Iguaracy, Carnaíba, Solidão, Itapetim e Santa Terezinha receberão oficinas do Mãe Coruja Pernambucana oferecidas pela Fundarpe

A Secult-PE/Fundarpe promove as oficinas Diálogos Patrimoniais, nos meses de abril, maio e junho, como parte integrante das ações do Projeto Cultura nos Cantos, idealizado em 2017 para o Mãe Coruja Pernambucana. O programa oferece apoio às mães de Pernambuco, antes e depois do parto, com o objetivo de prestar atenção integral às mulheres usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS) e aos seus/suas bebês.
O Mãe Coruja Pernambucana funciona de modo intersetorial, por meio de uma rede de serviços que inclui o trabalho de 11 secretarias de Estado, dentre elas a Secult-PE, com ações voltadas às gestantes cadastradas e aos seus filhos, que encontram nos Cantos Mãe Coruja espaço de acolhimento e de cuidado integral.
O Blog PE Notícias teve acesso à relação dos municípios do Sertão do Pajeú que receberão as oficinas no dia 02 de junho. Os municípios são: Iguaracy, Carnaíba, Calumbi, Flores, Solidão, Itapetim, Santa Terezinha, Santa Cruz da Baixa Verde, Serra Talhada e Triunfo.
“O projeto deseja, por meio das oficinas sensibilizadoras, fortalecer a afetividade na relação mães, filhos e família, destacando a importância do patrimônio cultural do Estado e do lugar em que vivem. É um momento de troca de experiências”, explica Lu Almeida, da Gerência de Política Cultural/Projetos Especiais.
As oficinas Diálogos Patrimoniais vão acontecer nos dias 7 de abril, 5 de maio e 2 de junho e terão como facilitadora a historiadora Amanda Paraíso, responsável pela Educação Patrimonial, que integra a Gerência Geral de Preservação do Patrimônio Cultural da Fundarpe.
As sessões serão conduzidas no formato on-line, por meio da plataforma Google Meet. Os encontros são voltados para técnicos e técnicas dos Cantos Mãe Coruja, além de professores e professoras dos Círculos de Educação e Cultura do programa.
“Por meio de fotografias, as pessoas participantes vão expressar o significado de Patrimônio Cultural, trabalhando os conceitos de pertencimento, identidade e memória. É um momento também para debater as possibilidades e desafios da Educação Patrimonial em Pernambuco”, contextualiza Amanda Paraíso.
As oficinas Diálogos Patrimoniais têm abrangência estadual, totalizando neste ano 45 municípios integrantes das V, VIII, X e XI Gerências Regional de Saúde (GERES).

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232