https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Tirar dinheiro da saúde e educação para inflar o fundo eleitoral é pedir Revolução Popular

Patrícia Moraes Carvalho
O Congresso, sob o comando desastroso de Rodrigo Maia, tenta justificar o aumento astronômico do Fundo Eleitoral para as campanhas municipais do ano que vem.
O valor de R$ 3,8 bilhões — aprovado no relatório preliminar do Projeto de Lei Orçamentária de 2020, na Comissão Mista de Orçamento (CMO) — é 120% maior do que os recursos públicos usados nas eleições de 2018.
Para inflar os recursos das campanhas municipais, o Congresso prevê cortes em saúde, educação e infraestrutura.
A jurista e deputada estadual Janaina Paschoal comentou no Twitter:
“A aprovação do vergonhoso aumento no Fundão Eleitoral, com fulcro em assinatura falsa, é nula! Tirar dinheiro da Saúde e da Educação para colocar em Partido Político é pedir Revolução Popular. Coloquem a mão na consciência, pelo amor de Deus!”