Mostrando postagens de Setembro 17, 2018Mostrar tudo

Pesquisas eleitorais podem influenciar voto útil, diz cientista político

Na reta final da campanha eleitoral, as pesquisas sobre intenções de voto tomam conta do noticiário e são uma fonte de informação importante tanto para os candidatos quanto para os eleitores.
O cientista político Geraldo Tadeu Monteiro afirma que as pesquisas desempenham papel importante na decisão do eleitor. De acordo com ele, existe tanto o voto útil, quando o eleitor quer ajudar alguém que tem mais chance; quanto o voto de veto, quando o eleitor quer fazer com que um candidato específico perca. "A pesquisa não determina, ela influencia como qualquer outra fonte de informação”, esclarece.
Segundo Monteiro, o resultado da pesquisa faz parte de um conjunto de informações que o eleitor usa a fim de decidir. “Se ele quiser votar no candidato que está ganhando ou ele acha que o voto útil para a sua tendência política é mais interessante, ele tem o direito de ter essa informação”.
O especialista considera, no entanto, um mito a tese de que o brasileiro vota no “cavalo que está ganhando”. Ele pesquisou o assunto e concluiu que só 5% dos eleitores podem mudar de voto se descobrirem que seu candidato não tem chance. “Os outros 95% escolhem um e vão com ele até o final”, destaca.
⏩    Mostrar matéria completa  
Espontâneas x estimuladas
Geraldo Tadeu Monteiro também fala sobre a diferença entre pesquisas espontâneas e estimuladas. Para ele, a espontânea mostra o grau de consolidação daquela opção de voto. “Quando o sujeito espontaneamente declina o nome do candidato é porque para ele aquela informação já está bem segura”.
Já a pesquisa estimulada, quando são apresentadas as opções para o eleitor, pode gerar resultados diferentes. “Na pesquisa espontânea, 56% das mulheres estão indecisas com relação ao candidato a presidente, mas quando você estimula, só 7% ficam indecisas”, exemplifica.
Regras
As pesquisas são bastante controladas pela Justiça Eleitoral e buscam refletir as características da população. A lei eleitoral estabelece que devem ser declinadas na hora do registro todas as ponderações por idade, por sexo, por local de moradia. “Por isso os resultados são apresentados pelas regiões: Sudeste, Sul, Centro-Oeste. Mulheres e homens. E essa ponderação em geral usa os dados do próprio TSE ou do IBGE”, explica Monteiro.
Pelas técnicas de amostragem utilizadas, os entrevistados devem representar os 147 milhões de eleitores brasileiros. “Por exemplo, nós sabemos que 54% do eleitorado é feminino e, portanto, de cada mil entrevistados, 540 serão mulheres".
Os candidatos também ficam atentos aos recortes de idade, sexo e escolaridade feitos pelos institutos de pesquisa. Esses dados auxiliam no discurso que é feito para o eleitorado durante a campanha.
Prioridades
A pesquisa Datafolha divulgada no último dia 11, por exemplo, trouxe o que os eleitores consideram prioridade para as ações do próximo presidente. Saúde lidera com 40%. Em seguida, vêm educação, violência e desemprego. A corrupção, citada na própria pesquisa entre os principais problemas do País, aparece com 2% apenas.
Divergências
Geraldo Tadeu Monteiro afirma ainda que já houve casos na história das eleições brasileiras de resultados muito diferentes das pesquisas, muitas vezes por fatos ocorridos às vésperas da votação; mas ele acredita que isso não é motivo para restringir sua divulgação. A única restrição imposta hoje é em relação às pesquisas de boca de urna, feitas no dia da votação, que só podem ser divulgadas após o fechamento das urnas.
Resultados das urnas em 2014 foram muito diferentes das pesquisas em vários estados. O que é considerado boca de urna.
Restrições
Na Câmara, o debate sobre esse tema é permanente e algumas propostas sugerem regras mais rigorosas para as pesquisas. A Comissão de Constituição e Justiça analisa projeto que permite divulgação de pesquisa só até 15 dias antes da eleição (PL 2/15). O autor, deputado Ricardo Barros (PP-PR), entende que as pesquisas podem prejudicar políticos e partidos, que às vésperas do pleito não conseguem verificar os dados e métodos utilizados.
Outro projeto, o PL 96/11, do deputado Rubens Bueno (PPS-PR), aumenta a punição para institutos de pesquisa envolvidos em levantamentos fraudulentos. A matéria aguarda votação pelo Plenário. (Via: Agência Câmara)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Bolsonaro sobe para 33% e Haddad vai a 16% em nova pesquisa BTG/FSB

Por: Exame Abril
Uma nova pesquisa de intenção de votos divulgada na madrugada desta segunda-feira (17), feita pelo banco BTG Pactual em parceria com o Instituto FSB, traz Jair Bolsonaro (PSL) com 33% das intenções de voto, três pontos percentuais acima da semana passada.
A pesquisa do BTG é a que tem dado maior pontuação a Bolsonaro na comparação aos outros levantamentos.
Já Fernando Haddad (PT), sobrou suas intenções de voto de 8% para 16% após ter confirmado como candidato no lugar de Luiz Inácio Lula da Silva.
Ciro Gomes (PDT), chegou a 14%, ante 12% da semana anterior. Geraldo Alckmin (PSDB) tem 6% e Marina Silva (Rede) tem 5%.
Na pesquisa, 9% disseram não votar em ninguém. Outros 2% apontaram nulo ou em branco e 4% não sabem. 1% dos entrevistados não responderam à pesquisa.
⏩    Mostrar matéria completa  
Segundo Turno
No segundo turno, Bolsonaro empataria com 42% com o Ciro Gomes (PDT). Diante de Fernando Haddad (PT), o candidato do PSL ficaria com 46% dos votos e Haddad com 38%.
Bolsonaro também venceria Alckmin (43% contra 36%) e Marina Silva (48% contra 33%).
Rejeição
Segundo a pesquisa, a candidata Marina Silva é a que tem maior rejeição entre os eleitores com 58%. Alckmin fica em segundo lugar com 53%. Haddad e Meirelles estão com 48%. Ciro aparece com 46% e, Bolsonaro, com 45%.
Metodologia
Por telefone, o Instituto FSB Pesquisa entrevistou 2 mil eleitores a partir de 16 anos, nas 27 Unidades da Federação. A margem de erro no total da amostra é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%. As entrevistas telefônicas foram realizadas entre 15 e 16 de setembro.
A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como BR-06478/2018.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Eleitores de Bolsonaro realizaram grande carreata em Afogados da Ingazeira

No fim da tarde deste sábado (15), eleitores, apoiadores e simpatizantes do candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) realizaram uma grande carreata que percorreu as principais ruas de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú.
De acordo com o nosso parceiro do Blog Mais Pajeú, a concentração foi no Posto Brasilino II e a carreta seguiu com jingles, bandeiras do Brasil e quantidade de veículos e pessoas que impressionava. Chama atenção que nenhum grupo político da cidade apoia Bolsonaro, cidade considerada "lulista".
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Quase metade do eleitorado não sabe em quem votar

A três semanas de uma das eleições mais curtas e disputadas da história do Brasil, há um contingente populacional capaz de definir o nome dos dois presidenciáveis que seguirão para o provável segundo turno. Trata-se de pelo menos 68 milhões de votos, quase metade do total registrado no cadastro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgado em agosto. É tanta gente que, para dimensionar a grandeza, seria preciso somar todos os moradores de São Paulo e Minas Gerais, os dois estados mais populosos do país.
Para chegar ao número, a reportagem cruzou dados das pesquisas mais recentes na tentativa de identificar eleitores capazes de serem capturados por um candidato. Eles estão entre aqueles que preferiram não escolher um nome ou estão indecisos, somados com quem apontou para um político, mas não tem tanta certeza – neste último grupo, o percentual chega a 45%. Antes de buscar o resultado, foi retirado do cálculo o último índice de abstenção nacional na votação de 2014 (19,12%).
⏩    Mostrar matéria completa  
A conta precisaria ainda incorporar uma série de variáveis impossíveis de serem testadas a curto prazo. Como livre exercício sobre o comportamento ao longo da campanha, entretanto, é possível apresentar as estratégias dos candidatos para amarrar o eleitorado. “A eleição não está definida. Ainda há uma parcela razoável de gente que vai entrar na campanha”, diz Jairo Nicolau, professor de ciência política da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). E aqui é que se estabelecem e se abandonam as estratégias. O primeiro candidato a perceber a importância dos votos consolidados foi Ciro Gomes (PDT).
Há três semanas, o pedetista partiu para cima do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) e dos eleitores do capitão reformado do Exército. O plano era ganhar pontos com os apoiadores do ex-presidente Lula (PT), na época ainda na disputa eleitoral. Afinal, na cabeça dos estrategistas de Ciro, era mais fácil crescer sobre o eleitorado petista do que tirar votos de Bolsonaro. A ação precisou ser revista pouco tempo depois com o atentado à faca em Juiz de Fora (MG) e a certeza cada vez maior de que o deputado garantiu uma das vagas no segundo turno. Não que as críticas a Bolsonaro diminuíram, mas passaram a ser divididas entre os adversários com potencial de segundo turno, como Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad (PT), o favorito para buscar votos de Lula.
A MAIS CONFUSA
Em artigo publicado na Associação dos Docentes da UFRJ, Nicolau disse que esta é a eleição mais confusa desde 1945. “Uma eleição de ilusões apagadas”, escreveu o professor. O curioso é que a estratégia de Alckmin, Haddad e Marina também passa pela pancada em Bolsonaro. O que muda é a distribuição de ataques entres os três, revelando a candidata da Rede mais econômica nas críticas ao tucano e ao petista. “Tem muito voto voando”, afirma Antonio Augusto de Queiroz, diretor de documentação do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Apontar sem muita convicção para um candidato pode descambar no voto útil às vésperas da eleição. No caso da atual campanha, é possível dividir os candidatos por grupos a partir dos desempenhos nas pesquisas de intenção de votos.
No primeiro grupo, quase garantido no segundo turno, estaria Bolsonaro. Um segundo bloco pode ser representado por Ciro, Marina, Alckmin e Haddad. A terceira turma enquadraria Alvaro Dias (Podemos), João Amôedo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB). “À medida que as eleições se aproximam, o eleitor começa a tornar o voto mais racional. Isso pode significar a aposta em um candidato melhor posicionado, que tiraria votos de um com pior performance”, diz Queiroz. A pesquisa Datafolha do início da última semana mediu a certeza de votos para Bolsonaro (74%), Haddad (67%), Ciro (42%), Alckmin (40%) e Marina (29%). Não à toa, a candidata da Rede é a que mais tem perdido votos nos últimos levantamentos.
ENTRADAS
A partir da análise da última pesquisa presidencial do Ibope, o professor Jairo Nicolau identificou que o grupo formado por eleitores de baixa renda e escolaridade é o mais suscetível a mudanças de votos. “É como se eles ainda não tivessem entrado na eleição, pois está fragmentado e sem um candidato dominante.” Segundo ele, o político que conseguir buscar esse bloco, “provavelmente”, estará no segundo turno. Tal perfil do eleitorado, historicamente, acompanhava mais o PT de Lula, mas é difícil que Haddad consiga puxar esses votos para ele. “Caso contrário, vamos viver uma experiência inédita: uma eleição em que os apoios dos mais pobres e menos escolarizados não vão em massa para um dos concorrentes.”
Voto útil em nível recorde
Esta eleição presidencial pode ser a do eleitor do contra. O pleito tende a ter participação recorde do voto útil, que ocorre quando se escolhe não o candidato de preferência no primeiro turno, mas o postulante que se julga ter maior capacidade para vencer quem ele não gosta. A razão para isso é a alta taxa de rejeição de dois candidatos: Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Para complicar as coisas, existe ainda um terceiro tipo de eleitor: o que tem ojeriza a ambos. Embora saiba quem tem sua preferência, esse cidadão topa qualquer candidato no lugar desses dois nomes.
Bolsonaro tem vaga praticamente garantida no segundo turno – ainda que as dificuldades em torno da campanha enquanto ele permanece internado dividam analistas e até aliados do candidato. Quanto a Haddad, apontam as pesquisas, tende a crescer nas intenções de voto com o apoio de Lula, apesar de o ex-presidente estar preso em Curitiba.
Os adversários mais próximos de Haddad, porém, também vão ganhar muitos votos de quem não quer vê-lo no segundo turno. Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB) estão atentos e já modularam suas campanhas com vistas a isso. Eles podem ficar com o eleitor anti-PT, herdando votos que hoje são de outros candidatos, mas também tirando eleitores uns dos outros. Isso faz com que as pesquisas tendam a apresentar grande oscilação nas próximas semanas. “A marca desta eleição é a incerteza”, destaca Paulo Calmon, diretor do Instituto de Ciência Política na Universidade de Brasília (Ipol/UnB).
Calmon afirma que o voto útil, ou voto estratégico, como se prefere chamar na academia, existe em todas as eleições, mas isso se acentua com a alta taxa de rejeição de alguns candidatos e o fato de que há vários postulantes em patamar semelhante de intenção de votos, entre o segundo e o quinto lugar. “Muitos eleitores deixam para fazer a escolha nos últimos dias. Mas, a esta altura, já têm certeza sobre quem não querem votar”, explica Calmon.
O cientista político Carlos Melo, professor do Insper, destaca que o eleitor leva muito a sério a escolha em uma eleição presidencial. “Ele se esforça, faz cálculos para que a escolha possa ter peso no resultado. É um voto de opinião. Nesse caso, não entra voto de cabresto – a influência do prefeito, por exemplo -, algo que pode ter peso na escolha do deputado, ou, no máximo, para governador”.
Para o cientista político Marcio Ianoni, professor da Universidade Federal Fluminense, Marina está perdendo votos para Ciro de eleitores que não querem que o PT nem Bolsonaro saiam vitoriosos. “Ciro tenta abocanhar o eleitor de esquerda e o de direita”, avalia. Mas Melo acha que Marina tem potencial de ganho pelo mesmo motivo. “Para o eleitor de centro, que quer política econômica ortodoxa, André Lara Resende (assessor econômico dela) pode ser tão convincente quanto Persio Arida (assessor de Alckmin).”
No pelotão seguinte das pesquisas estão Alvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB) e João Amoêdo (Novo). A tendência é de que os votos desses três candidatos, que somam 10% do total, sejam transferidos para Alckmin, Ciro ou Marina. Antonio Augusto de Queiroz, diretor de documentação do Diap, acha que Haddad pode ganhar força pelo apoio de Lula, mas também pelo voto útil. “A polarização entre os petistas e os antipetistas continua sendo algo muito forte”, diz. (Paulo Silva Pinto, do Correio)
São dois turnos para evitar distorções
O voto útil era comum no país antes da criação do segundo turno eleitoral pela Constituição de 1988. O objetivo do mecanismo é evitar que alguém ganhe o pleito com um percentual pequeno de votos – era comum vencer com apenas 30% do total, em campanhas muito disputadas. E também permitir que o eleitor escolha quem prefere de fato, e deixe o voto de segurança para o segundo turno. Mesmo assim, muita gente tenta ficar com uma opção que considera não a melhor, mas a menos ruim, para que tenha mais chances de vencer, no segundo turno, o candidato que não quer que vença de jeito nenhum.
O cientista político Paulo Calmon, diretor do Instituto de Ciência Política da UnB, destaca o fato de que as pessoas têm grandes expectativas em relação ao resultado de uma eleição presidencial. “O que está em jogo para as pessoas não é tanto uma questão de esquerda e direita, mas, de um lado, políticas distributivas e, de outro, ênfase em medidas que possam trazer maior crescimento econômico. Outro fator é a vontade de que se substitua tudo o que está aí. Há também a preocupação solidária com minorias. O eleitor busca quem pode promover essas coisas, mas também quer tirar quem se opõe a isso”, disse.
Na eleição passada, o voto útil transferiu apoio de Marina Silva (PSB) para Aécio Neves (PSDB) em um movimento às vésperas do primeiro turno. Já era um sinal da clivagem que se acentuou no país. “Desde 2013, o país está dividido entre o petismo e o antipetismo”, nota o cientista Carlos Melo, professor do Insper. O agravamento dessa situação resultou no quadro atual. “Nos países emergentes há hoje um risco econômico muito alto. Mas o risco político no Brasil consegue ser ainda mais elevado pela indefinição do quadro eleitoral”, avalia Calmon.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Sicoob ocupa lugar que era do BB em Iguaracy

Em Iguaracy, avançou a parceria para que o município abrigue uma agência do Sicoob no município. A possibilidade foi construída em uma reunião no mês de maio entre o prefeito Zeinha Torres e o Presidente da instituição, Evaldo Campos, em São José do Egito, acompanhado do Secretário de Administração Marcos Henrique e de vereadores municiais.
Antes, no dia 8 de março, uma Audiência Pública proposta pelo vereador Manoel Olímpio e aprovada pelos pares reuniu representantes da Câmara, Prefeitura, comércio e do próprio banco. Vários vereadores participaram juntamente com setores diversos do município.
A Prefeitura foi representada pelo Secretário Marcos Henrique. Começaram ali as tratativas com o banco para a efetivação do funcionamento da agência. “Uma das condições colocadas pelo banco foi que a prefeitura colocasse a sua conta de servidores em licitação para que o banco pudesse concorrer”, disse Manoel.
⏩    Mostrar matéria completa  
Iguaracy sofre sem agência bancária desde que houve ação criminosa contra o Banco do Brasil do município. Pouco depois, o banco foi incluído numa lista de agências que seriam desativadas pelo banco no Estado. O município sofre economicamente com a dependência da agência de Afogados da Ingazeira. Onde estava a agência semi destruída do Banco do Brasil, agora é possível ver o prédio com as cores do novo banco. A previsão é do início do funcionamento em até duas semanas.
A parceria proposta prevê a transferência de serviços como pagamento de IPTU e outros convênios na nova agência. Uma nova licitação para abrigar a folha de pagamento do município será realizada, hoje ligada ao BB.
Na licitação para a folha, uma das exigências é de que o banco tem que ter estrutura na sede do município, o que pode apresentar uma vantagem para o Sicoob, já que outros bancos não tem essa estrutura. “Estamos dando total apoio para a instituição se instalar em Iguaracy”, disse Marcos Henrique, Secretário de Administração. São quase 500 servidores com uma folha de R$ 745 mil mensais, indo a quase R$ 1 milhão com os inativos. (Nill Júnior)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Candidatos mudam estratégias de segurança após ataque a Bolsonaro

Na semana seguinte ao atentado contra o candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, durante um evento de campanha em Minas Gerais, outros presidenciáveis optaram por mudar, de forma discreta, seus esquemas de segurança em agendas públicas.
Os quatro candidatos que, além de Bolsonaro, tinham solicitado proteção da Polícia Federal -Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Álvaro Dias (Podemos)- tiveram o número máximo de agentes da PF disponíveis aumentado de 21 para 25 já nesta semana.
A decisão tinha sido anunciada pelo diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, em reunião no último sábado (8).
Além do maior efetivo, no entanto, algumas campanhas, como a de Marina, optaram por redobrar a cautela nas atividades de corpo a corpo em locais públicos.
⏩    Mostrar matéria completa  
Em uma caminhada no sábado (8) na movimentada rua 25 de Março, em São Paulo, a principal preocupação de sua equipe era manter livre o espaço à frente de Marina. O receio era que a aglomeração se fechasse em torno dela, causando tumulto ou impedindo a presidenciável de avançar.
O número de policiais que a acompanham foi aumentada de 13 para 25, em esquema rotativo. Geralmente, apoiadores e membros da Rede auxiliam na tarefa de fazer um cordão humano para proteger a candidata e manter o espaço em torno dela sob controle. Auxiliares dizem, no entanto, que manifestações hostis são raras.
Tanto na 25 de Março quanto na caminhada que ela fez no centro de Belo Horizonte na quarta-feira (12), os trajetos foram encurtados em relação ao previsto inicialmente.
Membros da campanha têm dito que as mudanças de roteiro não estão associadas a protocolos de segurança, mas ao relógio. Como a agenda da presidenciável é cheia e ela depende de voos comerciais nos deslocamentos, atrasos podem prejudicá-la. No avião, aliás, Mariana viaja com uma agente da PF.
Segundo a reportagem apurou, também após o ataque, o candidato Álvaro Dias ligou para um policial federal para pedir informações sobre o preparo de agentes que faziam a sua escolta.
No caso de Fernando Haddad (PT), a mudança na segurança foi feita após a oficialização da sua candidatura, na última terça (11). Antes, ele tinha apenas um segurança em sua equipe, além dos assessores pessoais que costumavam o acompanhar em todas as agendas - então como vice na chapa do ex-presidente Lula.
Quando a candidatura foi autorizada por Lula, mais três seguranças foram incorporados à comitiva, nenhum da PF.
Segundo auxiliares, não há restrição de local para a realização de eventos de campanha, desde que cumpram os procedimentos usuais de segurança.
Os candidatos Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT), que estão embolados no segundo lugar com Marina e Haddad, dizem não ter reforçado sua segurança.
"Olha aqui a minha segurança: é o povo, governador, deputado, senador, deputada", disse Ciro, ao ser questionado em uma caminhada em Mauá (SP), na segunda (10), se aumentaria os cuidados após Bolsonaro ter sido agredido.
Alckmin também afirmou que não reforçaria sua segurança para não restringir o contato com o povo. "O lado bom da política são as pessoas", justificou na segunda enquanto tomava um café em uma padaria em Pinheiros. Um dos policiais militares que se revezam nas suas agendas públicas o observava de longe.
A campanha do tucano, porém, privilegia encontros em ambientes fechados. O candidato faz algumas caminhadas ao ar livre, mas seu contato com a população se dá mais nas paradas para o cafezinho.
Dono de uma fortuna de R$ 377 milhões, Henrique Meirelles (MDB) preferiu dispensar, durante a campanha, a oferta de escolta da PF, ficando apenas com os dois guarda-costas particulares que o acompanham há anos. Ele também optou por não contratar mais seguranças após o ataque a Bolsonaro.
Houve, contudo, rearranjos na logística das caminhadas de campanha na última semana. A proteção ficou mais ostensiva e os motoristas do candidato e de sua mulher, Eva Missine, passaram a fazer um cordão de braços dados com os seguranças para seguir andando atrás do casal. (Via: Folhapress)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Agosto de 2018 tem menor número de homicídios em período de 38 meses

Com 287 casos, o mês foi o 9º consecutivo com redução de CVLI, no comparativo com o ano anterior. A queda se deu em todas as regiões e não houve nenhum assassinato em 93 cidades pernambucanas
Agosto de 2018 foi o mês menos violento em uma série histórica de 38 meses ou três anos e dois meses. Com 287 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), o mês teve redução de 30% em relação a agosto de 2017 (411). O mês passado se consolidou como o 9º consecutivo de declínio nos CVLIs, no comparativo com o ano anterior. Já no acumulado de janeiro a agosto deste ano (2.913 óbitos), são 819 vidas poupadas ou 22% de queda quando confrontamos com o mesmo período de 2017 (3.732). Ao todo, 93 municípios não registraram assassinatos e todas as regiões do Estado apresentaram recuo nos crimes contra a vida. Quinze cidades não conheceram homicídios em 2018 (lista completa no final deste texto).
⏩    Mostrar matéria completa  
“As estatísticas de agosto foram reflexo de fortes investimentos nas forças de segurança, como a contratação de 5,5 mil policiais, compra de 700 motocicletas, 1,3 mil viaturas, implantação de novas unidades das polícias Militar, Civil, Científica e Corpo de Bombeiros em todo o Estado, além de novas linhas de atuação adotadas pelo Pacto pela Vida, sob coordenação do governador Paulo Câmara. Priorizamos o combate aos grupos de extermínio e, somente no mês passado, 185 homicidas foram presos e retirados de circulação. Ressalte-se ainda a consistência da queda nos homicídios, pelo nono mês seguido. Conseguimos, do 2º semestre de 2017 para cá, sair da casa das cinco centenas de mortes para duas centenas e hoje podemos mirar 2013, o ano de melhores resultados do PPV. O mês passado, por exemplo, teve menos assassinatos que dezembro de 2013 (289) e dois a mais em relação a março daquele mesmo ano. Não comemoramos, porque há muito trabalho por fazer. E a motivação da tropa nos dá a confiança de que podemos fazer a criminalidade recuar mais”, avalia o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.
REGIÕES – Em agosto de 2018, todas as regiões apresentaram declínio no número de CVLIs, no comparativo com o mesmo mês de 2017. O maior destaque foi o Agreste, com 48% de redução (caiu de 109 para 57 homicídios), seguido pela Zona da Mata (-33%, passando de 83 para 56) e Sertão (-27%, de 56 para 41). A RMR (exceto Capital) teve uma queda mais tímida, de 14% (saiu de 114 para 98). O Recife manteve seu histórico recente de retração nos crimes contra a vida: -29%. Em agosto passado, a cidade computou 35 óbitos, contra 49 no mesmo mês do ano anterior.
“Nas 61 cidades do Sertão Pernambucano que compõem a Diretoria Integrada do Interior 2 (Dinter 2), incluindo Petrolina, Salgueiro, Serra Talhada e Arcoverde, não houve nenhum homicídio nos dias 09,10,14,16,20,21 e 30 de agosto. Na Diretoria Integrada do Interior 1 (Dinter 1), composta por 109 municípios do Agreste e Zona da Mata, esse mesmo cenário se verificou no dia 31 de agosto. No Recife, a Área Integrada de Segurança 5 ( abrangência de 31 bairros, entre eles Apipucos, Casa Amarela, Casa Forte, Jaqueira, Tamarineira, Parnamirim, Vasco da Gama, Nova Descoberta, Bomba do Hemetério e Morro da Conceição) teve o menor número de homicídios em uma série histórica de 54 meses. Com cinco vítimas em um período de 31 dias, essa área retornou ao patamar de fevereiro de 2014”, destacou Antonio de Pádua.
Quando fazemos um recorte dos primeiros oito meses de 2018, em confrontação com o mesmo período de 2017, o Agreste continua liderando o ranking das regiões com resultados mais significativos na diminuição dos homicídios, com retração de 31% (681 em 2018, contra 992 no ano anterior). A Região Metropolitana do Recife (exceto Capital) reduziu 18% (888 contra 1083); a Zona da Mata caiu 17% (590 contra 712) e o Sertão teve declínio de 13% (360 contra 413). O Recife, na mesma metodologia, baixou 26% (394 contra 532).
MOTIVAÇÕES E SITUAÇÃO PENAL DAS VÍTIMAS –
Conforme levantamento feito pela SDS, dos 287 assassinatos em agosto de 2018, 70,38% foram motivados pelo tráfico de drogas, acerto de contas e outras atividades criminais. Em seguida, vêm os conflitos na comunidade (16,03%), os conflitos afetivos ou familiares (exceto feminicídio), com 4,88%, os latrocínios (2,79%) e, por fim, os feminicídios (2,44%). Houve 7 feminicídios no mês passado, contra 9 em agosto de 2017. No acumulado de 2018, 48 mulheres foram mortas pela condição de mulher, contra 57 no mesmo período do ano anterior (redução de 15,8%). Das 287 vítimas de CVLI no mês anterior, 32% ou 91 delas já tinham passagem pelo sistema de justiça criminal.
Confira os 93 municípios e 1 distrito sem registro de homicídios em agosto de 2018:
Gravatá, Belo Jardim, Pesqueira, Brejo da Madre de Deus, Ribeirão, São Bento do Uma, Santa Maria da Boa Vista, Rio Formoso, Aliança, Trindade, São José da Coroa Grande, Glória do Goitá, Salgueiro, Canhotinho, Água Preta, João Alfredo, Cabrobó, Sertânia, Macaparana, Tupanatinga, Itaíba, Feira Nova, Capoeiras, São João, Lagoa do Carro, Jupi, Venturosa, São Vicente Férrer, Santa Maria do Cambucá, Lagoa dos Gatos, Primavera, Joaquim Nabuco, Afogados da Ingazeira, Exu, Parnamirim, Jataúba, Riacho das Almas, Passira, Corretes, São José do Egito, Bodocó, Jurema, Inajá, Tacaibó, Camocim de São Felix, Cortês, Saloá, Chã Grande, Orocó, Sairé, Jatobá, São Benedito do Sul, Belém de Maria, Jucati, Carnaubeira da Penha, Alagoinha, Santa Cruz, Triunfo, Betânia, Ferreiros, Manari, Tacaratu, Serrita, Machados, Brejão, Cumaru, Buenos Aires, Frei Miguelinho, Lagoa do Ouro, Paranatama, Itapetim, Dormentes, Palmeirina, Terezinha, Vertente do Lério, Carnaíba Santa Terezinha, Tuparetama, Santa Filomena, Moreilândia, Calcado, Iguaraci, Afrânio, Ibirajuba, Camutanga, Cedro, Itacuruba, Terra Nova, Calumbi, Brejinho, Quixabá, Salgadinho e mais o distrito de Fernando de Noronha.
Confira os 15 municípios e 1 distrito sem registro de homicídios em 2018:
Jataúba, Carnaubeira da Penha, Santa Cruz, Serrita, Buenos Aires, Santa Terezinha, Tuparetama, Santa Filomena, Ibirajuba, Cedro, Itacuruba, Calumbi, Brejinho, Quixabá e Salgadinho, além do distrito de Fernando de Noronha. (Via: Assessoria de Imprensa)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Concurso do BNB oferece 700 vagas

O Banco do Nordeste (BNB) vai realizar um novo concurso público neste ano. O edital foi lançado no Diário Oficial da União (DOU) e oferece vagas para todo o Nordeste e também para Minas Gerais. São 700 oportunidades, sendo 500 para analistas bancários e 200 para analistas de sistemas, com salários que vão de R$ 2,8 mil a R$ 4,9 mil. Os interessados podem se inscrever a partir do próximo dia 24 no site do Cebraspe, que organiza o certame através do método Cespe - Concursos e Seleções.
As inscrições estão sujeitas ao pagamento de taxas de R$ 67 (nível superior) e de R$ 59 (nível médio) e seguem até 15 de outubro. Afinal, as provas devem ser realizadas em 25 de novembro, o que deve permitir a divulgação dos aprovados ainda neste ano - segundo o edital, a data provável para a publicação dos resultados é 5 de dezembro. A convocação dos candidatos, porém, vai depender da “necessidade de provimento” e das “disposições normativas internas” do banco. Além disso, o edital prevê a destinação de 5% das vagas para PCD e 20% para negros.
⏩    Mostrar matéria completa  
Em Pernambuco, porém, a expectativa é que as primeiras convocações não demorem a acontecer. Afinal, apesar de alguns dos bancários aprovados no último concurso terem sido chamados neste ano, é possível que o banco abra novas vagas nos próximos meses com a realização de mais um Plano de Incentivo ao Desligamento (PID). E o Estado tem o segundo maior número de locais de prova do certame. Além do Recife, será possível fazer o concurso do BNB em Caruaru, Garanhuns e Petrolina - só a Bahia tem mais cidades inscritas para as provas (oito, ao todo). E muitos outros municípios pernambucanos estão na lista dos locais que podem receber os novos funcionários do BNB - são 30 ao todo.
Requisitos: Podem concorrer às vagas de analista bancário, cuja remuneração começa em R$ 2,8 mil, brasileiros e portugueses que tenham concluído o ensino médio. Já o cargo de especialista técnico - analista de sistemas, que paga a partir de R$ 4,9 mil, exige candidatos graduados em cursos de tecnologia como Ciência da Computação, Sistemas de Informações e Processamento de Dados. Quem tem pós-graduação na área de Informática e/ou Segurança da Informação também pode concorrer. (Via: Blog da Folha PE)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

CNT/MDA: Bolsonaro lidera com 28,2%; Haddad tem 17,6%; Ciro, 10,8%

JC Online
Nesta segunda-feira (17), foi divulgada uma nova pesquisa encomendada pela Confederação Nacional de Transportes (CNT) com candidatos à Presidência da República. Nela, Jair Bolsonaro (PSL) tem o maior percentual de intenção de votos, com 28,2%. Logo atrás vem Fernando Haddad (PT) com 17,6%. Essa é a primeira pesquisa que inclui o nome do ex-prefeito de São Paulo como substituto de Lula na chapa petista.
Atrás de Haddad vem Ciro Gomes (PDT), com 10,8%, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB) com 6,1% e Marina Silva, com 4,1%. João Amôedo (Novo) aparece com 2,8% das intenções, na frente de Álvaro Dias (Podemos), que tem 1,9%, e Henrique Meirelles (MDB) que tem 1,7%.
⏩    Mostrar matéria completa  
Pesquisa anterior
Na última pesquisa da CNT/MDA, divulgada no dia 20 de agosto, Bolsonaro aparecia com 15,1% das intenções de voto na pesquisa espontânea, e 18,8% na estimulada. Atrás, vinha Marina Silva com 5,6%, em terceiro lugar, e Alckmin com 4,9%, em quarto. Ciro Gomes vinha pouco atrás com 4,9%, seguido por Alvaro dias com 2,7%. Os demais candidatos não haviam chegado a 1%.
Já o nome de Fernando Haddad ainda não constava na pesquisa como candidato do PT no lugar de Lula. Na ocasião, o ex-presidente ainda liderava na intenção de votos na estimulada 37,3%. Questionados em quem votariam caso o ex-presidente Lula fosse impedido de concorrer, dos 37,3% que afirmam votar nele, 17,3% iriam para Fernando Haddad, 11,9% para Marina Silva, 9,6% para Ciro Gomes, 6,2% para Jair Bolsonaro, 3,7% para Geraldo Alckmin, 31,3% para branco/nulo e 16,6% se declararam indecisos.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Governo de Pernambuco abre novo concurso com mil vagas

Estão abertas as inscrições para concurso público com mil vagas, com cargos de nível médio e superior, que serão lotados em diversas unidades de saúde espalhadas em Pernambuco. As inscrições seguem até o dia 20 de setembro, exclusivamente pelo www.institutoaocp.org.br. Do total de vagas, 5% são reservadas para pessoas com deficiência.
Vagas
Das mil vagas, 970 são para o grupo ocupacional saúde pública, sendo 260 para o cargo de médico, 250 para analista em saúde (diversas profissões de nível superior) e 460 assistente em saúde (diversas profissões de nível médio). As outras 30 vagas são do grupo ocupacional de fiscalização sanitária da saúde, todas para fiscal de vigilância sanitária.
No edital, são especificados os requisitos para cada cargo/especialidade, além das atribuições. As vagas são para cargos e lotação em Gerências Regionais de Saúde (Geres) que a Secretaria não possui mais banco do último concurso realizado em 2014, que ainda está vigente até dezembro de 2018. Os cargos beneficiados com o concurso público de 2014 que ainda possuem banco continuam válidos.
⏩    Mostrar matéria completa  
O concurso
O concurso público será dividido em duas etapas para os profissionais de nível superior (médicos, analistas em saúde e fiscais de vigilância sanitária), sendo uma prova objetiva e, para os aprovados nessa etapa, avaliação de título. Já para os assistentes em saúde (nível médio), o certame será em uma fase (prova objetiva). A prova objetiva será realizada de acordo com conhecimentos da língua portuguesa, conhecimentos gerais do Sistema Único de Saúde (SUS) e conhecimentos específicos relacionados diretamente à natureza de cada cargo/especialidade, como descrito no edital.
A prova objetiva será realizada em 21 de outubro, com divulgação do resultado final dessa etapa em 26 de novembro. Já a convocação dos candidatos classificados para a avaliação de títulos será entre 26 e 30 de novembro. O resultado final do concurso, após o período de recurso, será em 15 de janeiro.
O concurso, realizado pelo Instituto AOCP, terá validade de dois anos após a homologação, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. A taxa de inscrição é de R$ 40 (nível médio) ou R$ 60 (nível superior).
Cargos do concurso
Assistente em saúde (nível médio): assistente técnico de administração, técnico de enfermagem, técnico de imobilização ortopédica, técnico de laboratório, técnico de necrópsia, técnico de radiologia, técnico em saúde bucal, técnico em farmácia.
Analista em saúde (nível superior): assistente social, biomédico, enfermeiro, enfermeiro cardiologista, enfermeiro obstetra, enfermeiro oncologista, enfermeiro uteista, farmacêutico, fisioterapeuta, fisioterapeuta em terapia intensiva, fisioterapeuta respiratório, nutricionista, psicólogo, sanitarista, médico veterinário, administrador, contador e analista em educação na saúde.
Fiscal de vigilância sanitária (nível superior): enfermeiro, farmacêutico e nutricionista.
Médico (nível superior): anatomopatologista, anestesiologista, cardiologista, cirurgião de cabeça e pescoço, cirurgião geral, cirurgião oncológico, cirurgião pediátrico, cirurgião toráxico, cirurgião vascular, cirurgião geral, coloproctologista, endoscopista, infectologista, intensivista adultio, intensivista pediátrico, neonatologista, neurocirurgião, neuropediatra, oncologista, otorrinolaringologista, pediatra, pneumologista, psiquiatra, tocoginecologista, traumato-ortopedista, urologista e médico em radiologia e diagnóstico por imagem. (Via: NE 10 - Tv Jornal)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

Apenas três presidenciáveis querem fim da reeleição

Sem um candidato à reeleição neste ano, a proibição de um presidente renovar seu mandato tem pouco apoio entre os presidenciáveis. Dos 13 candidatos à Presidência da República, apenas Marina Silva (Rede), Jair Bolsonaro (PSL) e Alvaro Dias (Podemos) defendem mudar essa regra.
Geraldo Alckmin (PSDB), João Amoêdo (Novo), Guilherme Boulos (PSOL), João Goulart Filho (PPL) e Fernando Haddad (PT) querem continuar tendo a possibilidade de serem reeleitos. Henrique Meirelles (MDB) preferiu não se posicionar e Ciro Gomes (PDT), Cabo Daciolo (Patriota), Vera Lúcia (PSTU) e Eymael (DC) não responderam.
A defesa de uma reforma política que acabaria com a reeleição e ampliaria o mandato presidencial para cinco anos era uma das principais bandeiras do candidato do PSDB em 2014, senador Aécio Neves (MG). Naquele tempo, ele afirmava que a reeleição “fez mal ao Brasil”. Na época, Alckmin foi um dos que pressionou Aécio a se comprometer com o fim da reeleição já em 2018. O nome de Alckmin já era considerado dentro do partido como um dos que poderia disputar o Planalto neste ano.
Agora, porém, o tucano afirma que um segundo mandato “é um direito e uma escolha do cidadão”. A possibilidade de reeleição foi aprovada em 1997, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB).
⏩    Mostrar matéria completa  
Marina Silva, que também disputou aquele pleito, já defendia o fim da reeleição. Para ela, que tenta chegar ao Palácio do Planalto pela terceira vez, o período de quatro anos “já é uma dose de doação relevante e suficiente”. Se eleita, Marina diz que não vai disputar outra vez.
A candidata propõe ainda que os mandatos sejam ampliados para cinco anos, sem que o presidente possa tentar uma segunda vez. Para o Legislativo, Marina também defende a ampliação do mandato pelo mesmo período e admite a possibilidade de apenas uma reeleição. De acordo com a proposta dela as mudanças valeriam a partir de 2022.
Cinco anos
Na mesma toada, Alvaro Dias também quer promover uma reforma política para, dentre outras coisas, ampliar o mandato presidencial para cinco anos e extinguir a reeleição. De acordo com sua assessoria, o senador não tentará se reeleger caso vença.
Em entrevista à revista americana Time, Bolsonaro afirmou que considera, se eleito, apresentar uma reforma política para limitar a um mandato o período de um mesmo presidente no Palácio do Planalto, começando por ele mesmo. Procurada, sua campanha não deu mais detalhes sobre a proposta.
Para João Amoêdo, a possibilidade de reeleição é algo que acontece em dezenas de democracias modernas pelo mundo. Já Guilherme Boulos afirmou não ser contra a mudança, mas defendeu que o país promova uma ampla reforma em todo o sistema político e eleitoral.
Henrique Meirelles preferiu não se posicionar. Em nota via assessoria afirmou apenas que mudanças neste sentido cabem ao Legislativo. “O que os brasileiros querem mesmo, independentemente da duração dos mandatos, é um novo jeito de fazer política”, disse.
Para o cientista político e professor do Insper Carlos Melo, a reeleição em si não é ruim, mas ela deveria ser limitada a apenas uma. Melo afirma que, uma vez que o político já ocupou a Presidência por dois mandatos, ele não deveria poder tentar um terceiro. “A possibilidade de voltar tende à perpetuação do poder”, afirmou o cientista político.
Melo também é cético em relação às promessas de quem quer acabar com o expediente antes mesmo de ter sido eleito. “É muito inconsistente no tempo esse tipo de promessa, é demagogia eleitoral. Se o Congresso não aprovar a mudança, o direito à reeleição continua valendo e o sujeito vai, docemente, ser convencido a tentar o segundo mandato”, disse. Para ele, a discussão só caberia em um amplo e profundo debate que abarcasse todo o sistema político.
Mudança barrada
No ano passado, o Congresso tentou aprovar uma mudança nas regras eleitorais para acabar com a reeleição. A Câmara dos Deputados instalou uma comissão especial para analisar o tema, mas a proposta acabou derrubada. Em 2015, a mesma proposta havia sido analisada na Casa. O fim da reeleição seria acompanhado pela adoção do chamado Distritão, com a eleição dos deputados mais votados em cada Estado. Nenhuma das medidas foi aprovada. (Via: Estadão)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

HUMOR: VEJA AQUI AS 3 MELHORES CHARGES DO DIA


Esta charge do Vasqs foi publicada em

Esta charge do Custódio foi publicada em

Esta charge do Sinovaldo foi publicada em
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão

Boletim na íntegra das ocorrências registradas neste domingo, dia 16 de setembro de 2018.

( AMEAÇA)/ ( DANO)/( POSSE DE ENTORPECENTE)
Município : Carnaíba-PE.
Local : Zona Rural, Carnaíba-PE.
Data/Hora : 160300SET2018
Imputado : D A F, 21 anos, solteiro, pedreiro.
Endereço : Zona Rural, Carnaíba -PE.
Vítima-1 : I B de S, 40 anos, casado, agricultor.
Endereço : Zona Rural, Carnaíba-PE.
Resumo : A GT foi solicitada pela Central de Operações do 23º BPM para atender uma ocorrência no endereço supracitado, no qual o imputado havia ateado fogo no veículo Fiat Uno Mille, cor cinza, ano. Chegando ao local, o policiamento constatou a veracidade do fato, onde, na ocasião, a vítima informou que o imputado havia adentrado por uma porteira lateral e ateou fogo contra seu referido veículo e de posse de uma arma de fogo, não sabendo esta afirmar o tipo e o calibre. O imputado chamava a vítima por várias vezes para sair de dentro da residência, quando ao perceber que o veículo, encontrava-se em chamas, o mesmo se evadiu do local. Após o levantamento do perito, que havia seguido junto com o policiamento ao local da ocorrência, a GT realizou diligências na zona rural no município de Carnaíba-PE, no qual localizaram o imputado, que após abordagem, o policiamento encontrou no bolso do short do mesmo uma trouxa de maconha, sendo este reconhecido pela vítima. Diante dos fatos, a GT conduziu as partes envolvidas à DP de Platão de Afogados da Ingazeira, onde foram tomadas as medidas cabíveis, sendo lavrado o flagrante delito em desfavor do imputado.
-------------------------------------------------------
(ACIDENTE COM LESÃO CORPORAL)
Município : São José do Egito- PE
Local : Vila da Cohab, São José do Egito- PE
Data/Hora : 161140SET2018
Imputado 1 : C J S G, 35 anos, casado, ajudante Geral
Endereço : São Borja, São José do Egito– PE
Imputado-2 : M J D F, 38 anos, casado, agricultor
Endereço : Conj. Hab. Jr. Valadares, São José do Egito
Vítima : L S de O, 41 anos, casada, doméstica
Endereço :Bairro São Borja, São José do Egito– PE
Resumo : A ROCAM foi acionada por um popular, o qual a informou sobre um acidente de trânsito tipo colisão envolvendo dois veículos no posto do Trevo. Chegando ao local, a vítima estava caída no chão, com escoriações pelo corpo e aparentemente com possíveis fraturas, sendo sorrida pela equipe do SAMU e encaminhada para o hospital local para atendimento médico necessário. Testemunhas alegaram ao efetivo que o condutor (envolvido 02) do veículo Fiat Pálio saia do Posto Trevo e o condutor (envolvido 01) da motocicleta Honda, vinha sentido Tabira/Tuparetama com a vítima no bagageiro. Quando o veículo Pálio colidiu na lateral esquerda da moto, tendo em vista que os condutores não sofreram nenhuma escoriação. Diante dos fatos, a ocorrência foi passada á DP local para serem tomadas as medidas cabíveis.
⏩    Mostrar matéria completa  
-------------------------------------------------------
(VIOLÊNCIA DOMÉSTICA)/ (LESÃO CORPORAL)
Município : Santa Terezinha-PE
Local : Vila do Tigre, Santa Terezinha - PE
Data/Hora : 161410SET2018
Imputado-1 : A C A , 30 anos ,Amasiado, Agricultor
Endereço : Vila do Tigre, Santa Terezinha - PE
Vítima-1 : M A A do N, 25 anos, Amasiada, Agricultora
Endereço : Vila do Tigre, Santa Terezinha – PE
Resumo : A GT foi solicitada pela central do 23° BPM, informando que a vítima teria ligado alegando que tinha sido agredida pelo seu companheiro. Chegando ao local foi constatado o fato, onde a vítima informou ao policiamento que o imputado lhe agredia frequentemente, e que na noite anterior, tornou a agredi-la, com um chute na perna esquerda que a derrubou no chão, dando sequências as agressões, sendo o fato confirmado pela testemunha. Após vistoria no local o imputado foi localizado no interior da residência da vítima. Devido as agressões a vítima foi encaminhada ao hospital local para serem realizados os procedimentos médicos necessários. Diante dos fatos as partes foram encaminhadas à Delegacia de Afogados da Ingazeira para a adoção das medidas cabíveis.
-------------------------------------------------------
(AMEAÇA)/ (DESCUMPRIMENTO DE MEDIDA PROTETIVA)
Município : Afogados da Ingazeira-PE
Local : Bairro São Braz, Afogados da Ingazeira-PE
Data/Hora : 161610SET2018
Imputado-1 : L S da S, 25anos,solteiro,desocupado.
Endereço : Bairro São Braz, Afogados da Ingazeira-PE
Vítima-1 : J M da S,70anos,casada,aposentada.
Endereço : Bairro São Braz, Afogados da Ingazeira-PE
Resumo : A equipe da Patrulha Rural foi acionada pela Central de Rádio do 23ºBPM para atender uma ocorrência de ameaça no endereço em tela. Chegando ao local, o efetivo foi informado pela testemunha que o imputado chegou à residência da vítima para tomar banho e logo em seguida a ameaçou dizendo que “se chamassem a polícia ele degolaria alguém”. A vítima apresentou ao policiamento uma medida protetiva expedida pela Juíza de Direito em desfavor do imputado, onde o mesmo deveria manter afastado da mesma a uma distância mínima de 200 metros. Diante dos fatos os envolvidos foram conduzidos a DP local para serem adotadas as medidas legais cabíveis.
-------------------------------------------------------
(AGRESSÃO)
Município : Afogados da Ingazeira-PE.
Local : Bairro Bela Vista, Afogados da Ingazeira-PE
Data/Hora : 161920SET2018
Imputado : J É de A S, 44 anos, casado, zelador
Endereço : Bairro Bela Vista, Afogados da Ingazeira-PE
Vítima : J A N dos S, 28 anos, solteiro, agricultor
Endereço : Bairro Bela Vista, Afogados da Ingazeira-PE
Resumo : A GT local foi acionada pela Central de Operações do 23º BPM para verificar uma situação de agressão no endereço citado. Chegando ao local o efetivo encontrou a vítima revoltada e contida por populares, onde a mesma relatou que o motivo do nervosismo se deu por ter sido agredida com um tapa no rosto deferido pelo imputado, motivado por um desentendimento entre ambos, no qual o agressor foi localizado e negou a acusação. Diante dos fatos, as partes foram conduzidas à DP local para serem tomadas as medidas cabíveis.
-------------------------------------------------------
(AGRESSÃO)/ (AMEAÇA)/ ( DANO).
Município : Afogados da Ingazeira-PE
Local : Bairro Bela Vista, Afogados da Ingazeira-PE
Data/Hora : 162015SET2018
Imputado : J E da S, solteiro, demais dados não informados.
Endereço : Bairro Bela Vista, Afogados da Ingazeira-PE
Vítima : A P da S, 71 anos, viúvo, agricultor.
Endereço : Bairro Bela Vista, Afogados da Ingazeira-PE
Resumo : A GT com efetivo de P.O. foi acionada pela Central de Operações para verificar uma situação de agressão no endereço citado. Chegando ao local foi constatado o fato, sendo o efetivo informado pela vítima que seu filho, o imputado, chegou em sua casa e começou a quebrar alguns objetos da residência, bem como passou a agredi-la fisicamente, sendo essas agressões cessadas quando a vítima reagiu, fazendo com que se evadisse. Porém, momentos depois, o imputado voltou até a residência novamente falando aos populares que iria matar a vítima naquele momento, tendo em vista que a vítima já se encontrava na DP local registrando a ocorrência. Foram feitas rondas no intuito de localizar o acusado, porém sem êxito. Todavia, durante o preenchimento deste boletim o imputado se apresentou voluntariamente na DP, sendo detido pelo efetivo. Diante dos fatos, as partes foram apresentadas à autoridade de policial judiciária para serem adotadas as medidas cabíveis.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI) 
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)

DEVOCIONAL CRISTÃO PARA SUA EDIFICAÇÃO - UM BOM DIA E UMA SEGUNDA-FEIRA ABENÇOADA PARA TODOS!

 
"O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se." 2 Pedro 3:9

Reflexão: Longe de ser um Deus vingativo, procurando alguma razão para nos condenar, Deus quer que todos os povos, de todas as raças e línguas, O conheçam, sejam alcançados pelo Seu amor, e recebam a Jesus como Senhor e Salvador. Nossa paixão pela vinda do Senhor deve ser igualada por nossa paixão de compartilhar a Sua graça. Se nosso desejo é fazer a vontade do Senhor e agradá-lo no que fazemos, devemos estar sempre atentos às oportunidades que o Espírito Santo nos dá, para anunciar o evangelho de Jesus para aqueles que ainda não foram alcançados.
Oração: Pai querido, ensina-me a anunciar Seu evangelho com amor, ensinando o verdadeiro significado do arrependimento, da vida em comunhão com o Senhor, e da salvação através de Jesus. Perdoa porque muitas vezes tenho sido negligente, e tenho deixado de falar do Seu amor. Que o Espírito Santo possa me conduzir, criando boas oportunidades para falar de Ti para aqueles que ainda não foram reconciliados. Eu oro em nome de Jesus meu Senhor. Amém.
Que a Paz de DEUS esteja sempre com você!