https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Mais de 198 mil brasileiros tiveram WhatsApp clonado em janeiro

Um levantamento da statup PSafe estimou que 198,1 mil brasileiros tiveram o Whatsapp clonado em todo o país somente no mês de janeiro. De acordo com o estudo, São Paulo lidera a lista de estados mais afetados, com 41,2 mil vítimas. Em seguida, estão o Rio de Janeiro (24,2 mil) e Minas Gerais (15,9 mil).
O Whatsapp tem sido alvo constante de clonagem. O golpe mais comum recentemente ficou conhecido como o golpe da festa.
“No golpe da festa, o criminoso pesquisa por eventos que terão a presença de pessoas famosas. Depois, se passando pelo organizador da festa, o golpista entra em contato com a potencial vítima para solicitar uma suposta confirmação de identidade. Para realizar a confirmação, a pessoa precisa informar um código enviado ao seu celular. Contudo, o que a vítima não percebe é que este código se trata de um PIN de seis dígitos que libera acesso à sua conta do WhatsApp. Ao fornecê-lo, ela tem a conta bloqueada em seu celular e liberada no aparelho do atacante. A partir daí, a vítima tem seu WhatsApp clonado”, explicou Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe, no resultado da pesquisa.