Polícia investiga existência de grupo de extermínio com PMs no Sertão de Pernambuco

A Polícia Civil de Pernambuco investiga a existência de um grupo de extermínio, com atuação no Sertão do estado. Dois policiais militares foram presos temporariamente, suspeitos de integrarem o suposto grupo. A ação fez parte da operação Zarathos, deflagrada nessa quinta-feira (4) na cidade de Verdejante. Os trabalhos estão sendo tocados pela 23ª Desec, de Petrolina.
As investigações apontam que os dois PMs participaram da morte de dois homens em Verdejante, no dia 27 de abril. Dias depois, outro homicídio, ocorrido em Salgueiro, chamou a atenção das autoridades, que suspeitam que as duas ocorrências estejam interligadas e que façam parte das ações desse grupo de extermínio.
O delegado Leonardo Max, responsável pelos municípios de Verdejante e Mirandiba, explica que os homicídios ocorridos em Verdejante chamaram a atenção por dois motivos: o alvo era alguém com vasta ficha criminal – o perfil de pessoas mortas por esses grupos, que se enxergam como justiceiros; e a outra pessoa morta não tinha nada a ver com a história. “O alvo recebeu a maior quantidade de tiros disparados. Já o outro rapaz levou uma bala perdida, por estar perto”, pontua.
⏩    Mostrar matéria completa  
Na operação Zarathos, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão (referentes aos PMs). A ação foi coordenada pela Diretoria Integrada do Interior 2 (Dintel 2) e supervisionada diretamente pela chefia da Polícia Civil.
Foram apreendidas uma arma de fogo, munições, carros, celulares e motos em uma residência, alvo do mandado de busca. Já os PMs presos foram interrogados na Delegacia de Salgueiro e, nesta sexta (5), encaminhados ao Centro de Reeducação da Polícia Militar (Creed), localizado em Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife. (Diário de Pernambuco)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)