PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Câmara aprova projeto de lei que prevê multa para quem não colaborar contra o Aedes aegypti em Iguaracy

A Lei deverá ser sancionada pelo Executivo nos próximos dias
A Câmara Municipal de Vereadores de Iguaracy aprovou na última Sessão Ordinária da casa, uma lei municipal que reforça as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunha e do perigoso zika vírus. Esta lei tem como objetivo chamar a atenção da população com relação à situação de emergência em saúde, estabelecida pelo Decreto nº 025/2015.
Para entendimento geral, o artigo terceiro do Projeto de Lei nº 002/2016 diz que “a autoridade sanitária, no exercício da ação de vigilância sanitária, lavrará, no local em que for verificada recusa ou a impossibilidade do ingresso por motivos de abandono ou ausência de pessoas que possam abrir a porta, um Auto de Infração e/ou /ingresso Forçado, no local ou na sede da repartição sanitária”. Nesse artigo também estão dispostas todas as informações que deverão constar no Auto de Infração.
A Lei também prevê multas para o munícipe que não permitir à entrada de agentes comunitários de combate as endemias nas residências, bem como aos que não colaborem na prevenção da proliferação do mosquito.
O cidadão que não atender as instruções sanitárias previstas nesta Lei estará sujeito à multa, que corresponderá à quantia entre 100,00 (cem reais) e 2.000,00 (dois mil reais), a ser fixada de acordo com o grau de relevância, a capacidade econômica do infrator, e a extensão do prejuízo causado a saúde pública, conforme estabelece o artigo sétimo do documento. Para acesso a todos os detalhes do projeto continue lendo abaixo: (Assessoria de Comunicação)
PROJETO DE LEI Nº 002/2016
Para continuar CLIQUE ABAIXO

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Enquanto isso fora do Brasil: Valência retira placas com nomes de políticos corruptos das ruas

Para fortalecer a iniciativa, será criado um site dedicado aos cidadãos que quiserem informar a existência de placas que tenham passado despercebidas pelas autoridades 
O governo de Valência, na Espanha, decretou que todas as placas com nomes de políticos condenados na Justiça sejam retiradas das ruas e de edifícios públicos. O projeto pretende extinguir as homenagens a ocupantes de cargos do governo que hoje cumprem pena por crimes de corrupção ou contra a a administração pública.
Para fortalecer a iniciativa, será criado um site dedicado aos cidadãos que quiserem informar a existência de placas com políticos corruptos que tenham passado despercebidas pelas autoridades.
Em entrevista ao jornal “El País”, o conselheiro de Transparência, Manuel Alcaraz, explicou que a medida é de conteúdo simbólico fundamental para a regeneração da democracia. A comunidade de Valência tem presenciado uma série de casos de corrupção.
"Era necessário buscar uma fórmula objetiva e o consenso foi que haja uma condenação firme. Porque parece óbvio que não devem permanecer placas em hospitais, centros desportivos ou instalações públicas com comemorações de inauguração por dirigentes que hoje sabemos que são corruptos — afirmou Alcaraz.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Segundo Ibope, Dilma tem aprovação de 10% e desaprovação de 69%

G1 - Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (30) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo da presidente Dilma Rousseff (PT): 
- Ótimo/bom: 10%
- Regular: 19%
- Ruim/péssimo: 69%
- Não sabe: 1% 
 
O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 17 e 20 deste mês e ouviu 2.002 pessoas, em 142 municípios. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.
Segundo a CNI, a soma dos percentuais não iguala 100% em decorrência do arredondamento.
Na última pesquisa do Ibope encomendada pela CNI, divulgada em dezembro do ano passado, 9% dos entrevistados aprovavam o governo (consideravam "ótimo" ou "bom"); 70% consideravam a gestão Dilma "ruim" ou "péssima"; e 20%, "regular".
O nível de confiança da pesquisa, segundo a CNI, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
'Maneira de governar'
A pesquisa divulgada nesta quarta também avaliou a opinião dos entrevistados sobre “a maneira de governar” da presidente: 14% aprovam; 82% desaprovam; e 3% não souberam ou não responderam.
Além disso, 18% disseram confiar na presidente, enquanto 80% afirmaram não confiar, e 2% não souberam ou não responderam.
Segundo mandato
Na comparação com o primeiro governo Dilma, 3% dos entrevistados consideram o segundo mandato dela “melhor”. Para 80%, a atual gestão é “pior” e 16% dizem ser “igual”.
Ainda de acordo com a pesquisa Ibope, 10% dos entrevistados avaliam como “ótimo/bom” as perspectivas em relação ao restante do mandato de Dilma à frente do Planalto, enquanto 68% dizem acreditar que o governo será “ruim/péssimo”. Para 18%, será “regular”.
Notícias sobre o governo
O levantamento do Ibope listou ainda as notícias sobre o governo mais lembradas pelos entrevistados. Veja as cinco mais citadas:
- "Presidente Dilma convida o ex-presidente Lula para assumir um ministério em seu governo/Lula assume ministério": 31%
- "Notícias sobre manifestações a favor do impeachment da presidente Dilma": 17%
- "Notícias sobre operação Lava Jato/Investigação de corrupção na Petrobras/Petrolão": 13%
- "Notícia sobre manifestações contra o governo Dilma": 8%
- "Notícias sobre manifestações contra a corrupção": 8%
Conforme o levantamento divulgado nesta quarta, 9% apontam que as notícias têm sido"mais favoráveis" ao governo; 9% as consideram "nem favoráveis nem desfavoráveis"; 76%, "mais desfavoráveis"; e 5% não souberam ou não responderam.
A pesquisa também ouviu os eleitores sobre a opinião deles por área de atuação do governo. Veja os resultados:
Combate à fome e à pobreza
Aprovam: 29%
Desaprovam: 69%
Não souberam/Não responderam: 2%
Educação
Aprovam: 24%
Desaprovam: 74%
Não souberam/Não responderam: 2%
Meio Ambiente
Aprovam: 25%
Desaprovam: 68%
Não souberam/Não responderam: 7%
Saúde
Aprovam: 13%
Desaprovam: 87%
Não souberam/Não responderam: 1%
Segurança Pública
Aprovam: 14%
Desaprovam: 84%
Não souberam/Não responderam: 1%
Combate à inflação
Aprovam: 12%
Desaprovam: 86%
Não souberam/Não responderam: 3%
Combate ao desemprego
Aprovam: 12%
Desaprovam: 86%
Não souberam/Não responderam: 1%
Taxa de juros
Aprovam: 7%
Desaprovam: 90%
Não souberam/Não responderam: 3%
Impostos
Aprovam: 8%
Desaprovam: 91%
Não souberam/Não responderam: 1%

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Bebês com microcefalia podem ter redução de conta de luz

Crianças portadoras de microcefalia podem ser incluídas como beneficiárias da Tarifa Social de Energia Elétrica, que concede até 65% de descontos na fatura mensal de energia elétrica. A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) diz que está reforçando junto a instituições sociais do Estado esta inclusão, além de levar orientações aos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), Secretarias de Assistência Social e nas ações sociais da empresa. A adesão ao benefício se enquadraria no critério de portadores de deficiência identificados como baixa renda.
O cadastro na Tarifa Social pode ser efetuado por meio dos canais de relacionamento com o cliente da Celpe, como no site, lojas de atendimento e pontos credenciados da companhia distribuídos em Pernambuco.
No caso dos responsáveis pelos portadores de microcefalia, para solicitar a inclusão, é importante que a criança tenha sido inscrita previamente junto ao INSS e obtido o Benefício de Prestação Continuada (BPC) na categoria 87 – para portadores de deficiência. A Celpe concederá o benefício às crianças cadastradas nas agências do INSS existentes na área de concessão da empresa, que abrange todos os municípios pernambucanos, a Ilha de Fernando de Noronha e a cidade de Pedras de Fogo, na Paraíba.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

H1N1: Cuidado reforçado nos dois primeiros dias do início dos sintomas

Os cuidados adotados nas primeiras 48 horas do início dos sintomas de gripe, especialmente entre a população que faz parte do grupo de risco para desenvolver complicações (como desconforto respiratório intenso), são essenciais para reduzir a duração dos sintomas e a ocorrência de agravamento da infecção pelos vírus da influenza – entre eles, o H1N1, que já acometeu pelo menos 13 pessoas em Pernambuco.
Além dos medicamentos que aliviam os sintomas e do reforço na hidratação, o uso de fosfato de oseltamivir (ou Tamiflu, nome comercial do medicamento disponível só nas unidades de saúde) deve ser indicado para pacientes que têm possibilidade de evoluir com complicações da gripe.“Merecem atenção os quadros em gestantes, idosos, crianças com menos de 2 anos e pacientes que já apresentam alguma doença crônica”, diz a infectologista e professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Vera Magalhães.
Para ela, o fato de o oseltamivir não estar nas farmácias pode dificultar o acompanhamento de alguns casos, especialmente de pacientes atendidos em consultório e têm que ir à emergência para ter acesso à medicação. “É importante o uso do medicamento de forma precoce, especialmente neste momento em que observamos gravidade maior dos casos.”
Para Vera Magalhães, o cenário não causa surpresa. “Acredito que tanto H1N1 como H3N2 (subtipo de vírus da influenza popularmente conhecido como o mais comum) são endêmicos no Estado. Provavelmente tivemos H1N1 em 2015, mas casos podem não ter sido registrados porque o H3N2 predominou.” A Secretaria Estadual de Saúde informa que está atenta para monitorar os casos de H1N1, enviando amostras para análise laboratorial, com a realização de exames mais sensíveis.
“Temos atendido mais pacientes com gripe que evoluem para quadros respiratórios graves em menos de 24 horas, mas não sabemos se todos são casos de H1N1 porque são necessários exames para confirmação. De qualquer forma, já prescrevemos oseltamivir para esses casos”, informa o infectologista Danylo Palmeira, da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital das Clínicas da UFPE.
Clínicas privadas de vacinação no Estado já estão com a vacina contra gripe com cepas atualizadas para 2016. Na Vaccine, há a trivalente e a tetravalente (com três e quatro tipos de cepas de vírus influenza em combinação, respectivamente). Custam a partir de R$ 90. (JC)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Câmara de vereadores realiza 7ª Sessão Ordinária do ano

Os vereadores se reuniram mais uma vez, em Sessão Ordinária, na manhã da última terça-feira (29) na Câmara Municipal de Iguaracy. Com uma duração de aproximadamente duas horas, a 7ª sessão de 2016 contou com a preposição de dois projetos de lei, e sem nenhum requerimento ou indicação.
A reunião aconteceu com a presença de todos os vereadores da casa, são eles: Odete Soares Pereira – presidente, Amaury de Oliveira torres - 1º Secretário, José Jorge da Silva - 2º Secretário (Jorge Soldado), Leonardo Lopes Magalhães (Neguinho de Irajaí), Simão Rafael de Vasconcelos, José Torres Lopes Filho (Zeinha), Fábio Alves Torres, Manoel Olímpio de Siqueira e Francisco de Sales Galindo Filho.

ORDEM DO DIA

*Leitura e votação do Projeto de Lei nº 001/2016 de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a autorização para abertura de crédito adicional tipo especial ao Orçamento do presente exercício, e ainda adicionar o crédito a programação do Plano Plurianual vigente e metas estabelecidas na Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2016, no valor de 80.000,00 (oitenta mil reais); (Aprovado)

*Leitura e votação do Projeto de Lei nº 002/2016 de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre ações de prevenção e combate ao mosquito Aedes Aegypti no município e dá outras providências; (Aprovado)
Os vereadores usaram a tribuna livre para a apresentação de reivindicações, propostas e fazer esclarecimentos pertinentes aos temas abordados. Para acesso a todos os detalhes e a fala de cada vereador, abaixo você pode ouvir a gravação completa.
A próxima sessão será realizada no dia 05 de Abril, terça-feira, a partir das 9h. Toda a comunidade está convidada a participar. Mais informações sobre o Legislativo podem ser encontradas no portal eletrônico da Casa no endereço: http://camaraiguaracy.pe.gov.br/ (Assessoria de Comunicação)
Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

O RIO PAJEÚ AMANHECEU ASSIM:

Rio Pajeú em Tuparetama-PE
Apesar da forte influência do fenômeno El Niño, janeiro foi com chuva muito acima da média sobre o Nordeste, principalmente do sertão Pernambucano e a área da região do Pajeu. Mas fevereiro terminou com chuva muito abaixo do normal na maior parte do Brasil e o mês de Março deixava a ultima esperança do sertanejo que surpreendeu-se na noite de ontem e madrugada de hoje com a forte chuva que atingiu toda a região fazendo as ultimas águas de março chegarem ao Rio Pajeú.
Em janeiro, o Brasil sentiu a influência de uma forte onda de Madden-Julian, que superou efeito do El Niño. Este fenômeno está muito associado com o aumento e diminuição da chuva no Nordeste.
O Rio Pajeu que nasce na Serra da Balança, no município de Brejinho, próximo ao extremo do estado da Paraíba, que não corria água a mais de 12 anos, voltou a correr águas na manhã desta quarta feira 30.
 
Em Tuparetama, os moradores, contentes, foram conferir de perto para poder acreditar no que estavam vendo a olho nú e glorificar a Deus pelas chuvas que cairam em todas as cidades da região.As águas também chegaram no trecho do Rio Pajeu na cidade de Itapetim. As águas deverão chegar ainda na tarde de hoje na Barragem de Brotas em Afogados da Ingazeira.
Confira quantos milímetros choveu em cada cidade do Pajeú nesta madrugada;
1- São José do Egito: 215 mm
2- Brejinho: 213 mm
3- Santa Terezinha: 205 mm
4- Itapetim: 180 mm
5- Triunfo: 123,1 mm
6- Serra Talhada: 117,1 mm
7- Tuparetama: 90 mm
8- Flores: 87,4 mm
9- Quixaba: 81 mm
10- Afogados da Ingazeira: 55 mm
11- Solidão: 52,7 mm
12- Ingazeira: 50 mm
13- Carnaíba: 45 mm
14- Tabira: 40 mm
15- Iguaracy: 16,2 mm
16- Calumbi: 9 mm
17- Santa Cruz da Baixa Verde: 19 mm
(Fotos Marcello Patriota via Cauê Rodrigues)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Confira imagens exclusivas da chuva que banhou Tuparetama, a princesinha do Pajeú


 
Fotos: Silvano Cardoso/ Mais Pajeú

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Chuva causa destruição nas ruas de São José do Egito, confira fotos


Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Veja imagens: chuva recorde deve tirar cidades do Alto Pajeú de racionamento

Barragem de Caramucuqui, esta manhã
Algumas cidades dependiam de carros pipa e em uma noite viram reservatórios encher. Águas devem chegar a Barragens como Brotas
Como o blog noticiou mais cedo, choveu em todo o Pajeú na noite desta terça-feira, nesta que já é a maior precipitação registrada nos últimos seis anos na região.
Segundo o colaborador e blogueiro Marcelo Patriota ao blog, as chuvas no Alto Pajeú onde o recorde foi registrado encheram barragem que estavam em colapso total. O Rio Pajeú encheu em vários pontos de sua extensão. A expectativa é de que o volume de água tenha repercussão em barragens como a de Brotas , em Afogados da Ingazeira.
Parte das cidades que viviam drama com colapso total, abastecidas por carros pipa, tiveram seus principais reservatórios ganhando grande volume de água e devem sair da lata dágua na cabeça.
Pela ordem de precipitação, choveu em São José do Egito (215 mm), Brejinho (213 mm), Santa Terezinha (205 mm), Itapetim (180 mm), Triunfo (123,1 mm), Serra Talhada (117,1 mm), Tuparetama (90 mm), Flores (87,4 mm), Quixaba (81 mm), Afogados da Ingazeira (55 mm), Solidão (52,7 mm), Ingazeira (50 mm), Carnaíba (45 mm), Tabira (40 mm), Santa Cruz da Baixa Verde (19 mm), Iguaracy (16,2 mm), e Calumbi (9 mm).
Veja registros da incrível chuva no Alto Pajeú, cedidas ao blog por Marcelo Patriota: (Via Nill Júnior)
Passagem molhada – Barragem de Caramucuqui
Distrito de Piedade, Itapetim
Macambira, São José do Egito
Ponte em área de Loteamento, em São José do Egito

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Chuva no Sertão: mais de 215 milímetros registrados em São José do Egito

Imagens da chuva em São José do Egito enviada por Fabrício Ferreira ao blog, aós compartilhada nas redes sociais. Cidade foi uma das recordistas de chuva.
Em Brejinho, foram 213 mm. Segundo IPA, é o maior volume da história desde que o índice começou a ser aferido
A chuva voltou a cair na região sertaneja. Choveu em municípios como Tabira, Ingazeira, São Jose do Egito, Itapetim, Solidão e Afogados da Ingazeira. Até 22h, Itapetim já registrava mais de 90 mm de chuva.
Em São José do Egito, a chuva tomou as ruas da cidade, com forte enxurrada. Informações falam de mais de 200 milímetros registrados na cidade. Uma tromba dágua, maior que o recorde no Pajeú, que era de 141 milímetros em Ingazeira, há cerca de 15 dias.
As ruas mais pareciam rios, com a água invadindo casas e lojas, derrubando uma residência e provocando medo nas famílias. No Bairro Pajeú ninguém sabia o que era Praça, calçadas ou ruas, tudo coberto pelas águas. Ainda não se sabe se alguém ficou ferido.
População observa enxurrada em São José do Egito
Em Itapetim a chuva atingiu 180,5 mm. De acordo com o IPA as chuvas de São José do Egito e Itapetim estão entre as maiores da história, inclusive fazendo sangrar a Barragem de Caramukuqui, e deixando meia a barragem de Mãe Dágua. Já tem água correndo no Rio Pajeú.
Em Afogados foram 58 mm Ainda houve registros em Carnaíba (45mm), Caldeirão Dantas de Tabira (127 mm), Ibitiranga (35 mm), São José do Egito (215 mm), Sito Riacho Fundo de Carnaíba (78 mm), Quixaba (81 mm), Passagem da Cobra, município de São José do Egito (100mm), Sitio Encruzilhada de Afogados, com 29 mm, . Há registro de muita chuva também em comunidades como Carnaubinha e Carnaúba. A apuração foi do programa Rádio Vivo, esta manhã.
Choveu ainda em outras áreas sertanejas. Há registros em Serra Talhada, Salgueiro, Iguaracy e Sertânia. Aliás, hoveu em boa parte do estado. Motoristas que passaram pela BR 232 entre as 19h e meia noite registraram fortes chuvas em todas as regiões do Estado.
Ruas pareciam rios

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

CHUVA EM ITAPETIM E SÃO JOSÉ DO EGITO PASSAM DOS 150 MILÍMETROS

A noite desta terça-feira (29) e a madrugada desta quarta-feira (30), foi de muita chuva nas cidades do Pajeú. Em São Jose do Egito com 215mm, as ruas mais pareciam rios, com a água invadindo casas e lojas, derrubando uma residência e provocando medo nas famílias, n0 Bairro Pajeú ninguém sabia o que era Praça, calçadas ou ruas, tudo coberto pelas águas. Ainda não se sabe se alguém ficou ferido.

Em Itapetim a chuva atingiu 180,5mm, de acordo com o IPA as chuvas de São Jose de São Jose do Egito e Itapetim estão entre as maiores da história, inclusive fazendo sangrar a Barragem de Caramukuqui, e deixando meia a barragem de Mãe Dágua, já tem água correndo no Rio Pajeú. Em Afogados da Ingazeira foram 59mm, Carnaíba 45mm, em Caldeirão Dantas de Tabira foi a maior chuva do ano com 127 mm, Ibitiranga 35mm. Choveu bem nas cidade de Ingazeira e Solidão.(Programa Rádio Vivo)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Absurdo! Músico tem casa invadida, pichada e objetos furtados em Carnaiba

No dia desta segunda feira 28, o músico Recifense José Carlos da Silva, conhecido como Zeca Silva, teve sua residência arrombada e invadida pelo acusado R.S. de 24 anos, na Rua Riacho dos Campos, na Vila da Caixa Econômica no Bairro de Carnaíba Velha, em Carnaíba.
Segundo informações da testemunha, o meliante invadiu a residência furtando uma bicicleta e ainda danificou moveis e pichou paredes internas da residência, móveis e colchões, inclusive com desenhos obscenos. A Guarnição Tática da Policia Militar foi informada e conseguiram capturar o causado, sendo encaminhado para a Delegacia de Policia Civil onde prestou depoimento e mesmo em flagrante, foi liberado após ser ouvido. o que revolta a vitima.
O ladrão ainda revirou guarda roupas e caixas deixando um montante de produtos e roupas espalhados pela casa.
Zeca Silva, que decidiu sair da violenta Recife, decidiu escolher Carnaíba para viver devido a paz que a cidade oferecia. Acabou fixando residência onde já residia há dois anos e no dia 29 de Outubro de 2015, recebeu o Título de Cidadão Carnaibano cedido pela Câmara de Vereadores de Carnaíba.
A revolta maior é que o acusado foi reconhecido, apreendido pela Policia Militar e liberado em seguida na Delegacia de Policia.
De quem é a culpa?
O governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria de Segurança do Estado não nomeia um delegado titular para Carnaíba, tendo que doze (12) cidades do Pajeú ter que ser atendidas na Delegacia de Plantão de Afogados da Ingazeira.
O cidadão honesto que paga seus impostos e trabalha para ter seus objetivos conquistados é quem acaba pagando o preço!
Com a palavra a Secretaria de Segurança do Estado de Pernambuco! 
(Cauê Rodrigues)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Contas de luz terão bandeira verde em abril

A partir de sexta-feira (1º), a bandeira tarifária das contas de energia elétrica será a verde e não haverá nenhum acréscimo de valor para os consumidores. A bandeira que vai vigorar no próximo mês foi decidida nesta terça-feira (29) em reunião da diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
Segundo a agência, a mudança da bandeira tarifária foi decidida diante da simulação dos custos de geração e distribuição de energia elétrica e do superávit acumulado nos últimos meses nas contas do sistema de bandeiras.
Desde que foi implementado o sistema de bandeiras tarifárias em janeiro de 2015, até fevereiro de 2016, a bandeira se manteve vermelha. Em março, passou para amarela. O aumento de chuva neste ano, que melhorou o volume dos reservatórios das hidrelétricas, aliado à redução da demanda e à inclusão de novas usinas no sistema elétrico brasileiro, possibilitou a mudança das bandeiras tarifárias nos últimos meses.
A cor da bandeira indica se a energia custa mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade. “Com as bandeiras, a conta de luz fica mais transparente e o consumidor tem a melhor informação para usar a energia elétrica de forma mais consciente”, informa a Aneel.
Segundo a agência, a bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz, mas uma forma diferente de cobrar um valor que era incluído na conta de energia, sem acréscimo no reajuste tarifário anual das distribuidoras. (Via: Folha PE)

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...