Questionadas, urnas eletrônicas passarão por últimos testes em maio

Apesar de o presidente Jair Bolsonaro (PL) defender a necessidade de implementar as sugestões apresentadas pelas Forças Armadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para ampliar a confiabilidade do processo eletrônico de votação, o TSE segue o cronograma das eleições e fará últimos testes em urnas eletrônicas.
De 11 a 13 de maio será feito o Teste de Confirmação. No evento, os investigadores que participaram do TPS, realizado de 22 a 27 de novembro de 2021, voltam ao TSE para conferir se as soluções aplicadas pela equipe técnica foram suficientes para aperfeiçoar os pontos encontrados anteriormente.
Em 30 de maio, a Corte Eleitoral publicará toda a documentação e as conclusões produzidas pela Comissão Avaliadora do TPS 2021.
Em 12 de setembro, termina o prazo para que os sistemas eleitorais e programas de verificação desenvolvidos pelas entidades fiscalizadoras sejam lacrados, mediante apresentação, compilação, assinatura digital e guarda das mídias pelo TSE em Cerimônia de Assinatura Digital e Lacração dos Sistemas.
Sobre as declarações e sugestões de Bolsonaro, o presidente da Justiça Eleitoral, ministro Edson Fachin, declarou que as mudanças consideradas indispensáveis já foram realizadas e que as urnas são seguras. “O voto é secreto, e o processo eletrônico de votação, conquanto sempre suscetível de aprimoramentos, é reconhecidamente seguro, transparente e auditável”, frisou.

Betano: Apostas Esportivas - Faça seu Jogo Online

ANÚNCIOS WEB SERTÃO - (87) 98821-5232