PREFEITURA DE CARNAÍBA

ESPECIAL: Realizada a I Feira de Sabores e Saberes dos Grupos de Produção e Resistência que aconteceu em Ramada da Quixabeira em Iguaracy/PE.

O evento contou com a presença de representantes da CPT, da PJR, da Rede GPR - Brasil, de representantes dos Grupos de Produção e Resistencia, de toda a comunidade de Ramada da Quixabeira e também contou com o apoio e participação do Prefeito de Iguaracy, José Torres Lopes Filho, do Vereador Fábio Torres, da Secretária de Finanças Ligia Torres, da Secretária de Saúde Joaudeni Cavalcante e demais representantes do Governo Municipal que estiveram participando dos momentos e apoiando a iniciativa.
A permanência no campo é um desafio que atravessa gerações e gerações de sertanejos. No Sertão do Pajeú, grupos de jovens se organizam para, juntos, superarem os desafios de produzir, comercializar e gerar renda para que permaneçam nas suas comunidades. Eles integram os Grupos de Produção e Resistência (GPR), coletivos que surgiram a partir das bases da Pastoral da Juventude Rural (PJR).
A Feira que ocorreu último dia 06 de outubro de 2017, na comunidade da Ramada da Quixabeira no município de Iguaracy, reuniu jovens dos GPR da Regional do Pajeú e Meridional II e tiveram várias atividades, oficina de comercialização, exposição dos produtos, falas dos parceiros, apresentações culturais, místicas, muita animação e energia boa da Juventude Camponesa.
Uma experiência enriquecedora para os Grupos de Produção, com troca de conhecimento, comercialização dos produtos e encaminhamentos para articulação com a gestão municipal para fortalecimento dos GPR e da Juventude Camponesa.
O prefeito de Iguaracy, Zeinha Torres, comemorou a iniciativa e disse que superar as dificuldades da seca e permanecer no campo não é uma tarefa tão fácil, porém, disse que o Governo Municipal estará dando total apoio e de braços abertos para ajudar o grupo de jovens a superarem os seus desafios.
Uma das frutas que a comunidade vem trabalhando é o Umbu, partir do qual podem fazer doces, polpa e bebidas. Zeinha provou o creme feito com Umbu e achou uma delícia, o prefeito disse que a produção é excelente e que certamente dá para vender e gerar renda, mas que precisa ampliar e divulgar o trabalho, algo que vem fazendo em todos os eventos que participa.
O prefeito aproveitou para convidar a comunidade para apresentarem os seus produtos na sede do município durante a Festa de Emancipação Política, dia 20 de dezembro, o prefeito disse que estará promovendo uma feira para que a Ramada da Quixabeira e também o Caroá, que vem trabalhando com produtos extraídos da Caatinga, possam expor e divulgarem os seus produtos.
A nossa equipe de reportagem conversou com Sandreildo Santos, este disse que a Rede GPR é uma Rede de Grupos de Produção e Resistência que são grupos de jovens que se organizam em torno da geração de renda para a permanência no campo, disse que esta rede tem se fortalecido justamente por que muitos jovens querem viver no campo, porém, a necessidade de terem uma renda acaba fazendo com que saiam do campo e migrem para a cidade atrás de trabalho para sobreviverem, e este é um dos grandes objetivos da Rede GPR, fazer com que tenham uma renda sem sair do campo.
 
Sandreildo disse que a feira é justamente fruto deste processo de organização dos grupos e desta necessidade de terem renda para permanecerem no campo. Disse que a atividade reuniu grupos de toda região do Pajeú e também de outros grupos de regiões diferentes como agreste, região metropolitana e Sertão do Araripe.
Sobre o sucesso do evento, Sandreildo disse que ocorreram momentos de confraternização e de fé, troca de conhecimentos, oficinas, falas dos parceiros, apresentações culturais, e além disso, muitos produtos foram comercializados, porém, o principal foi à exposição da produção para que todos tomem conhecimento do trabalho que está sendo desenvolvido.
Outro ponto importante, segundo o jovem, que é participante ativo da Pastoral da Juventude Rural, foi à apresentação da unidade de beneficiamento para os grupos da Região do Pajeú, disse que a unidade vai ser o centro de beneficiamento do que os grupos produzem aqui na região, “a principio, só temos ela neste porte, e todos vão se organizar em torno desta unidade”.
Sandreíldo finalizou a sua fala aproveitando para dizer que é muito importante as organizações e instituições apoiarem este tipo de iniciativa, "porque organiza e gera autonomia para as pessoas e contribui diretamente para o bem da população, ou seja, não só os jovens são beneficiados, mas todos aqueles que estão no campo produzindo irão comercializar os seus produtos e isso irá gerar uma economia local, que irá refletir em todo o município e isso é muito importante para todos", disse. 
 Assessoria de Comunicação - Governo de Iguaracy/PE

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários: