrio de Israel começa julgamento das nações no monte Sião

Barack Obama, papa Francisco e ONU estão entre os réus do tribunal religioso
O novo Sinédrio, grupo que reúne 71 líderes religiosos judeus, inicia hoje (9) uma série de julgamentos em um tribunal no alto do monte Sião, em Jerusalém. O primeiro intimado a responder é o presidente Barack Obama, por causa do acordo nuclear firmado com o Irã e eu ameaça a segurança de Israel.
A data escolhida para o início das atividades desta “Suprema Corte religiosa” é, no calendário judeu dia 25 do mês de Elul, quando seria o dia da criação do mundo. São quatro dias antes de Rosh Hashana, dia de julgamento divino da nação judaica.
O Sinédrio fará sete julgamentos polêmicos este mês. Além de Obama, o Papa Francisco será julgado dia 20 caso não se retrate das afirmações que fez sobre os judeus não terem direito à terra de Israel ou a Jerusalém. Em agosto foi enviada uma intimação e caso a autoridade máxima dos católicos não compareça, será julgado à revelia.

'Abandono afetivo' de filhos pode virar crime

A Comissão de Direitos Humanos (CDH) aprovou nesta quarta (9) uma mudança no Estatuto da Criança e do Adolescente, que impõe reparação de danos ao pai ou à mãe que deixar de prestar assistência afetiva a seus filhos, seja pela convivência, seja por visitação periódica (PLS 700/2007).
A caracterização desse abandono afetivo como uma conduta ilícita foi proposta pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) e, na comissão, teve o parecer aprovado do senador Paulo Paim (PT-RS). O projeto será enviado agora para a Câmara dos Deputados.
O texto final determina que o pai ou a mãe que não tiver a guarda da criança ou do adolescente também ficará obrigado pelo Código Civil não só a visitá-lo e a tê-lo em sua companhia, como também a fiscalizar a sua manutenção e educação.

Judeus voltam para Israel em número recorde em 2015

Número de judeus brasileiros que voltaram para Israel chama atenção 
Enquanto o mundo assiste ao drama dos milhões que tentam sair do Oriente Médio, na maior crise humanitária desde a Segunda Guerra Mundial, outro fluxo passa despercebido da mídia.
A imigração judaica a partir da América Latina para Israel aumentou 7% em 2015 em relação ao ano passado, informou a Agência Judaica. Destaca-se o aumento no número de brasileiros. Os índices mostram que cresceu cerca de 50% o número de brasileiros nos últimos anos.
Por exemplo, em 2012 191 brasileiros mudaram para Israel, no ano seguinte foram 205. Em 2014 chegou a 276.
“Notamos um aumento da imigração latino-americana. De janeiro a julho deste ano chegaram 109 pessoas, 35 procedentes do Brasil, 29 da Argentina, 11 do Uruguai, nove do Peru, cinco do Chile e três da Colômbia”, disse Yigal Palmor, porta-voz da Agência Judaica.

Idoso sem habilitação tomba van e deixa cinco feridos em Serra Talhada

Um idoso de 70 anos tombou uma van na BR-232 em Serra Talhada nesta quarta-feira (9), segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ele não possui a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), transportava cinco pessoas no veículo e todos os passageiros ficaram feridos, ainda de acordo com a PRF.
Conforme a polícia, o idoso seguia para a zona rural de Serra Talhada, quando perdeu o controle e tombou o veículo para fora da pista. Ele informou à PRF que a van apresentou problemas mecânicos.
O condutor não se machucou e foi levado à Delegacia de Polícia Civil local. Já os feridos foram encaminhados ao Hospital Regional de Serra Talhada e não correm risco de morte, segundo informou a PRF.
Do G1 PE

Mais uma da Globo: Nova novela terá evangélica que trai o marido

Na verdade, será uma troca de casais, os vizinhos trocarão suas esposas após descoberta de traição
A novela “A Regra do Jogo”, da Rede Globo, terá uma personagem evangélica que irá participar de uma troca de casais.
Indira (Cris Vianna) é casada com Oziel (Fábio Lago), mas vai descobrir que seu esposo está tendo um caso com Tina (Monique Alfradique) que é a esposa do vizinho – e também seu melhor amigo – Rui (Bruno Mazzeo).
Ao saber da traição Indira vai esquecer dos ensinamentos de sua religião – ela é evangélica – e vai se vingar do marido tendo um caso com Rui. A troca de casais faz parte de um dos enredos mais esperados do núcleo de humor da novela que é assinada por João Emanuel Carneiro.
Essa não será a primeira vez que uma personagem evangélica terá comportamentos que fogem dos ensinamentos da religião em uma novela da Globo. Vale lembrar que em outros folhetins os personagens religiosos tiveram comportamentos contestáveis gerando muita polêmica entre os telespectadores.

Pobreza e violência aumentam número de casamento de crianças no Brasil

Pesquisa realizada pelo Instituto Promundo, uma ONG que estuda questões de gênero desde 1997, fez um levantamento alarmante no país. Problemas como pobreza e violência estão disparando o número de casamento entre crianças.
Segundo o Censo 2010, 88 mil crianças com idades entre 10 e 14 anos já estavam casadas pelo Brasil. Quando se analisa a faixa etária de 15 a 17 anos, o número de uniões dispara para 567 mil.
Diante destes dados, pesquisadores viajaram até o Pará e ao Maranhão, onde o casamento infanto-juvenil é comum, na tentativa de coletar mais informações sobre o problema.
Ao todo foram entrevistadas 60 pessoas, garotas entre 12 a 18 anos e seus maridos, todos com mais de 20 anos. Além deles, parentes das crianças e funcionários da rede de proteção à infância e adolescência no país também participaram da pesquisa.
Logo os pesquisadores averiguaram que o casamento infantil no Brasil se difere em muito das uniões arranjadas em países da África e da Ásia, onde jovens são prometidas pelas suas famílias a casar com desconhecidos.

Senador cria projeto que prevê que presos arquem com seus custos na prisão

Um dos piores problemas do Brasil em relação ao estado de sua população carcerária são os custos que batem de frente com a falta de recursos. Tendo isso em vista, o senador Waldemir Moka (PMDB-MS) quer mudar a forma de administração dos presídios.
Em novo projeto de lei, apresentado no início de setembro, o senador propõe que todo detendo que tiver condições financeiras pague durante seu período atrás das grades. Ou seja, o próprio preso seria responsável por arcar com custos que hoje pertencem ao Estado.
“Nosso sistema penitenciário tem um monte de dificuldades, além da superlotação. Então eu acho que aquele que for preso e tiver condições financeiras, ele tem de pagar a estadia dele, a manutenção. Isso custa caro, é muito caro mesmo manter uma pessoas presa”, comentou Waldemir à Rádio Senado.
Encerrada em agosto deste ano, a CPI do Sistema Carcerário constatou a situação extremamente complexa e difícil das cadeias no Brasil. Nela, Moka discursou sobre a Lei 7210, de 11 de julho de 1984, a Lei de Execução Penal, que segundo ele torna a gestão de presídios no país quase impossível.
“Somente transferindo para o preso o custo de sua manutenção no presídio é que o sistema penitenciário poderá melhorar e, ao mesmo tempo, por via oblíqua, proporcionar destinação de mais recursos para outras áreas, como serviços públicos de saúde e educação”, explica trecho do projeto.
O preço de um presidiário no Brasil varia entre R$ 2,5 mil e R$ 3 mil por mês, de acordo com o estado em questão. Moka ainda enxerga, além do viés econômico, um lado pedagógico em sua proposta. Para ele, os detentos, ao sentirem no próprio bolso o preço da prisão, poderiam evitar crimes futuros.
Enviado à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o projeto de Waldemir Moka aguarda por emendas antes de ser votado pela Casa.

DEMITIDA: Repórter húngara que chutou e deu rasteiras em imigrantes foi demitida; assista vídeo:

Uma repórter cinematográfica de uma rede de TV nacionalista da Hungria foi flagrada dando uma rasteira em um pai e seu filho que passavam pelo cordão de Röszke, perto da fronteira com a Sérvia. Pai e filho são imigrantes refugiados tentando entrar no país europeu.
Petra foi flagrada mais de uma vez chutando imigrantes na fronteira. (Reprodução)
A jornalista Petra Lázló, que trabalhava para o canal N1TV, é vista ainda em outro momento tentando dar um chute em uma menina que corria de mãos dadas com outro homem.
O primeiro vídeo (assista abaixo) foi publicado na tarde da última terça-feira (8) pelo repórter alemão Stephan Richter, da rede RTL, que está no local cobrindo as ondas migratórias no leste da Europa.