Com o apoio do Deputado Waldemar Borges, a AD Diper apresenta o Programa Força Local em Iguaracy.


A convite do deputado estadual Waldemar Borges, a equipe da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco - AD Diper, apresentou na manhã desta quarta-feira (12), o Programa Força Local à diversas entidades como associações, cooperativas e poder público do município de Iguaracy. A iniciativa é uma das principais apostas da gestão do Governo Estadual para incentivar Arranjos Produtivos Locais (APLs) e outros segmentos econômicos de relevância para o estado.

A apresentação ficou por conta do gerente de Arranjos Produtivos Locais da AD Diper, Álvaro Eugênio, com a participação do diretor Administrativo e Financeiro da PERPART, Albérico Rocha e do representante da Câmara Setorial de Caprinovinocultura do Banco Sicoob, Pedro Algusto Marinho. Na ocasião, foram informadas as modalidades do programa, bem como os valores por seguimento.

Da cidade de Iguaracy representando o poder público estiveram presentes, o prefeito Zeinha Torres, o secretário de Agricultura, Geraldo Rocha, o secretário de Administração, Marquinhos Melo, o procurador do unicípio, Dr. Fábio Neto, o coordenador de Programas Agrícolas, Gilelio Leite e os vereadores Francisco Torres, Fábio Torres e Tenente de Viana.

Representando as associações e cooperativas, estiveram presentes: Joaquim Manoel Ferreira (presidente da associação Varzinha dos Quilombolas), Cícera Francisca da Silva e Maria José Feitosa (Associação dos Caldeirões), Gerlane Daiane Farias e Cícera Maria dos Santos (Grupo de Produção do Assentamento Ramada da Quixabeira) e Maria Das Dores Vasconcelos (presidente da Associação Menino do Sertão - sede do Município).

Também estiveram presentes outras entidades de municípios da região, a exemplo da cidade da cidade de Ibibirim, representada pela vereadora Sandra Silva e da cidade da Ingazeira, representado pelo prefeito Luciano Torres e pelo secretário de Agricultura Antonio Carlos. 
Confira entrevista com Zeinha Torres, Luciano Torres, Albérico Rocha e Álvaro Eugênio no vídeo acima.
O programa investirá R$ 20 milhões até 2022. Serão selecionados projetos que visem ao fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais (APLs) e dos setores econômicos.

Poderão participar entidades sem fins lucrativos e associações, além de organizações sociais, que deverão investir os recursos na capacitação das equipes, compra de equipamentos, reforma de espaços e desenvolvimento de negócios.

O Governo do Estado entende que os APLs são fundamentais para a interiorização do desenvolvimento e para a criação de emprego e renda. Os principais segmentos apoiados são de agricultura; alimentos e bebidas; apicultura; bovinocultura de leite; caprinovinocultura; confecção; moda; economia criativa; gesso; indústria; piscicultura e tecnologia da informação.

Nas edições anteriores, o programa já beneficiou cerca de 5 mil pessoas, que participam de 58 projetos, distribuídos em 70 municípios pernambucanos. Com o maior aporte de recursos no novo edital, a expectativa é de que o governo ultrapasse a meta estabelecida anteriormente, que previa o investimento de R$ 20 milhões até 2022.
Veja outras fotos do evento:













ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232