‘Se confirmada a variante do coronavírus em Pernambuco, pediremos ajuda ao Governo Federal’, diz secretário

Durante a coletiva online sobre a covid-19 em Pernambuco nesta quinta-feira (27), o secretário de saúde do Estado, André Longo, afirmou que a situação crítica de altos índices na região do Agreste levam a crer na possibilidade de uma nova variante da covid estar presente no estado.
“Todas as medidas anunciadas nesta semana são extremamente necessárias para o enfrentamento deste momento mais agudo. Os dados do Agreste, inclusive, nos levam a crer, pela velocidade tamanha, na possibilidade, na hipótese de circulação, em Pernambuco, de uma nova variante. Já dividimos essa preocupação com o Ministério da Saúde, inclusive falei por telefone com o ministro Queiroga, da necessidade de uma vigilância genômica de forma mais ágil, mais rápida, já que o Brasil ainda peca na avaliação dessas variantes através do sequenciamento genético. Então, já separamos amostras mais recentes, desse mês de maio, para sequenciamento, e pedimos suporte ao Governo Federal para nos ajudar com isso”, informou Longo.
Caso a hipótese seja confirmada, o secretário detalhou o auxílio que será pedido ao Governo Federal. “Se confirmado essa suspeita, solicitamos também ao ministro que nos seja dispensado o mesmo tratamento que foi dado ao Maranhão, em Manaus, que receberam doses extras de vacinas. Também pedimos insumos, como testes rápidos de antígenos, importantes para fazer o controle, a testagem, o isolamento, o rastreamento de sintomáticos e seus contatos, especialmente nessas regiões que estão aquecidas pela doença”, explicou.