Entenda como será a vacinação contra a Covid-19 das pessoas com comorbidades em Pernambuco

Haverá uma divisão por grupos e será preciso apresentar formulário médico
Próximo grupo a ser imunizado contra a Covid-19, as pessoas com comorbidades consideradas de alto risco nos casos de infecção pelo coronavírus Sars-CoV-2 ainda não têm data para começar a receber as doses em Pernambuco.
No entanto, a Secretaria Estadual de Pernambuco (SES-PE) adiantou, nesta terça-feira (27), algumas diretrizes sobre como acontecerá esse processo. Há uma lista de prioridades dentro do grupo de pessoas com comorbidades.
Em um primeiro momento, serão priorizadas todas as pessoas entre 18 e 59 anos com as seguintes condições: pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise), obesidade mórbida, pessoas com síndrome de Down, pessoas transplantadas de órgãos sólidos ou medula óssea, pessoas vivendo com HIV e imunossuprimidos (indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; neoplasias hematológicas).
Também estão inclusas nessa primeira fase o grupo de pessoas com comorbidades (ver lista abaixo) com idades entre 55 e 59 anos, pessoas com deficiência permanente cadastradas no programa de benefício de prestação continuada (BPC) de 55 a 59 anos.
A liberação para receber a vacina dependerá de comprovação da doença pré-existente por um profissional de saúde. O formulário padrão está disponível no https://tinyurl.com/y8bmd2ra.
Na segunda fase estarão também gestantes e puérperas com comorbidades, independentemente da idade. Essa população se baseia em recomendações do Ministério da Saúde (MS) e pactuação da Secretaria Estadual de Saúde junto aos municípios na Comissão Intergestores Bipartite (CIB).
Na sequência, a vacinação se estenderá para as pessoas com deficiência permanente cadastradas no BPC e gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes, levando em consideração as seguintes faixas etárias: 50 a 54 anos, 45 a 49 anos, 40 a 44 anos, 30 a 39 anos e 18 a 29 anos.
Todos precisarão da comprovação a partir do formulário assinado por um profissional de saúde, exceto no caso da pessoa com síndrome de Down, cuja informação poderá ser autoreferida. O início da vacinação nesse grupo depende do envio de doses dos imunizantes por parte do Ministério da Saúde.
Comorbidades elencadas na campanha de vacinação contra a Covid-19:
- diabetes mellitus;
- pneumopatias crônicas graves;
- hipertensão arterial resistente (nos estágios 1, 2 e 3 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade);
- insuficiência cardíaca (ic);
- cor-pulmonale e hipertensão pulmonar;
- cardiopatia hipertensiva;
- síndromes coronarianas;
- valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias;
- doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas;
- arritmias cardíacas; cardiopatias congênita no adulto;
- próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;
- doença cerebrovascular;
- doença renal crônica;
- imunossuprimidos;
- anemia falciforme;
- obesidade mórbida;
- síndrome de Down;
- cirrose hepática.