http://www.afogadosveiculos.com/p/blog-page_15.html?m=1/

Governo Municipal comemora Hospital de Campanha montado em 15 dias e diz que já está funcionando.

Hospital em breve contará com respirador e outros equipamentos disse o prefeito.
O prefeito de Iguaracy, Zeinha Torres, falando sobre o hospital de campanha disse que já está funcionando e que as pessoas que estão com sintomas gripal e cansaço estão sendo encaminhadas para o local, disse que foi montado uma equipe e que tem médicos todos os dias, relatou que foi realizado um treinamento e que a equipe está pronta para atender a população.
O prefeito disse que o município já está comprando um respirador e que outros equipamentos já estão chegando e que acredita que até segunda-feira o hospital de campanha já estará todo equipado, mas disse que já tem muita coisa funcionando e que uma equipe médica já está atendendo todos os dias no local.
O prefeito disse que umas das razões do município ter optado por montar o hospital de campanha no CEMUPI, foi para não misturar os pacientes que estão com sintomas gripais com outras pessoas que precisam de outro tipo de atendimento e também preservar os demais funcionários que atendem na Unidade Mista de Iguaracy.
Antes de dar início ao funcionamento, a administração municipal convidou
o Padre Rogério Veríssimo para abençoar os trabalhos no local
O prefeito disse que gostou do resultado, que ficou tudo muito organizado e aproveitou para agradecer o esforço da Secretaria de Obras e outras secretarias envolvidas por conseguirem montar o hospital em 15 dias. Zeinha disse que muita gente ficou admirado pelo fato de Iguaracy sendo uma cidade pequena, a administração conseguiu montar um hospital de campanha, "mas só precisa ter força de vontade e querer que se consegue", disse.
Para que serve um hospital de campanha?
Hospital de campanha é uma unidade hospitalar móvel, ou seja, pode ser construída em diferentes locais e depois desmontada. Com funcionamento temporário, essas unidades cuidam de pessoas atingidas por situações de emergências e calamidades públicas, como é o caso da pandemia da COVID-19, e garante que seus pacientes possam ser transferidos para centros de mais completos de saúde, caso necessário.
Para desafogar o sistema tradicional de saúde das regiões afetadas pelo coronavírus, o objetivo desses hospitais é atender, na maioria dos casos, os pacientes com sintomas mais leves e de baixa complexidade e que não precisam dos cuidados intensivos de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).