Preso por matar as filhas, pai disse que não se lembra das crianças

O homem preso na terça-feira (24/5) por matar as próprias filhas em Taquarituba, no interior de São Paulo, teve um comportamento chocante ao ser interrogado pela Polícia Civil.
Ele disse que não se lembrava de Natáli, de 5 anos, e de Natanaeli, de 6, nem da ex-companheira, mãe das crianças. Natanael Lima foi preso em flagrante depois de matar as duas filhas com cortes no pescoço e dizer para a polícia que mantinha elas como reféns dentro de casa.
Um grande efetivo policial foi deslocado para a cidade na tarde de terça com o objetivo de negociar a libertação das garotinhas. O pai inclusive ameaçava explodir o lugar. No entanto, quando a polícia invadiu a residência, encontrou as duas mortas.
“Fiquei bem chocada com a reação dele. Eu mostrei a foto das meninas e ele falou que não conhecia aquelas crianças, que não tem filhos, não tem ex-mulher e não esteve em Taquarituba. A última lembrança que ele tinha era de que estava trabalhando na roça”, contou a delegada Camila Rosa Alves para a TV TEM, afiliada da Globo.
Inusitado
A investigadora ainda relatou que Natanael era considerado um bom pai por familiares e vizinhos, sem histórico de violência e ameaça para as crianças. Ele tinha se separado da esposa há nove meses e ficava com as crianças quando outros membros da família tinham que trabalhar ou estudar.
Na tarde de terça, militares chegaram ao local da tragédia, inicialmente, por conta de uma denúncia de vazamento de gás.
Em seguida, Natanael passou a dizer para os policiais que mantinha as filhas como reféns. Só que ele não comprovou que as crianças estavam vivas, o que levantou suspeita da polícia.
Um equipamento do Corpo de Bombeiros mostrou que as vítimas do suposto sequestro não se mexiam. Os policiais então decidiram invadir a residência e encontraram a cena trágica.
Fonte: Metrópoles

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232