PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Realizar o sonho da casa própria agora é possível na cidade de Iguaracy. Loteamento Santa Edwiges realizou ato de inauguração neste fim e semana.

 
Solenidade entrega oficialmente o Loteamento Santa Edwiges aos investidores de Iguaracy. 
O evento bastante movimentado contou com churrasco grátis e presença do cantor Lindomar Sousa e Quarteto Forrozado. E atenção: Já foram comercializados mais de 70% dos lotes, corra e adquira já o seu em parcelas fixas de 216,67 reais e que cabem perfeitamente em seu bolso. Mais informações sobre o loteamento você: CLICK AQUI
Durante o momento de inauguração, Dr. Airton que é advogado do Loteamento Santa Edwiges, elogiou o empreendimento pela preocupação em ter uma assessoria jurídica para dar todo o suporte e garantir a segurança dos contratos realizados. Disse que preocupações como esta não estão sendo fáceis de se ver, pois outros empresários não tem a mesma preocupação de fazer um negócio bem feito e que garanta que o cliente tenha o seu terreno livre de qualquer ônus e de qualquer tipo de embaraço. Disse que todos os lotes já estão registrados em cartório e os contratos já estão sendo confeccionados. Para finalizar, o jovem advogado disse que, quem desejar adquirir um terreno no Loteamento Santa Edwiges, tanto em Iguaracy, Tabira ou Afogados, que pode ficar tranquilo que em termos de lei, de justiça e legalidade, o Loteamento Santa Edwiges está todo perfeito, que todos que desejam fazer este investimento não precisam ter medo, porque com certeza estarão fazendo um excelente negócio.
Em conversa com nosso Blog, os irmãos e empresários disseram que o povo aproveite porque existem poucas unidades disponíveis e realçaram ainda, que devido à alta valorização, quem compra um terreno sabe que está fazendo um ótimo investimento, pois em pouco tempo, um espaço no local ficará altamente valorizado, principalmente quando o loteamento der espaço a um bairro bem estruturado, bonito e agradável de se morar na cidade de Iguaracy, o próprio Charlys (a direita) ao lado de seu irmão Edilson, fez questão de frisar que irá também residir no futuro bairro, tanto é, que a sua residência no local já está em fase de acabamento. 
 
 
 
 

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Cientistas brasileiros confirmam ação de zika no cérebro

Do DP
Pesquisadores brasileiros identificaram que o vírus zika provoca a morte e prejudica o crescimento de células do sistema nervoso. Em estudo desenvolvido pelo Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor) e pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), os cientistas mostraram que o vírus ataca células do cérebro humano em desenvolvimento, reduzindo a viabilidade e o crescimento — um indício de que a microcefalia pode ser, de fato, causada pelo vírus.
“Os resultados sugerem que o vírus zika anula a neurogênese (formação de neurônios) durante o desenvolvimento do cérebro humano”, diz o texto, pré-publicado em uma revista científica internacional. Para chegar aos resultados, foram feitos testes em organoides parecidos a um cérebro humano em desenvolvimento infectados pelo vírus. Os chamados “minicérebros” são gerados em laboratório a partir de células-tronco humanas reprogramadas.
Os organoides cerebrais representam excelentes modelos para a investigação de distúrbios de neurodesenvolvimento, uma vez que podem mimetizar, in vitro, várias características da formação do cérebro humano, nos ajudando a desvendar os mecanismos de diversas doenças”, esclareceu o neurocientista do Idor e da UFRJ, Stevens Rehen, líder da pesquisa.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

'Sexo oral em troca de biscoitos': As denúncias de abuso sexual contra soldados e funcionários da ONU

Sexo oral por biscoitos: As denúncias de abuso sexual contra soldados e funcionários da ONU https://t.co/tBPKcxQ4CS
"A menina, de sete anos, nos disse que fez sexo oral em soldados franceses em troca de uma garrafa de água e um pacote de biscoitos."
O relato da criança citada acima faz parte das muitas denúncias de crimes sexuais cometidos por soldados e funcionários da ONU nos últimos anos. O depoimento foi registrado por membros da Comissão de Direitos Humanos da organização, que divulgou este e outros casos em um comunicado elaborado em janeiro.
Na última sexta-feira, um informe foi divulgado como parte de uma nova política de "nomear e envergonhar" os responsáveis. A ONU adotou essa estratégia depois do escândalo envolvendo o abuso de crianças e adolescentes por seus soldados na República Centro-Africana, no ano passado.
O documento, apresentado pelo secretário-geral da entidade, Ban Ki-moon, lista 99 novas denúncias de abuso sexual cometido por soldados e funcionários da organização em missões internacionais em 2015, o que reflete uma alta em relação aos 80 casos registrados em 2014.
Dos 99 casos denunciados em 2015, 69 foram de abusos cometidos por soldados em missões de paz e 30 por funcionários da ONU em outros setores.
E pela primeira vez foi divulgada a lista de países onde ocorreram as denúncias: Alemanha, Burundi, Gana, Senegal, Eslováquia, Madagascar, Ruanda, República Democrática do Congo, Burkina Fasso, Camarões, Tanzânia, Níger, Moldávia, Togo, África do Sul, Benin, Nigéria e Gabão.
Também foram feitas denúncias contra funcionários de vários países europeus e do Canadá. A maioria dos abusos ocorreu na África, especialmente na República Centro-Africana. Também houve denúncias de exploração sexual no Haiti.
O relatório, porém, foi muito criticado pela ONG Code Blue, que monitora as denúncias contra soldados - os "capacetes azuis" - e funcionários das Nações Unidas.
O que a ONU fez exatamente diante das mais de 1 mil denúncias de abuso sexual contra seus funcionários desde 2007? Debaixo da máscara de que toma alguma providência, o que realmente existe é a inércia

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Aplicativo leva recurso de videochamada para usuários do WhatsApp

Que tal fazer uma videochamada pelo WhatsApp? Ainda que o aplicativo de mensagem não disponibilize o recurso a seus usuários, há uma alternativa chamada Booyah. Um app de videochamada em grupos que foi liberado nesta terça-feira (1º) para o Android, um mês após o lançamento da versão iOS.
O Booyah possibilita gratuitamente a interação de até 12 pessoas simultaneamente. Não é exigido nenhum cadastro, é preciso apenas que todos os usuários tenham o aplicativo instalado em seus respectivos dispositivos.
Essa obrigatoriedade exclui os usuários de Windows Phone a participar da conversa em vídeo. Mas Dany Fishel, CEO da Rounds, não descarta a possibilidade de levar o aplicativo para os usuários do sistema operacional da Microsoft. "Não descartamos totalmente, mas acreditamos que a demanda de usuários irá nos dizer se desenvolveremos para Windows Phone ou não."
A navegação pelo app é bastante intuitiva e simples. No menu superior, basta clicar no ícone em formato de uma pessoa para selecionar os amigos ou grupos do WhatsApp que farão parte da videochamada. Eles receberão um convite para baixar o app, bem como um link para entrar no bate-papo.
"Quem inicia a chamada manda o link, e quando o(s) recipiente(s) pode(m) atender, a pessoa que iniciou a chamada recebe uma notificação e entra na chamada. Isso elimina a necessidade de esperar o outro atender", cita Fishel como um dos diferenciais do Booyah em relação a outros app de vídeo chamada –tais como o FaceTime (Appe) e Skype (Microsoft).
Mas não são só os usuários do WhatsApp que podem se beneficiar do Booyah. "Nós acreditamos que as conversas de texto ocorrem em mais de uma plataforma, como o Facebook Messenger, Snapchat, iMessage, entre outras. A visão do Booyah é realizar as chamadas em vídeo em cima dessas plataformas. O usuário pode mandar o link por qualquer uma delas para seus amigos, e nós facilitaremos o resto."
Vale lembrar que o WhatsApp é um dos únicos apps de mensagens que ainda não permitem a realização de vídeoschamadas. O Skype viabiliza chamadas de vídeos em grupos de até 25 pessoas, enquanto o Google Hangouts limita o recurso a 10 participantes. Já o FaceTime só suporta videochamada um-para-um, assim como o Facebook Messenger.
Larissa Leiros Baroni

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Coreia do Norte ameaça Coreia do Sul e EUA com ataque nuclear preventivo

Líder supremo da Coreia do Norte Kim-Jong-Un
A Coreia do Norte ameaçou hoje (6) fazer "ataques nucleares cegos" contra a Coreia do Sul e os Estados Unidos se estes países mantiverem as manobras militares conjuntas, previstas para começarem na segunda-feira (7).
A ameaça de um "ataque nuclear preventivo em nome da justiça" está em uma declaração do comando supremo do exército popular norte-coreano, de acordo com a agência de notícias oficial norte-coreana KCNA.
Seul e Washington vão fazer o maior dos exercícios militares conjuntos até final do próximo mês, em um momento de tensão na Península da Coreia, na sequência de um teste nuclear, em janeiro, e do lançamento de um foguetão espacial, feitos pelo governo da Coreia do Norte.
Nas manobras militares conjuntas deste ano, em território sul-coreano, vão participar cerca de 15 mil soldados norte-americanos, quase o dobro dos que participaram no ano passado, de acordo com a agência de notícias sul-coreana Yonhap.
Os dois aliados fizeram anualmente, entre março e abril, desde a década de 1990, estes exercícios militares conjuntos, denominados 'Key Resolve' e 'Foal Eagle', para melhorar a capacidade de defesa perante a Coreia do Norte.
O regime norte-coreano considera estas manobras como um exercício de tentativa de invasão e a sua realização resulta sempre num aumento da tensão na na Península da Coreia.
As duas Coreias continuam tecnicamente em guerra desde o fim do conflito de 1950-53, que terminou com a assinatura de um armistício e não de um tratado de paz.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...