O novo tesouro descoberto por arqueólogos no Egito


Arqueólogos egípcios apresentaram a mais recente descoberta feita na necrópole de Saqqara, no sul do Cairo. O tesouro inclui 250 sarcófagos ainda selados, decorados e com múmias em excelente estado de conservação, além de 150 estátuas de bronze retratando deidades como Bastet, Anubis, Osiris, Nefertem, Isis e Hathor. Um papiro que pode conter trechos do Livro dos Mortos egípcio, texto sagrado com indicações para a jornada pelo Duat, o pós-vida, também foi achado.
Os sarcófagos foram enviados para o Grande Museu Egípcio, localizado perto de Gizé, que de acordo com as autoridades locais deve ser finalmente inaugurado neste ano, após diversos adiamentos. O papiro foi enviado para análise no museu egípcio da praça Tahrir, no Cairo.

A Necrópole de Saqqara é um dos sítios arqueológicos mais promissores descobertos nos últimos tempos. As escavações na região começaram em 2018 e devem continuar pelos próximos anos. A área tem aproximadamente 400 metros de comprimento, e os arqueólogos só exploraram os primeiros 100 metros. Portanto, muitos outros tesouros devem ser encontrados.
Um dos locais escavados já foi chamado de Bubasteion, em referência à deusa Bastet, que tinha a forma de um gato, por conta das estatuetas encontradas com sua imagem. Em 2019, o local foi rebatizado de Cemitério dos Animais Sagrados, depois que os arqueólogos encontraram outros animais mumificados. Até agora, mais de 450 sarcófagos decorados já foram encontrados em Saqqara. As escavações na região já foram até tema de documentário da Netflix, Os Segredos de Saqqara.
Recentemente, o centenário da descoberta da tumba do faraó Tutancâmon foi celebrado com uma exposição em Oxford, que levantou polêmica ao contestar a imagem do arqueólogo Howard Carter como herói solitário. Pouco antes, novas revelações científicas iluminaram os segredos da construção das pirâmides do Egito.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232