Período de inscrição para o 1º processo seletivo de 2021 do Sisu será de 6 a 9 de abril

O Ministério da Educação já definiu que as inscrições para o processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), edição do primeiro semestre de 2021, ocorrerão de 6 a 9 de abril. As inscrições serão realizadas, exclusivamente, na página do Sisu. O cronograma e as regras da próxima edição do Sisu constarão em edital publicado no Diário Oficial da União (DOU), nesta quinta-feira, 11 de fevereiro.
Para participar do Sisu do primeiro semestre de 2021 será exigido do candidato que ele tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2020, obtido nota superior à zero na prova de redação, e não tenha participado do Enem na condição de treineiro.

O resultado da chamada única da primeira edição de 2021 do processo seletivo do Sisu será publicado no dia 13 de abril. E de 14 a 19 de abril será o período para efetuar a matrícula ou o registro acadêmico na instituição de ensino para a qual o candidato tenha sido selecionado.
Quem não for selecionado na chamada única do Sisu poderá disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. O prazo para manifestar interesse em participar da lista de espera será de 13 a 19 de abril.
O Sisu é o sistema informatizado do MEC, no qual as instituições públicas de educação superior, sejam elas federais, estaduais ou municipais, oferecem vagas a serem disputadas por candidatos inscritos em cada edição da seleção. Os candidatos são selecionados para as opções de cursos indicadas no ato de inscrição, de acordo com a melhor classificação de nota obtida no Enem.Adesão
O prazo para a adesão das instituições públicas de educação superior ao primeiro processo seletivo de 2021 do Sisu termina nesta sexta-feira, 12 de fevereiro.
É de exclusiva responsabilidade da instituição participante do Sisu descrever, no documento de adesão, as condições específicas de concorrência às vagas por ela ofertadas no âmbito do Sisu. Após o período de adesão, as instituições terão de 17 a 23 de fevereiro para retificar, se for o caso, as informações constantes nos documentos de adesão, que deverão ser encaminhados ao MEC, exclusivamente, por meio do sistema de gestão do Sisu, no endereço eletrônico http://sisugestao.mec.gov.br.
Ao aderir ao Sisu às instituições públicas de educação superior assumem um papel fundamental para essa política pública de universalização à educação superior, desenvolvida pela Secretaria de Educação Superior do MEC.