Morre comerciante iguaraciense Zé Américo em decorrência da Covid-19.


Morreu em Brasília por complicações de uma pneumonia viral em decorrência da Covid-19 o comerciante Zé Américo, que atuou por gerações com seu estabelecimento na Praça Antonio Rabelo, Iguaracy.

José Américo Bezerra dos Santos tinha 70 anos. Segundo a família em nota, o corpo não poderá ser levado para Iguaracy, pois pelos protocolos Covid ele teve que ser sepultado em Brasília. Após dois anos, poderá ter o corpo levado para Iguaracy, como era sua vontade.
“Em momento algum ele sofreu. A passagem foi tranquila, rápida e indolor. Em todos os dias em que ele esteve no hospital, as conversas eram sempre sobre os seus amigos de Iguaracy, sobre a bodega que ele tanto amava, sobre todas as histórias que ele contava e ouvia, como se ainda estivesse atendendo e ouvindo a todos”, diz o comunicado.

Autoridades políticas das duas correntes locais estão lamentando seu falecimento. O prefeito Zeinha Torres externou profundo pesar por sua morte. Mas o sentimento de luto percorre também os corações dos cidadão comuns, personalidades e pessoas de várias faixas sociais que procuravam sua bodega. Aquela esquina nunca mais será a mesma… (Informações Nill Júnior)
O Cantor iguaraciense Maciel Melo gravou um clipe de sua autoria denominado "A vitrine e a vidraça" na cidade de Iguaracy. Em algumas cenas, aparece a tão famosa bodega de Zé Américo. Fizemos uma pesquisa no YouTube do clipe com uma melhor qualidade, porém só foi encontrado este registro em baixa resolução porém deixamos acima como recordação.
A Web Sertão se solidariza com familiares e amigos. José Américo deixou um legado de muitas amizades e será para sempre lembrado com muito carinho por todos nós.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232