Assembleia Legislativa de Pernambuco vota por manter Igrejas em atividades não essenciais

Nesta segunda-feira, membros da Comissão de Legislação e Justiça (CLJ) da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) decidiram, por 5 a 3 votos, negar i projeto de lei que defendia tornar as igrejas atividades essenciais no estado.
O deputado Cleiton Collins (PP), da bancada evangélica da Casa, é o autor do projeto. Com o novo decreto do governo do estado, que vai até o dia 17 de março, as atividades não essenciais, como as igrejas, só podem funcionar nos dias de semana entre 5h e 20h.
A decisão ainda está aberta a recursos. Votaram a favor do projeto os deputados Alberto Feitosa (PSC), Priscila Krause (DEM) e Romero Sales (PTB). O restante da Comissão, Antônio Moraes (PP), Tony Gel (MDB), Aluisio Lessa (PSB), Diogo Moraes (PTB) e o relator da sessão, João Paulo (PCdoB), votaram contra.