Suspeito de matar delegado é morto dentro de ambulância em PE


O suspeito José Carlos de Santana, acusado de matar o delegado Anderson Liberato, de 32 anos, em Jataúba, foi morto a tiros na noite deste sábado (17) dentro de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco.
De acordo com a Polícia Civil, o mesmo havia sido baleado em Jataúba após atirar contra o delegado. Como ficou ferido, ele foi socorrido ao Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru.
À TV Asa Branca, o coordenador do Samu Regional, Pedro Henrique Gonçalves, informou que a ambulância foi abordada na BR-104 por um veículo no qual estavam homens armados. Segundo Pedro Henrique, o suspeito foi morto dentro da ambulância do Samu Jataúba das proximidades de uma área conhecida como Juriti, em Caruaru.
Ainda segundo o coordenador do Samu Regional, a equipe médica está bem e ninguém ficou ferido. A ambulância seguia para o HRA.

ENTENDA O CASO
De acordo com a Polícia Civil, José Carlos de Santana, de 43 anos, teria participação na morte do ex-candidato ao cargo de vereador, que inclusive, era seu tio, o jataubense José Edilson de Almeida Ramos, de 55 anos, no dia 8 desse mês.
O motivo da execução, uma suposta dívida financeira que a vítima teria contraído com o casal.
No momento em que cumpria os mandados de prisão contra o casal, o delegado Anderson Liberato, foi morto a tiros por José Carlos que também foi baleado. O delegado era titular da Delegacia de Polícia Civil de Brejo da Madre de Deus.
Elisângela Santana, esposa de José Calos, foi presa e apresentada no plantão da Delegacia de Polícia de Santa Cruz do Capibaribe, Agreste Setentrional do Estado.