Homem apontado como autor do assassinato de Beatriz é natural de Araripina e já tinha sido preso por estupro de criança de 9 anos


Marcelo da Silva, 40 anos, apontado pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) na noite de ontem como autor do assassinato da menina Beatriz Mota, possui uma extensa ficha criminal, incluindo crimes sexuais contra crianças. Segundo o Blog de Carlos Britto, o indivíduo é natural de Araripina e havia sido preso em 2017 sob suspeita de ter estuprado uma criança de 9 anos em Trindade. Na época, ele foi espancado pela população revoltada.
Nessa terça-feira, a SDS-PE divulgou uma nota informando que conseguiu solucionar o crime bárbaro da morte de Beatriz e que Marcelo confessou o assassinato brutal. A identificação foi possível graças ao cruzamento do DNA coletado na faca usada no homicídio hediondo com o banco de perfis genéticos do Instituto de Genética Forense Eduardo Campos. Como o elemento já estava preso em Salgueiro por outros crimes, a polícia conseguiu encontrar seu DNA na base de dados.

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232