A verdadeira Páscoa é CRISTO!

O termo "Páscoa" deriva, através do latim Pascha e do grego bíblico Πάσχα Paskha, do hebraico פֶּסַח (Pesaḥ ou Pesach), a Páscoa judaica.
A Páscoa, é uma data tanto de celebração como também de reflexão, pois nos leva aos tempos passados quando CRISTO se entregou a si mesmo em preço de redenção por nós.
Este período, é a celebração da ''graça'', que através de CRISTO, nos é oferecida diariamente. Este sem dúvida é um período que nos conduz à uma profunda reflexão e que fortalece constantemente a nossa fé mediante o fato de sermos salvos pelo ato ''nobre de JESUS''. JESUS É A PASCOA!
Nós éramos filhos da desobediência, pois andávamos segundo a vontade das trevas, nos colocando como oposição aos preceitos de DEUS.
E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados,
Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência;
Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. (Efésios 2:1-3)
O sacrifício e a ressurreição de CRISTO é o que move a nossa fé e nos inunda com a esperança de que em momento oportuno, estaremos com ELE nos lugares celestiais.
O SENHOR é cheio de misericórdia de modo que está escrito: ''As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim''; (Lamentações 3:22) Misericórdias estas, que nos mantém vivos com a chama DO ESPÍRITO SANTO sempre acesa, mesmo que estejamos presos as cadeias da corrupção da carne - sendo isso inevitável, O SENHOR sempre nos renova e nos vivifica; Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. (1 João 2:1)
Muitos tem atribuído a Páscoa à ritos paganizados, que se distanciam ''e muito'' da essência da verdadeira Páscoa descrita na Bíblia.
A Páscoa é O CRISTO ressuscitando e nos dando vida, e vida em abundância.
Tendo isso em vista, tenhamos a certeza de que a Páscoa não são ovos de chocolate, muito menos coelhos inexistentes no contexto descrito na Bíblia, mas sim à glória sendo destinada AO AUTOR E CONSUMADOR da nossa fé, JESUS CRISTO! Por tanto, retiremos esta data para celebrarmos a vida eterna à nós concedida através da graça e também para refletir no preço pago por CRISTO a fim de que nós fôssemos salvos das cadeias eternas do sofrimento.
Tirem esta data para lembrar;
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. (Isaías 53:5)
Por Cezar S D S Scholze

Share/Bookmark

0 comentários: