Polícia prende falsa médica que atendia pacientes com sintomas de Covid-19


Uma farmacêutica que se passava por médica foi presa em um posto de saúde da cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Civil, a mulher atendeu vários pacientes, alguns com sintomas da Covid-19.
De acordo com a investigação, a farmacêutica usava o carimbo e a assinatura de uma médica, cujo nome não foi divulgado.
Segundo a polícia, a mulher admitiu ter cometido o crime, afirmando que chegava a atender muitos doentes por plantão. No posto de saúde onde ela atuava foram apreendidos diversos Boletins de Atendimento Médico (BAMs) falsamente assinados. Ela era responsável por medicar em média 130 pessoas por dia.
De acordo com a CNN, o delegado Willians Batista, responsável pela investigação, informou que a mulher é estudante de Medicina, mas trabalhava indevidamente como médica na unidade desde fevereiro. Ela havia atuado da mesma forma no Hospital Moarcyr do Carmo, também em Caxias, uma das unidades referências no estado do Rio de Janeiro.
Em nota, a Prefeitura de Duque de Caxias, esclarece que foi notificada sobre a ocorrência e que, imediatamente, determinou que seja aberta uma sindicância administrativa para apuração dos fatos e responsabilização dos envolvidos.
A prefeitura de Duque de Caxias informou que não admite nenhum tipo de comportamento irregular dos funcionários e ressalta que, caso sejam confirmadas as acusações, todas as providências necessárias serão tomadas e os responsáveis serão punidos administrativa e judicialmente pelos seus atos.

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232