PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Apac divulga previsão do tempo para Pernambuco na virada do ano

 
Não há sistema meteorológico de grande escala que possa provocar chuva nos próximos dias, porém, na madrugada do dia 31 para o dia 01, devido à alta umidade e nebulosidade vinda do oceano, podem ocorrer chuvas rápidas, fracas e isoladas, apenas no Litoral do estado (Zona da Mata e Região Metropolitana). No Agreste e Sertão, não devem ocorrer chuvas.
Réveillon na praia de Boa Viagem
 Réveillon na praia de Boa Viagem
Regiões
Previsão 31/12/2016 e 01/01/2017
RMR Possibilidade de chuvas rápidas, fracas e isoladas na madrugada do dia 01/01/2017.
Mata Norte Possibilidade de chuvas rápidas, fracas e isoladas na madrugada do dia 01/01/2017.
Mata Sul Possibilidade de chuvas rápidas, fracas e isoladas na madrugada do dia 01/01/2017.
Agreste Céu claro a parcialmente nublado, sem chuvas
Sertão de Pernambuco Céu claro a parcialmente nublado, sem chuvas
Sertão de São Francisco Céu claro a parcialmente nublado, sem chuvas.
Gerência de Meteorologia e Mudanças Climáticas – GMMC
Agência Pernambucana de Águas e Clima – APAC

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

CNH SOCIAL: CONHEÇA REQUISITOS E FAÇA SEU CADASTRO!

O CNH Popular é uma oportunidade para você que quer adquirir sua primeira carteira de habilitação, o objetivo do programa e beneficiar as famílias e as pessoas pobres que antes não possuíam nem condições nem acesso para participar de programas de condutores, o programa foi implantado pelo o Governo em 2011, essa iniciativa do Governo permitiu que diversos beneficiários do programa bolsa família, ex presidiários ou trabalhadores que se encontram desempregados a mais de um ano adquire-se gratuitamente o CNH Social.
O que é a CNH Social?
A CNH Popular – ou Habilitação Social – trata-se do Programa Popular de Formação, Qualificação e Habilitação Profissional de Condutores de Veículos. No caso, este projeto estabelece que:
20% das vagas para dependentes dos programas Bolsa Família e Chapéu de Palha;
Pessoas que nunca tiveram experiência com mercado de trabalho ou que estejam desempregados;
25% das vagas dos cursos de formação de motorista seja destinada a pessoas com rendimento familiar mensal igual ou inferior a três salários mínimo (R$ 2.640);
20% das vagas para alunos ingressos no ensino fundamental ou médio de escolas públicas.
Dependendo do estado, podem existir outros percentuais, mas geralmente as principais categorias são estas.
Requisitos para a CNH Social
Veja quais os requisitos para participar do programa e se você se encaixa no que se pede:
Ter renda de até 02 salários mínimos;
Estar desempregado a mais de 1 ano ou não ter nenhuma experiência na carteira de trabalho;
Participar do programa Bolsa Família;
Alunos da Rede Pública, que apresentem bom rendimento escolar;
Ex-presidiários;
Portadores de necessidades especiais;
Pequeno agricultor rural.
Além desses requisitos, o candidato deve saber ler e escrever, possuir CPF, identidade e carteira de trabalho.
Categorias disponíveis para CNH Social
A habilitação popular está disponível para os seguintes tipos de habilitação:
Emissão ou mudança de categoria para Carteira A;
Emissão ou mudança de categoria para Carteira B;
Mudança de Categoria para carteira C;
Mudança de Categoria para carteira D;
Mudança de Categoria para carteira E;
Abertura de Cadastro em cada Estado
Não existe um banco de dados nacional para inscrição na CNH Popular. Portanto, os
interessados devem procurar o Departamento de Trânsito de seu estado. Muitos DETRAN’s costumam disponibilizar avisos em seu site sobre o processo de abertura de inscrição da CNH Popular. 
Cada departamento costuma seguir um calendário próprio, portanto se o de Pernambuco abrir, não será certo que o do Rio de Janeiro abrirá para seleção de pessoas para CNH Social.
Antes de se inscrever no CNH Gratuita é de extrema importância ler as diretrizes que estão expostas no edital, até como forma de se precaver de algumas regras que possam lhe impedir de ingressar no Programa CNH Social.
Após inscrito, é possível acompanhar os andamentos de sua CNH Popular por meio dos sites do Departamento de Trânsito de seu estado. Basta apenas procurar a seção de acompanhamento de cnh social. Geralmente, para realizar esta consulta é pedido o cpf, data de nascimento e o período de inscrição.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Corpos com mais de 2.000 anos intrigam arqueólogos na Dinamarca

Os restos mortais são encontrados dentro de pântanos na região, e seu estado de conservação faz com que sejam confundidos com vítimas de crimes recentes

O 'Homem de Tollund', um dos corpos encontrados nos pântanos dinamarqueses, em exposição no museu da cidade de Silkeborg (Tim Graham/Getty Images)
Corpos com mais de 2.000 anos de idade e em ótimo estado de conservação encontrados em pântanos da Dinamarca intrigam os arqueólogos. As informações são da BBC. Arqueólogos acreditam que tratam-se de sacrifícios feitos em rituais religiosos. Quase todas as pessoas foram vítimas de morte violenta, por enforcamento ou cortes na garganta, por exemplo, antes de serem jogadas nos pântanos.
A composição química dos pântanos, comuns na Dinamarca e em outras regiões os norte europeu, como Polônia e Irlanda, seria a responsável por evitar a degradação dos corpos mesmo após tanto tempo. O ambiente contém ácidos produzidos pelos musgos existentes no ecossistema. Um dos efeitos desse ambiente é tornar os cabelos e a pele avermelhados, resultado de um processo químico conhecido como reação de Maillard.
Uma das descobertas, feita em 1950, ostenta detalhes como vestígios de barba. O chamado Homem de Tollund foi encontrado por dois irmãos enquanto escavavam com a família nos arredores da cidade de Silkeborg em busca de turfa – matéria vegetal, de cor escura, que seria usada como combustível. As análises feitas por arqueólogos indicam que o Homem de Tollund morreu há cerca de 2.400 anos, quando tinha cerca de 40 anos de idade.
O estado de conservação dos corpos é tão impressionante que despertam a suspeita de serem vítimas de crimes recentes ao serem encontrados. No caso do Homem de Tollund, atualmente em exposição no Museu de Silkeborg, os dois irmãos chamaram a polícia após sua descoberta. Havia uma corda de couro ao redor do seu pescoço, provavelmente sinal de um enforcamento.
O museu Moesgaard, na cidade de Aarhus, tem no seu acervo, além de corpos humanos, restos mortais de 13 cães que também teriam sido sacrificados. Os corpos dos animais datam o ano de 250 antes de cristo e foram encontrados num pântano perto da cidade.
A falta de escritos em idioma local da Idade do Ferro (iniciado por volta de 1.200 antes de Cristo) na região é um obstáculo para a compreensão mais aprofundada do que se passou com os corpos achados nos pântanos antes de eles serem depositados lá.
Os detalhes do chamado Homem de Grabaulle, achado em 1952, dá indícios de como os rituais se passavam. “Ele foi forçado a se ajoelhar, e sua garganta foi cortada de orelha a orelha por alguém de pé por trás dele. Mas ele foi colocado com delicadeza no pântano. Pode parecer violento para nós, mas sacrifícios eram uma parte importante da vida cultural desse período”, disse a diretora de exibições do museu, Pauline Asingh, à BBC.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Protesto de taxistas acaba elegendo prostituta vereadora no AM

Francisca da Silva, a prostituta Coroca, em bar da feira de Manacapuru (AM), onde se elegeu vereadora
Folha de S.Paulo 
Uma das principais notícias do ano em todo o mundo, a insurreição dos eleitores contra a política tradicional, sacudiu também a pequena cidade de Manacapuru (99 km de Manaus), onde a prostituta Francisca da Silva, a Coroca, fez história ao se eleger vereadora.
A candidatura de protesto partiu de taxistas e mototaxistas do movimentado cais do porto. Há anos, Coroca faz ponto ali entre bares e camelôs que também se aproveitam do vaivém de estivadores e viajantes.
A cidade de 95 mil habitantes vive um clima de sublevação contra o atual prefeito, Jaziel Tororó (PMDB), e a Câmara, onde ele tem maioria. Em outubro, ele ficou em terceiro lugar (24% dos votos), e apenas 2 dos 15 vereadores se reelegeram.
Em 16 de novembro, dezenas de funcionários municipais da saúde com salários atrasados jogaram tinta nas paredes de prédios públicos, incluindo a Câmara e a Prefeitura, e lançaram sacos de lixo na casa do prefeito. Atualmente, o principal hospital da cidade só atende casos de emergência.
A cidade amarga o 5.075° lugar (de 5.281 prefeituras) no Ranking de Eficiência Dos Municípios da Folha (REM-F). Pelas ruas, a sujeira acumulada pela paralisação da coleta de lixo e o esgoto a céu aberto são a parte mais visível da má administração.
"Aqui era a Princesinha do Solimões, vê se agora dá pra dizer isso?", diz o taxista Valdemir Santana, citando a alcunha da cidade.
Santana, que trabalha no cais, é um dos idealizadores da candidatura, surgida em tom de brincadeira em conversa sobre a política local.
Convencida a se candidatar, Coroca contou com o apoio também de feirantes e comerciantes.
O único material de campanha foi um santinho onde ela aparece maquiada e vestida com uma sóbria roupa preta ao lado dos dizeres: "Por insatisfação e revolta vote...!!! Coroca".
O resultado surpreendeu até os mais otimistas. Ela ficou em quarto lugar, com 1.122 votos (2,2% dos votos válidos), a apenas 334 votos do primeiro colocado. Um êxito para uma campanha com custo declarado de R$ 155.
A vitória tem sido uma reviravolta na vida de Coroca —o apelido vem do antigo hábito de se vestir de preto, a cor do pássaro que lhe empresta o nome.
Com problema de alcoolismo, ela se prostitui desde os 11 anos. No cais, um programa pode custar R$ 10.
Mora com os pais e os três filhos, de idades entre 6 e 10 anos, em um casebre de paredes de madeira e teto de zinco.
Desde a eleição, Coroca ganhou status de celebridade local —é recebida com sorrisos e costuma ser chamada de "minha vereadora".
A partir da semana que vem, terá salário de R$ 7.800, verba de gabinete de R$ 3.500 e ainda poderá nomear até quatro funcionários.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

Conta de luz terá bandeira verde em janeiro, diz Aneel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta sexta (30) que a bandeira tarifária para o mês de janeiro será a verde, sem cobrança extra dos consumidores. A decisão é baseada em relatório do Operador Nacional do Sistema (ONS), que aponta que a condição hidrológica está mais favorável.
De janeiro de 2015, quando o sistema de bandeiras tarifárias foi implementado – até fevereiro deste ano, a bandeira se manteve vermelha, primeiramente com cobrança de R$ 4,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos e, depois, com a bandeira vermelha patamar 1, que significa acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 kWh.
Em março, passou para amarela, com custo extra de R$ 1,50 a cada 100 kWh; de abril a outubro ficou verde, sem cobrança extra. No mês passado, a bandeira passou para a cor amarela novamente e em dezembro está verde.
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a energia de hidrelétricas.
A cor da bandeira em vigor no mês da cobrança é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia elétrica, em função das condições de geração de eletricidade. Por exemplo, quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...