Pernambuco prepara volta do turismo

A previsão da Secretaria de Turismo do Estado é de que o turismo local retorne nos próximos três meses, julho, agosto e setembro
O turismo em Pernambuco não está mais na mesma rotina de receber visitantes, assim como o turismo no mundo todo. Muitos estabelecimentos hoteleiros ficaram fechados por alguns meses e estão retomando suas atividades gradativamente.
De acordo com as estimativas da Secretaria de Turismo do Estado (Seturel-PE), nestes próximos três meses, julho, agosto e setembro, o turismo local deve ser retomado gradualmente. A partir do mês de outubro, será a vez do turismo nacional começar o seu retorno. E apenas em 2021 o turismo internacional retomará, afinal, outros fatores, como a malha aérea, precisam ser revistos.
Segundo o secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, todos os cuidados para a volta do turismo estão sendo feitos juntamente com a Secretaria de Saúde para manter em controle a taxa de curva do contágio da Covid-19.
"Todas as ações estão sendo submetidas à Secretaria de Saúde. Por isso, os planos são de que julho, agosto e setembro teremos viagens curtas e passeios dentro de Pernambuco e estados vizinhos. Por exemplo, os hotéis em Porto de Galinhas estão retomando. Depois do retorno de voos pelo Brasil, aumentaremos os mercados do Sul e Sudeste. Ou seja, a partir de outubro devemos atrair nossos mercados principais, que são de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. E por último, apenas em 2021, vamos retomar o turismo internacional, a começar por Uruguai, Paraguai, Chile, já que dependerá de vários fatores de segurança", informou Novaes.
Um dos principais destinos em Pernambuco, Porto de Galinhas está começando a ganhar turismo aos poucos. A partir de segunda-feira, 20, mais uma etapa do plano do governo vai acontecer na cidade de Ipojuca (onde está localizada a praia de Porto de Galinhas), com a reabertura dos restaurantes, lanchonetes e similares. "A volta regional é dentro dos três meses. Em julho, os hotéis devem receber 10% da ocupação, agosto, 20%, setembro, 30%, e assim por diante. Fazer divulgação em redes sociais e mandar informações para os clientes habituais é uma forma de garantir que tudo está sendo feito de forma limpa e segura", destacou o vice-presidente do Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau, Otaviano Maroja. (Via: Folha PE)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO GOVERNO DE IGUARACY