https://www.facebook.com/pg/saudeiguaracy/posts/?ref=page_internal

Exames em mortos por síndrome respiratória fazem covid-19 explodir em Pernambuco

Uma força-tarefa montada pelo governo de Pernambuco está fazendo coleta de sangue em todas pessoas mortas por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), mesmo em casos sem suspeita inicial de covid-19. A ação revelou que muitos óbitos que não tiveram diagnóstico ou suspeitas da doença em vida deram resultado positivo para o novo coronavírus.
Até a terça-feira (14), segundo informou a Secretaria de Saúde de Pernambuco, das 115 mortes atestadas por covid-19 no estado, 41 tiveram a confirmação da doença com atraso. Ainda segundo a secretaria, existem cerca de 50 óbitos por SRAG em investigação à espera de resultado.
“Nossa Vigilância Epidemiológica fez uma série de preparativos para, quando chegássemos a ter confirmação de ocorrência de óbitos, fizemos uma busca ativa. Estamos em parceria com as secretarias municipais, com IML [Instituto Médico Legal], Samu, todas as estruturas de saúde, para que todo caso que tenha como indicação clínica a SRAG seja adequadamente investigada”, afirma o secretário de Saúde do estado, André Longo.
A rotina em Pernambuco tem sido de elevação do número de casos de coronavírus, com base em mortes passadas. No boletim divulgado na quinta-feira (16), das 17 novas mortes anunciadas, 11 ocorreram até o dia 10, ou seja, seis dias antes do documento divulgado.