Paulo Câmara exige que frequentadores de cultos e missas tenham vacinas completas ou teste negativo de covid-19

O governador Paulo Câmara (PSB) mandou circular uma edição extra do Diário Oficial com novas regras de convivência da covid-19.
Dentre as novas regras, a que mais se destaca é a exigência de vacinação completa ou teste negativo de covid-19 para as pessoas frequentarem missas ou cultos religiosos.
O comprovante de imunização ou testagem só será exigido em templos com mais de 300 pessoas.
O limite máximo permitido até 26/09 era de 300 pessoas nos templos.
Nessa nova fase, para ir além desse público, ou seja, naqueles locais onde existe capacidade acima de 300 pessoas, está sendo exigida a imunização completa. Caso a igreja opte em ficar com público abaixo de 300, não será necessária a apresentação de comprovante de imunização.
A exigência ainda será regulamentada em portaria de André Longo, secretário estadual de Saúde, e Geraldo Júlio (PSB), secretário de Desenvolvimento Econômico, mas já foi autorizada a cobrança pelo governador.
Segundo o decreto, os dois secretários vão disciplinar “a exigência da apresentação dos comprovantes do esquema vacinal completo e/ou dos resultados negativos dos testes para a Covid 19”.
Ou seja, aparentemente, segundo o texto, uma dose não basta para o fiel frequentar a igreja.

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232